Início » Computador » Intel descontinua três concorrentes do Raspberry Pi

Intel descontinua três concorrentes do Raspberry Pi

Joule, Edison e Galileo eram plaquinhas de baixo custo (ok, nem tanto) para a internet das coisas

Paulo Higa Por

A Intel tentou (muito) competir com o Raspberry Pi, tanto que desenvolveu pelo menos três módulos de computação voltados para a internet das coisas, batizados de Joule, Edison e Galileo. No entanto, sem dar muitas explicações, a empresa reorganizou sua linha de kits de desenvolvimento e cancelou os produtos.

O Joule era o mais potente de todos — por ser tão caro, nem dá para chamá-lo de concorrente direto do Raspberry Pi. Custando a partir de US$ 335, ele tinha processador quad-core Intel Atom de 64 bits, até 4 GB de memória LPDDR4, armazenamento de até 16 GB e conexões Wi-Fi 802.11ac e Bluetooth 4.2. Foi projetado para ajudar na criação de robôs e drones com reconhecimento de objetos.

Já o Edison e o Galileo eram mais simples. O primeiro é basicamente um Raspberry Pi, mas com processador dual-core Intel Atom x86 em vez de ARM e preço maior (US$ 50, contra US$ 35 do concorrente). Por sua vez, o Galileo, criado para estudantes, makers e entusiastas de eletrônicos, era uma placa com o minúsculo chip Intel Quark; ele tinha 256 MB de RAM, rodava Linux e custava US$ 80.

Os três computadores não poderão mais ser encomendados a partir de 16 de setembro, e os envios serão definitivamente encerrados em 16 de dezembro. Ainda assim, a Intel vai continuar no mercado com o MinnowBoard 3, que será uma plataforma de baixo custo (nas palavras da Intel) equipada com os processadores da empresa; ele chegará ao mercado até o final do ano.

Com informações: ZDNet.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Luiz Thiago Rodrigues
intel fez feio até na parceria com a ASUS e ai se foi (e deixou os usuários na mão !)... melhor continuar só nos PCs porque de resto ....não presta. Sinceramente, acho que a Intel não sabe ou não consegue se estabelecer em outras plataformas que não a de PCs. Quando comprei meu Zenfone 2 da Asus com chipset intel, achei que seria uma boa e tal ...péssimo negócio. O Smartphone é excelente, mas a bateria é totalmente sugada por um processador que devora a bateria, esquenta demasiadamente e não é extremamente rápido para justificar isso ...agora, com um Zenfone 3, com os mesmos 3.000 Mah de bateria, mas um processador Snapdragon, minha bateria dura de 3 a 4 dias tranquilamente pro meu uso, coisa que no zenfone 2 com Intel não chegava a 18 horas de bateria !. Acho que a intel tem que evoluir muito ainda pra competir fora da plataforma "PCs". Raspberry com seu processador quad core 1.2Ghz e 1Gb de RAM dá de dez a zero nesse intel com 256Mb e custa menos da metade do valor ...ai fica difícil dar uma chance a Intel né !? (sério : 256MB de RAM hoje em dia não faz nem cócegas ...1 GB já é pouco, imagina isso .... A Intel tem que aprender mais antes de querer competir com o mercado Mobile / mini PCs
@Sckillfer
Ninguém quer teu 86, Intel!
Sckillfer
Ninguém quer teu 86, Intel!
Sckillfer
Ninguém te quer, Intel x86!
Leonardo Simas
O Edison emulava o padrão Arduíno e não o padrão Raspeberry.
Musicas e Videos Videos
Pra mim desde que a Intel continue fazendo um bom serviço nos processadores voltados para PC tá TD ótimo mas seria estranho a Intel não tentar entrar no mercado de processadores ARM já que o mercado deles é de seguimentos parecidos porém fracassou ou tem novos planos
VillellasDISC
Tentando concorrer com um valor alto. Deveria ter o mesmo processador que a matéria está citando mas com um valor do Pi. Assim eles teriam mercado mas não, só querem lucro, assim cai mesmo.
Porto Velho
Com um processador pior, quatro vezes menos memoria RAM e custando mais que o dobro do Raspberry, já era de se imaginar.
Emanuel Schott
Com um processador pior, quatro vezes menos memoria RAM e custando mais que o dobro do Raspberry, já era de se imaginar.
wzwellington
Ta parecendo que a Intel entrou em um "corredor polonês" e ta levando porrada de todos os lados
ばか
Este ano não esta nada bom para a Intel.
Wololo ?
Este ano não esta nada bom para a Intel.
Anayran Pinheiro
O maior problema dessas placas era o suporte porco que elas tinham da própria Intel. Era horrível de desenvolver as coisas nelas, além da performance não ser ótima para a proposta delas.

Ninguém sentirá falta delas no mercado...
Bruno Correia
Não competia nem com a irmã mais nova (Edison com breakout de arduino)
Baidu feat MC Brinquedo
Famoso natimorto.
tuneman
"era uma placa com o minúsculo chip Intel Quark; ele tinha 256 MB de RAM, rodava Linux e custava US$ 80."

eu queria entender a cabeça de alguem que lança um negócio desses. não tem como competir com os Raspberry!
Artur Domingues
Todo dia uma derrota diferente.
Tentaram espertofones, ARM venceu também.
Trovalds
Intel mais uma vez fracassando ao tentar entrar em um mercado consolidado. Curiosamente um mercado onde ARM é referência.