Início » Games » MercadoLivre proíbe venda de Nintendo Switch

MercadoLivre proíbe venda de Nintendo Switch

Por
20 semanas atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Sem representação no Brasil, a Nintendo não vende oficialmente console, jogos e acessórios do Switch por aqui. A saída é optar pela importação, mas uma das poucas formas de se obter o videogame acabou: o MercadoLivre está removendo de sua plataforma todos os anúncios relacionados ao Switch.

Os vendedores que anunciavam o Switch no MercadoLivre foram informados da proibição no começo da semana e tiveram seus anúncios excluídos. Quem descumprir a regra poderá ter a conta suspensa ou banida do site em caso de reincidência.

A maioria dos anúncios já sumiu do MercadoLivre. Neste momento, em uma pesquisa rápida, é possível encontrar algumas ofertas, mas todas foram criadas recentemente, então parece questão de tempo até que elas também sejam removidas. Além disso, os preços estão bem altos, acima dos R$ 2 mil; antes, com mais anúncios, era possível encontrar o console por R$ 1,7 mil ou menos. Nos Estados Unidos, ele custa US$ 299.

O MercadoLivre diz ao Estadão que “a venda do Nintendo Switch por terceiros é proibida pela legislação brasileira, uma vez que o produto não foi lançado no mercado nacional pela Nintendo ou distribuidor autorizado e não possui os registros pelas agências reguladoras competentes”.

O Switch não foi homologado na Anatel e, portanto, ainda não pode ser vendido oficialmente por aqui. A distribuidora NC Games já pediu a classificação indicativa de alguns títulos para Switch no Ministério da Justiça, mas os games deverão ser bem caros, custando entre R$ 330 e 400, quase o dobro de qualquer jogo para Xbox One ou PlayStation 4.

  • leoleonardo85

    A Nintendo simplesmente não quer que os brasileiros tenham os seus produtos, ponto.

    Nesse caso, pirataria é totalmente plausível.

    • Então, semana passada eu recebi um e-mail (em português do Brasil!) da Nintendo, pedindo para responder uma pesquisa.

      https://uploads.disquscdn.com/images/a44f135b51689afe005b514b81c3dbf0e7d85677df338389a469424a7fc720c2.png

      Uma das perguntas era se eu compraria o Nintendo Switch. Respondi que já tinha o console, e a pesquisa simplesmente finalizou (estava em 60% nessa pergunta).

      🤔

      • Bruno Martins Santana

        A Nintendo simplesmente não quer que os brasileiros tenham os seus produtos, apenas o Paulo

        • Andre Badiani

          vc não entendeu, o Higa é descendente de Japonês, isso é patriotismo!

          • Bruno Martins Santana

            Achei patriótico e preconceituoso, os Índios tbm merecem

        • Leonardo Varuzza

          O problema é que a perspectiva de venda é baixa aqui e o custo de pagar a homologação da ANATEL, Inmetro, ANVISA, IBAMA, etc

          • Paçaro

            IBAMA UAHSHASHAUHS

          • Bruno Martins Santana

            Donkey Kong e Yosh, precisam de liberação pelo Ibama e o Kirby pela Anvisa

      • Eles ainda operam em Portugal, tanto é que o Switch tem disponível o Português de portugal.

        • Mateus B. Cassiano

          Eu também recebi essa pesquisa, era Português do Brasil mesmo…

      • Recebi este e-mail também. Lembro que entre as perguntas seguintes, estava uma que questionava em quanto tempo eu pretendia comprar o console (“no próximo mês, nos próximos 3 meses, nos próximos 6 meses ou dentro de um ano”, acho). Respondi que nos próximos 3 meses. Diz que a pesquisa estará ativa até 17/07.

    • Gustavo73

      Importar não é pirataria.

      • leoleonardo85

        Eu sei, eu falava no geral, essa frescura da Nintendo com o BR vem desde o GC

  • Eduardo Martins

    Boa! É isso aí, Nintendo!

    Não deixe ninguém comprar seu console!

    • Yago G. Oliveira

      Será que esses executivos são parentes dos da área de smartphone da Sony?

  • Paçaro

    Enquanto não chegar aqui no Reino de Banânia tem mais é que piratear mesmo.

    • Gaba

      Piratear? Wut???? Ninguem pirateia nada não fi… é só revenda…

  • Diego F. Duarte

    Tudo bem, entao a gente vende na OLX e nas comunidades de venda do FB. Tem prb n…

    • Bruno de Oliveira

      Mas não tem a segurança do Mercado Pago. Só vai comprar quem conseguir pegar em mãos.

      • Guilherme Macêdo da Cruz

        Só colocar opção de pagamento MercadoPago ue..

        • Bruno de Oliveira

          Não sei se resolve. Além das taxas, não sei se existe a opção igual dentro do Mercado Livre, que você só libera o dinheiro ao receber o produto.

          • Guilherme Macêdo da Cruz

            Vendi meu 2DS e meu PS4 assim. O cara libera o pagamento. Foi ano passado isso mas não acredito que tenha mudado muito de lá pra cá.

        • Mercado Pago só libera quando o comprador qualificar. Tem como ser mais seguro? Nunca vou entender tanta reclamação do povo com o serviço.

          • Kaio

            libera ate 21 dias independente de ter recebido o produto ou nao, neste ultimo caso tem que informar antes acabar o prazo.

      • LockeZeRo

        Paypal é mil vezes mais seguro e rápido que o lixo do Mercado Pago. Vamos aprender mais sobre as alternativas de qualidade ué.

        • Bruno de Oliveira

          Mas no PayPal não tem a opção de liberar o dinheiro só quando receber a mercadoria, ou tem?

          • LockeZeRo

            Tem, e diferente do Mercado LIXO quando alguém te engana o processo de estorno é muito mais tranquilo. Ebay nem usa sistema proprio graças ao Paypal. Essa opção do Mercado Pago foi criado nos moldes do Paypal com o serviço típico dessa empresa terrível.

  • Marcelo Montenegro Santos

    Essa conversa aí do Mercado Livre tá mal contada !!! Tem tanto produto importado, que não tem regulamentação da anatel para funcionar aqui, e são vendidos de boa. Até mesmo o NES Classic tem vários à venda. Isso aí tá me cheirando a outra coisa…

    Se o Mercado Livre for proibir tudo que é importado e não tem regulamentação, ela quebra na mesma hora !!!

    • Guaip

      MUITO mal contada mesmo. Quanta coisa chinesa é vendida ali tranquilamente?

    • lobisomem

      Uma cartinha da nintendo, com uma leve ameaça estilo Cease & Desist. E mais alguma política por trás.

      • mrhertz

        isso seria a gloria… primeiro eles saem do brasil por conta propria, depois impedem do console ser vendido aqui ahahahhha.

        porra algum br fudeu geral bonito a vida de algum poderoso da nintendo.

        até achei que pudesse ser a bicha do reggie, mas não, isso ta com cara de japão mesmo, então o babado foi FORTSHISSIMO. UI

        • Rodrigo Raüfferman

          Eles saíram por conta própria sabiamente, já que graças às excessivas regulamentações estatais e impostos, o mercado que já era ruim para as empresas, se tornou mais nocivo ainda de uns anos pra cá.

      • Marcelo Montenegro Santos

        Será véi ??? Seria muita sacanagem da parte dela. É pedir para se queimar no mercado !!! Switch já não é essas coisas toda que a galera esperava, e ela ainda faz isso ? E o NES Classic ? Porque não foi proibido também ? Alguém lá dentro não tá bem da cabeça !!! Estão fazendo uma cagada atrás da outra !!!

        • DumbSloth87

          Entenda que a Nintendo não quer mais saber do Brasil, se queimar no mercado brasileiro não importa pra eles, eles não vendem nada pra cá.

        • Alex Woinder

          nintendo é notória por processar e abusar de cláusulas de conteúdo protegido por cópia.

      • Rodrigo Raüfferman

        Cartinha da Nintendo? Duvido. A menos que planejassem a volta ao mercado brasileiro. “Ceaase and desist” eles usam muito quando há ameaça à alguma propriedade intelectual deles. O nome mais provável do “brasileiro que fodeu a nintendo” é GOVERNO.

    • Bruno de Oliveira

      Se não me engano, o PS 4 Pro também entraria nessa, não? Até onde eu sei, ele ainda não é vendido oficialmente aqui no Brasil. As unidades que tem são importadas. Tem coisa aí…

      • Marcelo Montenegro Santos

        Exatamente !!! E a Sony tá mandando proibir por acaso ? Tá nada !!! Ela não está nem preocupada com isso…na verdade, nenhuma empresa de VG está se preocupando com isso. Só a Nintendo mesmo !! Sério…tem alguém que não tá legal da cabeça comandando lá dentro. Só pode !!!! É merda atrás de merda véi !!!!

    • Fernando

      Tambem acho.
      Isso pra mim só mostra que a Nintendo esta querendo voltar pra cá e planeja (talvez) um grande retorno pra causar impacto.

      Se nao for isto, só poderia ser alguma ameça da nintendo ao ML. Mas ai, ameçar porque se a empresa nao se importa com o mercado local?

      Eu aposto no retorno da Nintendo até o fim do ano q vem (2018)

      • Nicabugodonossor

        A Nintendo não tem interesse nenhum em proibir a venda de switch no Brasil. Eles só ganham com o mercado cinza. O produto é vendido do mesmo jeito e eles não precisam arcar com a parte burocrática. Vai saber a % de switch que é oficialmente vendido nos EUA mas é direcionado para o mercado latino americano onde a Nintendo não atua. Essa proibição na certa é obra daquela importadora que quer vender jogo a 400 reais. Espero que as pessoas boicotem esses lixos.

        • Alex Henrique

          provavelmente voce esteja certo meu amigo.. qual seria a importadora que vc se refere?

          • Nicabugodonossor

            Tá no corpo do texto, olha lá:
            “A distribuidora NC Games já pediu a classificação indicativa de alguns títulos para Switch no Ministério da Justiça, mas os games deverão ser bem caros, custando entre R$ 330 e 400, quase o dobro de qualquer jogo para Xbox One ou PlayStation 4.”

        • Fernando

          Concordo em partes com voce, a NC pode ter interesse nesse mercado abandonado pela Nintendo e querer cobrar o valor que quiserem. Mas para ela tomar essa frente é porque a Nintendo lhe deu poder para isso, afinal, se eu, sou importador, como voce é, o que me dará privilegios que vc nao tem, se estamos importando por conta propria sem nenhuma vantagem? Nada.

          Se há privilegios à NC é porque a Nintendo está apoiando. E sinceramente, as vendas de consoles de modo geral no Brasil sequer é contabilizado pelas matrizes na “hora do fechamento”, nosso mercado é insignificante comparado ao americano, que é da onde vem os consoles que usamos.

          O Playstation e o Xbox só tem representante local próprio aqui porque a Microsoft domina o setor de computadores/Windows e fazer um afago aos clientes trazendo Xbox nao lhe demandaria muito esfoço.

          O mesmo vale pra Sony e sua linha de eletronicos já instalada aqui há decadas.

          Agora a Nintendo nao tem nenhum mercado extra como as outras citadas. É Games e acabou.

          E o fato dela nao estar aqui hoje signfica que nosso mercado de Games é insignificante no ponto de vista de lucro global pra ela. Se fosse o oposto, estariam aqui desde quando o Nintendo 64 chegou e instalou bases brasileiras. E isso já se vai 20 anos…

          • Rodrigo Raüfferman

            “E o fato dela nao estar aqui hoje signfica que nosso mercado de Games é insignificante no ponto de vista de lucro global pra ela.”
            Mas não mesmo. Somos uns dos maiores mercados pra ela, só que se tornou impossível arcar com o custo-Estado de uns tempos pra cá. Lembre que a própria sony, pra vender consoles aqui estava com um preço absurdo e dizia tomar prejuízo por causa da quantidade de impostos. Inclusive, tivemos várias empresas mudando sua base de operações para o México justamente por causa da dificuldade imposta pelo governo brasileiro, e não por falta de interesso no mercado.

          • Rodrigo Raüfferman

            Ah! e o único capaz de dar privilégios de venda para alguém, nesse caso, também seria o governo. Se houver qualquer um interessado em vender jogos na Nintendo no Brasil, ela irá garantir o acesso. O Caso é que poucos querem pagar o custo. ..

          • Ivan

            Não faz sentido falar que nintendo não entra aqui pq só tem consoles e outras empresas tem outros mercados.

      • Vinicius Santana

        Faz sentido ambos comentários acima. Não iria compensar adiar o lançamento apenas esperando abrirem no Brasil, e essa foi a medida que encontraram já que grande parte do mercado é movimentado através do ML.
        Esse e qualquer outro problema de preço abusivo no Brasil seria resolvido de forma simples: se o brasileiro não comprasse.
        Porque eles vão abaixar preços abusivos se o brasileiro paga o preço que colocam ?
        Eu não gasto tudo isso num jogo, não por ser Julius (mão de vaca) mas sim porque acho preços abusivos, prefiro gastar o dinheiro com outros jogos se for o caso, 330 a 400 conto na steam na época de férias da pra fazer a festa.
        Por um brasileiro mais inteligente, que evite gastar o que não tem para conseguir o que quer.

      • Marcelo Montenegro Santos

        Se for como estão prevendo, jogos a R$300,00 ou R$400,00, vai ter switch de sobra nas lojas, e falta de Xbox X !!! Nem comento PS4 Pro !!! Só sei que se for assim mesmo, Nintendo aqui no BR só dura o ano de 2018 e talvez 2019 e pulam fora de novo.

    • ɐslɐs soɔɹɐɯ

      Mas o NES não tem wifi amigão.

      • Marcelo Montenegro Santos

        E daí ? Tanto tablet e smartphone não homologados que tem WiFi e são vendidos lá ? Conversa tá mal contada.

    • gracy seixas

      e o mercado livre não proibiu! tem um monte de produtos do Nintendo Switch a venda!

  • Haha, choveram no molhado.
    Quem tem pressa e $$$ na mão, não vai esperar o anuncio oficial, vai lá no cinzão comprar o bundle com a merecida sonegação nacional.
    Outra coisa, como fica os demais sites?

  • Kaio

    O que mais assusta é o preço dos jogos.
    150% do valor sugerido em jogos de ps4/xone.

  • É Nintendo ou nada!

  • Leonardo Varuzza

    Por isso que o único mercado que funciona no Brasil é o mercado negro.

    • Rafael Oliveira

      Acho que o cinza tbm. Acho que sendo monocromático tem chance de dar certo

  • Arley Martins

    Que conversa fiada. Ta parecendo papo de bêbado no boteco perto da bocada. Pode ir removendo as muambas chinesas. Tem pelo ao menos uns 3 mil itens da china que não vende no brasil. Uma coisa chinnesa que vende muito no mercado livre é a Mi Band 2 a pulseira da xiaomi, não é homologada. Veja la quantas cada vendedor ja vendeu…… Na boa, ML esta cagando na retranca com essa ou então tem politicagem brava no meio.

  • Darllan Marinho

    Conversa fiada. Mercado Livre permite a venda de trocentos itens que não são vendidos oficialmente no Brasil ou homologados pela Anatel. À exemplo de smartphones. Compro muito produto da Xiaomi, ela não vende no Brasil e seus produtos não são homologados e continua lá, à venda.

    Acho que tem alguma outra coisa por trás, provavelmente algum fornecedor oficial que entrará no país e não quer permitir a venda dos consoles por terceiros.

    • Bruno de Oliveira

      Faz sentido isso de que vai entrar algum revendedor. Faz muito sentido! Se não for isso, também deveriam tirar os PS 4 Pro, que são todos importados.

      • Darllan Marinho

        Exatamente, se for para tirar o Switch alegando não homologação com a Anatel e sem representação oficial da marca, teriam que fazer pelo menos com outros consoles como PS4 Pro, como você citou.

        Isso está me cheirando à um novo fornecedor oficial da Nintendo no Brasil e entraram com alguma ação judicial impedindo a venda do console. Ou seja, algo isolado, caso contrário teriam feito com outros produtos também regulados pela Anatel.

        Eu já tinha ouvido falar que a Nintendo voltaria a vender oficialmente seus produtos no Brasil. Pode estar próximo de acontecer.

        • Bruno de Oliveira

          Espero que esse revendedor venha com preços bons! Mas não tenho muita expectativa.

          • Darllan Marinho

            Provavelmente, porque a Nintendo saiu do Brasil alegando que o “custo Brasil” inviabilizava suas operações, agora pensam em voltar, provavelmente com os preços altos como Apple faz e quem quiser, que compre dessa forma.

  • Se o mercado livre realmente levasse em conta, que produtos que não foram lançados aqui não deveriam ser vendidos… logo ela deixaria de existir.

  • Rogerio Rock

    Pq o mercadolivre não bani produtos pirateados como cds, dvds e blu-rays piratas que são vendidos no site? agora proibe a vendo de um console? é brincadeira né!

    • Kaio

      Vc acha que essa decisao foi tomda realmente por live arbitrio do ml? eles pouco se importam com a origem da mercadoria, isso é açao de outras organizacoes e eles precisam acatar.

  • Louis

    País da bandidagem estatal esse Brasil!!!

    Mercado Livre uma empresa sem respeito nenhum!

    • Nicabugodonossor

      “Bandidagem estatal”, sendo que o produto foi retirado do ML por pressão de uma empresa privada (ou nintendo ou nc games) kkkkkkkkkkkkkkkk as mimisetes são hilárias.

  • Kevin Brandão

    Vocês falam muito e nada sabem…

    Nos EUA, em Nova York, especificamente, não existia uma loja que vendesse o Nintendo Switch… Apenas a loja da Nintendo possuía o aparelho. E só era possível compra-lo apresentando passaporte e no cartão de crédito. E apenas UM por pessoa/cartão.

    A Nintendo não estava entregando para lojas “renomadas”, tais como bestbuy, gamestop, etc. A fila na gamestop era de 90 dias ÚTEIS!!!!!!!!

    Motivo? As pessoas estavam esgotando de todas as lojas, inclusive da Nintendo, comprando por 330 dólares +/- (com taxas) e vendendo por 500~600 dólares. É gente, existe “cambista” no “melhor país do mundo”…

    Provavelmente a Nintendo está fazendo isso para que não ocorra este tipo de situação, onde alguém quer dar uma de “esperto”. Há boatos de que ela quer voltar a atuar no Brasil.

    • FABIO NEVES

      É exatamente isso. Nada além disso.

  • Vanderlei Gomes Fotografia

    Nintendo sendo apenas nãointendo.

  • zenon_barriga

    Me parece uma ação da Nintendo para garantir uma oferta suficiente para suprir a (crescente e elevada) demanda pelo console em mercados com os quais ela se importa (ou seja, países desenvolvidos). Isso pra mim infelizmente é só mais um sintoma da decadência da economia brasileira no período recente. Estamos regredindo muitos anos em termos de desenvolvimento. Restringindo a coisa apenas ao mercado de games, caminhamos a passos largos para voltar a ser um país em que o lançamento mais importante do ano seja o Mega Drive Tec Toy. Isso diz muito sobre nossa economia.

    • Nicabugodonossor

      Para de falar bosta, liberotário. A Nintendo caga para aamerica latina ( incluindo o Chile, paraíso dos liberotarios) pq é burra e arcaica. A Sony e a Microsoft entendem a importância do mercado brasileiro e latino americano, por isso crescem cada vez mais por aqui e investem em fábricas, publicidade, localização, eventos, servidores…

    • Vinicius Santana

      Apaga que da tempo, quanta merda num comentário só. Pensa o seguinte: esse método de compra, vem de fora, com o mercado que você diz que ela supostamente “se importa”, não afetaria em nada, ainda teria seu lucro, o console ta vendendo, é o que qualquer empresa quer.

  • Corvo

    ML ta k4g4nd0 para a Legislação, com certeza a venda foi proibida pois receberam uma ameaça direta da Nintendo.

  • Sergio Nascente Filho

    Valeu Nintendo!

  • Nicabugodonossor

    Aposto que é coisa desse lixo de NC Games que quer “trazer a nintendo de volta para o Brasil” vendendo jogo a 400 reais. Eles que vão se catar. Graças a deus que existe a santa ifigênia.

  • Rodrigo Vargas

    Fake NEWS!

  • Moshe Mauricio Marques

    kkkkkkkk Justo o ML onde a imensa maioria dos produtos são contrabando ou piratas. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk é rir pra não chorar !!!

  • Leonardo Kattz

    Bem mais facil de comprar mais seguro e mais barato uma pena s vc não tiver cartão internacional https://www.amazon.com/Nintendo-Switch-Gray-Joy-Con/dp/B01LTHP2ZK/ref=sr_1_3?ie=UTF8&qid=1499289661&sr=8-3&keywords=nintendo&th=1

  • Wololo ✔

    ML, terra da pirataria tentando proibir produtos originais não regulamentados?
    Algo de errado esta errado.

    • Kaio

      com certeza.
      ate parece que o ML iria proibir por conta propria, outras organizacoes fizeram essa exigência e eles foram obrigados a acatar.

  • que coisa mais ridícula as leis desse país… o governo “força” qq pessoa a procurar formas não legais para poder fazer alguma coisa simples como comprar um video-game…

    • Nicabugodonossor

      Isso não tem nada a ver com as leis. Isso tem a ver com empresas privadas utilizando-se de seu poder de mercado para prejudicar o consumidor. Foi a nintendo ou a nc imports que fizeram pressão para o mercado livre fazer isso, não foi o governo. Ainda bem que temos A JUSTIÇA ESTATAL para nos defendermos dos empresários gananciosos.

  • Leandro F. Silveira

    isso tem bem cara de ter dedo da Nintendo…

  • Keaton

    Fiquem atentos nas próximas semanas: Americanas com Switch a 3999….

  • Jean Maxwell

    Estranho, por que a linha 3ds continua lá no ML então?

    • Nicabugodonossor

      pq o nintendo 3ds foi oficialmente lançado no Brasil…?

  • Guilherme Ferro de Medeiros

    deep web

  • Felype Magri Trindade

    Está na hora de irmos pra outra plataforma de compra e venda.

  • Ramon Gonzalez

    A galera que esta criticando o ML só pode ta de brinks. Obviamente eles só fizeram isso por terem recebido ameaça de processo ou algo do tipo. No minimo deve ter vindo da NC Games, que teoricamente é a representante oficial. O problema é que a propria NC disse que a principio nao venderá o console, dado que o valor do produto legalizado (com impostos) ficaria inviável. Além do mais, barrar o ML só vai fazer os vendedores (e compradores) migrarem pra outros sites ou meios.

  • Carlos Veiga

    Ainda bem que já comprei o meu na http://www.lojasnext.com.br.

  • Tales Cembraneli Dantas

    Depois a galera pergunta pq a Nintendo vende menos que as outras plataformas por aqui.. é muita grana pra jogar um novo Mario e um novo Zelda

  • Nikola Atanagilda

    Comprei o meu na Itália. Gostei muito do Zelda, não queria me desfazer. Mas se por algum acaso eu vá viajar, vale a pena comprar outro pra vender o meu e reaver o valor?

  • gracy seixas

    o Mercado Livre não acatou a ordem da Nintendo,:http://lista.mercadolivre.com.br/console-nintendo-switch#D%5BA:console-nintendo-switch,L:1%5D,

    aqui está a prova do que estou falando,mesmo sob denúncias,eles permitem vendas ilegais,mediante a proibição da Nintendo!

  • Cássio Amaral

    Essa NC é daquele hipócrita do Moacyr Alves, não me espanto se for eles quem exigiram o fim da comercialização do Switch no Mercado Livre.

  • Leandro

    Engraçado que pesquisei agorinha (10 dias depois dessa matéria Clickbait) e tem uns 30 anúncios do Switch, fora os anúncios de acessórios.