Início » Mobile » Moto C Plus, Moto E4 e Moto E4 Plus: a vez da bateria

Moto C Plus, Moto E4 e Moto E4 Plus: a vez da bateria

A linha Moto E está de volta e traz uma opção com bateria generosa. Mas o posto de aparelho mais barato da Motorola agora é do Moto C Plus.

Por
31 semanas atrás

Ainda que smartphones topo de linha chamem bastante atenção, os aparelhos mais acessíveis movimentam a maior parte do mercado. Apostar neles é quase uma obrigação, portanto. A Lenovo sabe bem disso e, voltando a usar a marca Motorola, decidiu lançar nada menos que três smartphones básicos para intermediários no Brasil: o Moto C Plus, o Moto E4 e o Moto E4 Plus.

Se outrora a gente tinha apenas o Moto E como entrada, o Moto G como intermediário e o Moto X como topo de linha, agora a gente tem trocentas opções. Só em 2017, a Motorola deve lançar pelo menos 11 smartphones. Se considerarmos que os modelos lançados em 2016 ainda são relevantes tecnicamente, a bagunça só piora.

O que mais confunde, porém, é a sensação de que alguns desses modelos competem entre si. O Moto E4 Plus, por exemplo, é apenas 50 reais mais barato que o Moto G5, que leva vantagem no hardware. Mas a atual Motorola acredita que variedade é essencial para atingir todos os públicos. Nos resta então acompanhar toda essa movimentação. Ou pelo menos tentar.

Em vídeo

Moto C Plus

O Moto C Plus veio para ser o smartphone mais acessível da Motorola no Brasil (o Moto C “normal” não tem previsão de lançamento por aqui). Com preço oficial de R$ 699, o modelo oferece tela de 5 polegadas com resolução de 1280×720 pixels, processador MediaTek MT6737 de 1,3 GHz, GPU Mali-T720MP2 de 600 MHz, apenas 1 GB de RAM e 8 GB para armazenamento interno (expansíveis com microSD de até 32 GB).

O Moto C Plus tem 8,9 mm de espessura

O Moto C Plus tem 8,9 mm de espessura

Ao menos a bateria é de 4.000 mAh (é daí que vem o Plus no nome) e tem suporte a recarga rápida. Ah, o Moto C Plus também vem com TV digital, embora no padrão 1-Seg.

Chama atenção logo de cara a presença dos botões capacitivos logo abaixo da tela. Se incluirmos as quantidades de RAM e armazenamento interno, é quase como se a Motorola estivesse voltando para 2014 ou 2015.

Moto C Plus

Moto C Plus

É óbvio que não dá para avaliar o desempenho com apenas alguns minutos de uso, mas no pouco que eu brinquei com o Moto C Plus, o aparelho se comportou bem — eu só notei uma ligeira letargia no momento de abrir alguns apps. O Android, na versão 7.0 Nougat, segue o padrão “quase puro”, característica que certamente ajuda no desempenho do dispositivo.

A tela me convenceu na primeira olhada, apresentando bons níveis de brilho e cores fortes. Já a câmera traseira, de 8 megapixels e abertura f/2,2, me pareceu apenas ok. Notei muitos ruídos nas fotos de teste, mas levemos em conta que eu estava em um ambiente escuro.

O Moto C Plus tem tampa traseira de plástico com textura fosca

O Moto C Plus tem tampa traseira de plástico com textura fosca

Na frente, o Moto C Plus oferece uma câmera de 2 megapixels com abertura f/2,2. E tem flash LED ali. É uma grata surpresa para a categoria do aparelho, mas confesso que eu trocaria esse LED por um sensor de luminosidade sem pensar duas vezes.

Moto E4 e Moto E4 Plus

Eis que o Moto E está de volta. Não sei se em grande estilo, mas está. Só não dá mais para chamá-lo de celular de entrada. Para começar, na hora que você pega o Moto E4 ou o Moto E4 Plus, nota que o design externo tem alguma coisa de sofisticação: a traseira é toda de alumínio escovado, detalhe que deixa o aparelho mais bonito e ajuda muito na pegada.

Moto E4

Moto E4

Ali na frente aparece outro recurso inédito para a linha: o sensor de impressões digitais (compatível com gestos). Olhando com um pouco mais de atenção, a gente nota outra novidade: o sensor de luminosidade. São recursos bem-vindos, é lógico, mas que tiram a imagem de basicão do Moto E.

Por dentro, tanto o Moto E4 quanto o Moto E4 Plus trazem processador MediaTek MT6737 de 1,3 GHz, GPU Mali-T720MP2 de 600 MHz, 2 GB de RAM e 16 GB para armazenamento interno de dados (há suporte para microSD de até 128 GB). O sistema operacional é o Android 7.1.1 Nougat.

Moto E4: espessura não é documento

Moto E4: espessura não é documento

As diferenças começam pela tela. O Moto E4 tem display de 5 polegadas com resolução HD. Já no Moto E4 Plus, o tamanho da tela é de 5,5 polegadas. Para essa dimensão, eu sempre espero resolução full HD, mas os 1280×720 pixels não chegam a prejudicar a experiência de uso do smartphone no dia a dia. Os bons níveis de brilho e a fidelidade de cores somam pontos, de qualquer forma.

Também há diferenças nas câmeras. O Moto E4 tem módulo traseiro de 8 megapixels e abertura f/2,0, enquanto na frente há um sensor de 5 megapixels e lente com abertura f/2,2. No Moto E4 Plus, esses componentes têm 13 megapixels (abertura f/2,2) e 5 megapixels (abertura f/2,4), respectivamente.

Mas a diferença mais notável é, sem dúvida, a bateria. No Moto E4, o componente vem com 2.800 mAh; no Moto E4 Plus, com 5.000 mAh! É interessante isso. Já que não há preocupação em deixar o aparelho bem fino, por que não colocar uma bateria generosa ali? Provavelmente, esse é o único atributo do Moto E4 Plus que supera o Moto G5.

Moto E4 Plus: sem calombo na traseira (o Moto E4 tem um pouco)

Moto E4 Plus: sem calombo na traseira (o Moto E4 tem um pouco)

Quanto aos preços, o Moto E4 sai por R$ 849. Já o Moto E4 Plus custa R$ 949 (contra R$ 999 do Moto G5).

Ambos os smartphones têm comportamento consistente (tiveram no evento, pelo menos), oferecem hardware aceitável para os padrões atuais e possuem bom acabamento. Mas, pelos preços, fica aquela sensação de “ok, tem que ter mais alguma coisa aqui”.

Bom, talvez essa sensação seja atenuada nos testes. O review do Moto E Plus sai em breve. Se tiver dúvidas sobre o aparelho, deixe-as aí nos comentários.

  • Liste abaixo todos os motos a venda até o momento!

    • Henderson Bariani

      Vixi. Difícil. Vale quantos pontos na média final ?

    • 1. Moto Z
      2. Moto Z Play
      3. Moto z2 Play
      4. Moto G5
      5. Moto G5 Plus
      6. Moto G4
      7. Moto G4 Plus
      8. Moto G4 Play
      9. Moto G4 Play DTV
      10. Moto E4
      11. Moto E4 Plus
      12. Moto C Plus

      • Marcos pedro

        Moto Z Force
        Moto X
        MotoX Force

      • Marcos Guilherme

        Qual desses seria um intermediário bom e por max 1000 reias?

        • Henrique Marques

          Vc encontra o Moto G5 Plus por esse preço em promoções.

        • Henrique Marques

          Tirando ele, só compraria os Moto Z

        • Eu ficaria indeciso entre o Moto G5 e o Moto E4 Plus, mas o primeiro certamente deverá ser atualizado para o Android O, já o Moto E4 Plus é meio incerteza por causa do processador MediaTek. Mas se você não se importa com atualizações do Android eu recomendaria ir de Moto E4 Plus pela bateria monstro. Mas como falaram ai em baixo as vezes o Moto G5 Plus aparece em promoções e ele com certeza vale mais que esses dois, ele é melhor em todos os aspectos, menos em bateria comparado ao Moto E4 Plus.

          • Marcos Guilherme

            Pois é levando em consideração atualização e processador sem ser esse Media aí, Snap…é melhor. G5 Plus bem a opção correta msm. Vlw.

      • Marcos Juliano

        S A M S U N G Z A Ç Ã O

  • Maurício Birochi Sarti

    Era tão com qdo tínhamos 3 linhas somente, Moto E, G e X e os preços eram bem melhores também.

    • leoleonardo85

      Ao inves de um modelo normal e um Plus, deixa só o Plus.

  • Roberto

    O Moto e4 é apenas 150 mais barato que o g5 mas tem câmera pior, processador pior, tela pior, armazenamento pior.. faz sentido? Como já está no mercado há alguns meses, é possível encontrar um desconto de 50.. ou 100 reais na mesma forma de pagamento que o E4, e talvez o mesmo preço a vista em ambos…
    O Moto e4 Plus parece ser interessante pela tela e bateria maiores, mas a 950, só se tela maior for realmente uma necessidade… mas ai temos o g4 e até o g4 plus que é encontrado a 900 reais..
    Eu estava interessado neste e4 plus, mas com este preço, vou esperar alguma boa promoção para ver se vale a pena.

  • David Diniz

    Confesso que estou bastante interessado no E4 Plus. Meu uso não é tão exigente assim e a bateria me chamou bastante a atenção.

  • Michael Nascimento

    Tenho a sensação de que na mão da Lenovo a linha Motorola está meio perdida. Mas na minha opinião continuam sendo os celulares mais confiáveis e de melhor custo x benefício.

  • Marcos Tony Lehmann

    Achei que o Brasil ia ter versão 32gb do moto E4 Plus. Como não há, pode me dizer se da para por app no cartão sd?

  • Fabricio Pinho

    Nos EUA, MotoE4 vai custar menos de 100 dólares. Por 400 reais (que já mais que o valor do cambio), que fosse 500 reais, seria o celular a ser comprado. Por 900 reais, aí é palhaçada!
    É um celular bom para custar até uns 500 reais. Por 900 e tanto, ele é pessimo!