Início » Negócios » Já é mais barato gerar energia elétrica pelo vento do que por combustível fóssil

Já é mais barato gerar energia elétrica pelo vento do que por combustível fóssil

Por
20 semanas atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Os custos para geração de energia eólica caíram drasticamente nos últimos anos e acabam de atingir um nível histórico na Europa: pela primeira vez, está mais barato gerar energia elétrica por meio da ação dos ventos do que utilizar combustíveis fósseis, como o carvão ou gás natural, segundo o Futurism.

Estudos apontavam que o custo médio da energia eólica offshore (ou seja, em alto mar) seria reduzido para 100 euros por megawatt-hora em 2020, mas os europeus atingiram o valor três anos antes do previsto. Isso também significa que as usinas serão competitivas mesmo sem nenhum incentivo fiscal por parte dos governos locais.

Em 2013, os valores chegavam a 160 euros por megawatt-hora, de acordo com o IEEE. Mas alguns projetos futuros de energia eólica estão com preços ainda menores, chegando a 75 euros na Dinamarca e Países Baixos, ou 62 euros na Alemanha. Enquanto isso, o custo médio de geração de energia fica em 104 euros por mWh para o gás natural e 93 euros para o carvão.

No Brasil, o custo da energia eólica é significativamente mais baixo, chegando a R$ 183 por megawatt-hora em 2015 (era R$ 384 em 2005). Elas já são a segunda fonte de energia mais barata, perdendo somente para as hidrelétricas. O ar agradece.

Tecnocast 016 – Pane no sistema

O Brasil passou por uma situação nada simples no setor energético, que se agravou por conta de uma crise hídrica, política e econômica. Nesse episódio vamos conversar um pouquinho sobre como chegamos aqui e citar algumas alternativas de energias renováveis.

  • Christian Hartung

    Acho interessante quando saem notícias dizendo que em determinado dia, na Alemanha, o custo da energia ficou negativo.

  • Kozel

    Higa, me parece que os caras se esqueceram de incluir no custo, a implantação. Isso é o custo de geração.
    Abraço.

    • Talvez seja realmente mais caro, mas a longo prazo sai mais em conta.

      Aliás, no título da matéria deixa explícito que para gerar é mais barato.

  • Mago Erudito®

    Não sei pq ainda não fizeram um catavento-solar-geotérmico.

    Fonte limpa e contínua de energia.

    • André G

      Talvez seja pq juntar tudo em uma única coisa acabe ficando mais caro e difícil de funcionar, igual a história do pato, ele nada, voa, anda e não faz nada direito.

      • Mago Erudito®

        Pode ser, não estou aqui para dar soluções e sim para fazer vocês pensarem.

  • Mago Erudito®

    Agora falando sério:

    O Brasil tem um 9.000 Km de litoral, casualmente onde 70% da população vive, e no quê o governo investe?

    Hidrelétricas na amazônia. Onde poucas pessoas moram e precisa alagar centenas de Km².

    O Brasil tem sol o ano inteiro (excluindo Curitiba e São Paulo) e qual o incentivo para as pessoas instalarem painéis solares?

    Nenhum, pq é muito caro, não existe nenhuma linha de financiamento para pessoas físicas e é praticamente impossível vender o excedente produzido na rede elétrica.

    • Emanuel Schott

      As regras pra energia solar já são bem melhores.

      O excedente de energia pode ser utilizado pra abater na conta de até 10 residencias ou comercios atendidos pela mesma concessionária.

      Quanto aos investimentos do governo, realmente é estranho a tara que eles possuem por hidroelétricas.

      • Mago Erudito®

        Não sabia disso a ultima vez que pesquisei incentivos nessa área não tinha nada nesse sentido.

        Quanto as hidrelétricas a resposta é fácil: PROPINA. Fica muito mais fácil cobrar de meia dúzia de donos de construtoras do que tentar o mesmo com milhares de pequenos produtores individuais.

        • Uriel Dos Santos Souza

          Sei disso a 5 anos. Então vc pesquisou a mais de 5 anos.

      • CtbaBr©

        É… Melhorou!
        Mas ainda não é permitido produzir para vender para o seu vizinho!
        Só pode-se vender para a concessionária (que domina o) local!

        Se o comercio de energia limpa fosse liberado e estimulado pelo governo,
        a oferta cresceria muito, melhoraria para todos!

        • Emanuel Schott

          Pode colocar o excedente no nome de qualquer pessoa, não precisa ser próprio. Portanto sim, você pode “vender” pro vizinho.

          Além disso, se quiser gastar bem mais e instalar um sistema independente (com baterias), pode fazer tranquilamente. Mas isso não é financeiramente viável, por isso usamos o sistema interligado ao qual o excedente vai pra rede pública.

          • leandro santos

            nao nao pode vender energia gerada por vc em sua residencia pro vizinho, digo isso que trabalho com pessoas ligadas a furnas, no programa luz para todos. e para vc gerar energia independente o suficiente para sobrar e jogar para rede no minimo 30000 reais iniciais

      • Daniel Silva
    • Felipe

      Pior que nem precisava fugir da Amazônia ou de hidrelétrica, como os rios do norte são perenes existe como produzir mais energia sem a parte de alagar. Só não lembro o nome exato agora, acho que é pequena usina hidrelétrica ou algo assim.
      Pena que os projetos são mais pelo dinheiro pra empreiteira que pelo benefício…

      • Sidnei Ferreira da Silva

        Mini Usinas Hidrelétricas.
        Também podem ser utilizados aerogeradores menores, Mini-Eólicas de fato.
        Ou os dois em conjunto formando um Sistema Híbrido.

        Abraços,
        Sidnei.

      • Euler Fink

        Tinha a ideia de usar dutos com um sistema helicoidal por dentro, o dito ficaria estático e a “hélice” iria girar com a passagem d’água girando assim o gerador.

        • jader p.borges kandor

          E uma ideia boa provavelmente nao precisaria de fazer barragens!!!!

    • Bruno

      Só criando uma ressalva, curitiba tem pouco sol aparente, porem a radiação uv é considerada satisfatória para a produção de energia solar. Um exemplo disso é o escritório verde da utfpr em curitiba.

      • Mago Erudito®

        Olha, não sabia disso.

        Obrigado pela informação relevante!

      • Uriel Dos Santos Souza

        O lugar que menos recebe sol no Brasil (para energia) é Santa Catarina.

      • CtbaBr©

        Só a radiação UVA né? Porque UVB quase nada!
        Se não quiser ficar “desossado”, só apelando para as mágicas capsulas de vitamina D!

    • ²He

      Se não me falha a memória, tem linha de crédito especial pra isso sim.

      O problema são os impostos. As placas fotovoltaicas e os inversores para exportação são todos equipamentos importados e pagam uma pequena fortuna de impostos.

      Como o volume importado disso é quase nada, se o governo abre mão dos impostos pra esses equipamentos, ele incentiva MUITO a implantação deles sem perda nenhuma de dinheiro real (já que como esses produtos não são comprados hj, não vão perder essa arrecadação)

      As Hidreletricas na amazonia pq a gente já usou bem o que dava dos rios aqui pra baixo pra gerar energia com grandes usinas com represamento, o que pode ser feito ainda por aqui são as PCH (pequena central hidreletrica) que trabalha com fio dágua, virtualmente sem represamento.

      Os investimentos do governo são sempre nas grandes usinas, por isso se ve muita coisa sobre essas grandes obras e não sobre as menores.

      Misturando a hidreoeletrica e a solar, acho que já tem uma planta piloto no país onde colocaram paineis solares flutuantes no reservatorio da hidreletrica, utilizando a mesma infra para distribuir a energia extra e ainda evita a evaporação do lago.

    • Qohen Leth

      Hidrelétricas na amazônia. Onde poucas pessoas moram e precisa alagar centenas de Km².

      E como eu vou supertafurar os painéis solares e ganhar algumas dezenas de milhões para mim, meu partido e minha empreiteira preferia, pô!

      Quer acabar com o leitinho das minhas crianças, rapaz?

      • Mago Erudito®

        Sim, quero!

    • Daniel Plainview

      Cara, não se pode simplesmente sair instalando painéis solares em todas as residências e parques eólicos nos sistemas de distribuição e subtransmissão. Existe uma série de impactos que tais tecnologias causam na rede elétrica, impactos esses que nossa rede ainda não é capaz de gerir. A mudança deve ser feita de forma gradual. As hidrelétricas são necessárias pois tais centros de geração servem de referência de frequência e tensão para todo o sistema elétrico e são o pilar da estabilidade do sistema de potência. Energia solar fotovoltaica e eólica são fontes intermitentes, que variam segundo os meses do ano e até mesmo durante as horas do dia, logo nossa matriz elétrica não pode ficar dependente somente de tais fontes. É necessário, do ponto de vista técnico de uma geração centralizada. A geração por meio de tais fontes alternativas é um caminho sem volta, mas, por ora, ainda dependemos de hidrelétricas e termelétricas até que os problemas técnicos sejam superados/amenizados.

  • Wellington Gabriel de Borba

    Que joguinho é esse na reportagem?

    • Guilherme Batista

      Simcity

      • DumbSloth87

        não jogue, Cities Skylines dá de 10 a 0 nessa bomba da EA.

        • Felipe

          Nunca joguei sim city, mas tô aqui só pra dizer que cities skylines é muito bom haha

          • Joguei Sim City até o 4, ia comprar a ultima versão, mas aí conheci o Cities: Skylines. Amor a primeira vista. E com Steam Workshop, melhor ainda rs.

        • Leonardo Bazico

          Já ia baixar, mas não tem pra iOS =/

          • DumbSloth87

            iOS? Cities Skylines é jogo de verdade, não é joguinho de celular.

    • Danilo Silva

      Simcity

  • Joaomanoel

    Só passei pra dizer que Cities: Skylines >>>>> abismo >>>>>> SimCity *flies away*

    • Mago Erudito®

      O qq tem de tão bom nesse jogo meu deus?

      Vale R$ 26,50? (na Steam, antes que perguntem)

      • Joaomanoel

        Pq é o melhor jogo de simulação de cidades. O único ponto negativo é a exploração da desenvolvedora com DLCs.

      • Caio

        Ele é muito mais realista, bem à frente de SimCity. O que não necessariamente pode ser o que você procura.

        • Mago Erudito®

          Um jogo de simulação desse tipo muito realista pode ser um problema.

          Mas acho que vou comprar pra testar, gosto desse estilo.

  • Emanuel Schott

    Conseguiram desenvolver a tecnologia pra estocar vento?? :v

    • Hail Hidra

      Infelizmente a tecnologia é patenteada pela Ex-Presidente

  • Jorge Tadeu

    Só deslumbrado para acreditar nisso.

    The world’s biggest offshore wind farm is to be built 75 miles off the coast of Grimsby, at an estimated cost to energy bill-payers of at least £4.2 billion.