Início » Antivírus e Segurança » Mais segurança e bloqueio de sites – OpenDNS Parte 2

Mais segurança e bloqueio de sites – OpenDNS Parte 2

Avatar Por
11 anos atrás

Na última semana eu falei um pouco sobre como deixar a conexão mais rápida usando o serviço de DNS OpenDNS, do qual já faço uso há mais de um ano e recomendo fortemente – tanto que é meu segundo post sobre o serviço.

No entanto, velocidade na web não é tudo. Nós, usuários, também precisamos de segurança e confiabilidade. Para sanar essas duas necessidades, lá vem a OpenDNS novamente. Porém, para utilizar alguns dos recursos que eu apresentarei nesse post será preciso fazer o registro gratuito.

A partir do momento que você está logado, é bastante simples criar configurações para sua rede. Acredito que esse uso é particularmente interessante para quem compartilha internet em casa e precisa criar algumas limitações.

Categorias de sites da OpenDNS (clique para ampliar)

Categorias de sites da OpenDNS (clique para ampliar)

Aqui em casa, por exemplo, algumas categorias de sites, como os de compartilhamento de arquivos e as páginas de proxy são bloqueados. Na lista de categorias da OpenDNS há vários outros tipos de site, como de armas, sexo, ou drogas, que podem ser bloqueados sem grandes problemas. Pais de crianças pequenas e jovens/adolescentes podem usar e abusar dessa funcionalidade.

Também dá para fazer o bloqueio por endereço, de modo que um determinado domínio fique completamente inacessível. Mais uma vez dando como exemplo aqui em casa, eu utilizo essa ferramenta para bloquear servidores de anúncios (adservers) que considero desnecessários. A minha lista começa da seguinte forma:

Todas essas configurações estão disponíveis na aba “Settings” da OpenDNS. Na sub-opção “Advanced Settings”, é interessante que alguns outros recursos sejam habilitados, dependendo do seu uso. Ativar a correção de erros de digitação (“typo corrections”) é uma boa. Se você tentar acessar www.gogle.com, a OpenDNS redireciona automaticamente para a página correta do Google, em www.google.com.

Os atalhos, na aba “Shortcuts”, fazem com que palavras mais simples substituam uma URL. Você poderá, por exemplo, configurar para que, ao digitar apenas “uol” na barra de endereços do navegador, a OpenDNS redirecionará sua requisição diretamente para o UOL, em www.uol.com.br. Palavras como “enciclopédia” e “dicionário” podem facilitar pesquisas escolares.

Para que tudo isso funcione, é preciso que você esteja ligado na rede da OpenDNS e com seu número de IP atualizado. A forma mais simples de fazer isso é abrir a aba “Networks” e checar se a sua rede mostra um ícone verde com duas setinhas. Se mostrar, apenas clique naquele ícone para atualizar o IP e todas as configurações fazerem efeito.

Recomendo colocar a página “Networks” (https://www.opendns.com/dashboard/networks/) nos seus favoritos. Como aqui no Brasil é muito comum termos IPs dinâmicos (e não IPs fixos), você vai acabar se acostumando a, ao ligar o computador, entrar na página e atualizar seu IP manualmente.

Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários.