Início » Telecom » Bloqueio de celulares piratas fica para novembro

Bloqueio de celulares piratas fica para novembro

Por
11/07/2017 às 17h30
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Atendendo a um pedido das operadoras, a Anatel decidiu adiar o bloqueio de celulares “xing-ling” no Brasil. Com o novo prazo, os usuários que tiverem aparelhos suscetíveis ao bloqueio serão notificados via SMS a partir de 15 de setembro. Já os bloqueios deverão começar, efetivamente, em 28 de novembro.

O plano anterior era o de iniciar as notificações em 30 de junho e, os bloqueios, em meados de setembro. Mas, temendo que o número de celulares barrados seja elevado, as operadoras pediram um prazo maior para adequar os seus sistemas.

De acordo com a Anatel, a base atual de celulares não será afetada. A proposta é a de que, ao menos por enquanto, apenas as unidades irregulares ativadas após a data de início das notificações sejam impedidas de se conectar às redes móveis brasileiras. Assim, o número de bloqueios não será alto no início.

HiPhone

Serão caracterizados como aparelhos irregulares e, portanto, passíveis de bloqueio, todos aqueles que não tiverem número IMEI registrado no banco de dados da GSMA, associação global de operadoras móveis.

Na prática, isso significa que celulares que são cópias de modelos disponibilizados no mercado ou que não possuem nenhum tipo de certificação reconhecida, por exemplo, é que serão barrados.

Se você tiver um smartphone adquirido no exterior (de marcas como Xiaomi, OnePlus e Oppo), não precisa se preocupar: mesmo que essas unidades não tenham sido homologadas pela Anatel, elas possuem IMEI válido e, portanto, não são consideradas “xing-ling”.

Com informações: IDG Now

Mais sobre: , ,
  • JustLipe

    Igual ele não deveriam bloquear. Na verdade não tem o direito de ditar o que as pessoas usam ou deixam de usar.
    Fora que pra desenvolvimento é outro retrocesso. Como se o Brasil tivesse algum avanço mesmo…

    • Amigo, PARE!

      • JustLipe

        É? Pq?

        • Porque você tá passando vergonha.

          Parece até que você vende telefone pirata no mercado livre e tá tentando manter a “boquinha”.

          • JustLipe

            E mesmo cabeção? IMEI não serve só pra telefone pirata.
            Eu mesmo uqero fazer teste e desenvolver umas plataformas que tem conectividade e não são bem ditos telefones.
            Principalmente na própria questão de segurança.
            Vergonha a gente passa quando fala besteira e não sabe nem onde ta se metendo… BAIDU segurança deveria saber mais disso. rs

          • A.I. de Pirocoptero

            Interessante você pedir para os outros pararem de passar vergonha, sendo que seu nick mesmo teoricamente lhe faz passar vergonha (e na prática você nem liga pois sabe que é um pseudônimo e só poucos amigos sabem sua identidade secreta trolistica)

            olha só quem fala… a inteligência artificial de pirocóptero…

          • a piroca falando do **!

            a que ponto chegamos hein kkkk

          • A.I. de Pirocoptero

            Tu é o **? =v

        • Você vive em um país com regras para uso de equipamentos eletrônicos. Anatel, além de proteger operadora, tem como obrigação homologar os aparelhos que são vendidos para evitar que um câncer apareça no seu cérebro por usar o celular desregulado. Aparelhos de fabricantes chinesas como Xiaomi, Oppo, OnePlus LeeECO e outras que são vendidas fora da China passam por testes e dá pra comprar e trazer para o país sem o medo desse negócio explodir durante a noite embaixo do seu travesseiro. Esses telefones que serão bloqueados são aqueles Xing-Lings montados no fundo de quintal que, com certeza, tem uma criança de 5 anos apertando parafuso…

          Outro ponto, me diz no que um telefone contrabandeado (é isso mesmo, se entrou no Brasil e não passou na receita nem pagou imposto é contrabando) ajuda no desenvolvimento do país?

          • JustLipe

            Meu deus, cancer no cérebro? Por onda de celular? To até sem palavras. Mas vou tentar responder…
            Existem muitos aparelhos que dependem de conectividade meu amigo. E logo isso vai encarecer MUITO, tanto para desenvolvedores brasileiros (que ja não tem nenhum apoio do brasil) como os aparelhos que ja existem.
            Agora EXPLODIR ja não tem porcaria nenhuma a ver com IMEI.
            E só me deixa mais preocupado como o pessoal não sabe das coisas e gosta de “ter razão” e achar que sabe. Tanto que saem ofendendo e vomitando na internet mesmo sem conhecer o assunto…

          • Xiiii já vi que não entende ironia mesmo. Não vomitei em nada não 🙂 Respira que deve estar até azul de raiva.

            Lógico que não dá câncer e a explosão é por baixa qualidade mesmo, IMEI clonado não vem em aparelhos que tem algum respeito…

            Agora tocou num ponto importante. Desenvolvedores não tem apoio. Concordo. Mas tal regra é para a proteção da população, evita que comprem celular baratinho e coloquem a própria vida em risco… Se até hand spinner anda explodindo imagine um celular de baixa qualidade (isso colocando apenas explosão como um dos fatores possíveis de ocorrer).

            Infelizmente você vai ser atingido e por isso está expondo seu problema. Agora é fazer o contrário, cobrar para desenvolvedores tenham acesso a material de qualidade. Se quiser até ajudo!

          • JustLipe

            Não to com raiva, fico triste pelo pessoal não ter mais intimidade com essa area de desenvolvimento e principalmente por não entenderem o funcionamento de outros aparelhos que são muito importantes.
            Não me referia só ao seu comentário. Mas olha quantas pessoas tiraram onda por pensar só no xing ling.

            Existem aparelhos rastreadores de muita formas por exemplo, para carros, animais. Pecuaristas usam muito.
            E estão em aperfeiçoamento.
            Agora, já é difícil vender uma idéia ou até necessidade, imagina uma cara e mal feita. Tem muita coisa que se pode aproveitar e a tecnologia esta ficando cada vez melhor.
            Maasss ai vem a anatel e bloqueia o registro desses aparelho na rede, pq ela quer estar de olho “para nossa segurança”. Me conta outra história pra dormir né?

            Eles estão é perdendo a guerra contra o “tráfico”, visto umas operações que aconteceram a pouco tempo e o rombo foi maior que eles mesmo imaginavam. Nesse caso o rombo, leia-se lucro deles. Mesmo com uma receita federal que é uma festa de corrupção e taxação. Nem regulamentado aquele lixo é. Fora as leis de 1940 ainda sendo aplicadas. Mas nunca mexidas pq ta arrecadando dinheiro.
            E o brazilzil com zero em investimento para projetos de estudantes em tecnologia, como em outras áreas.

            Então me diga. Pra que serve essa regularização, se eles estão “regulando” “tecnologias” que vem de fora, que nem eles próprios conhecem?

            Como disse, só mais uma barreira de dificuldade nesse “cada vez mais lixo” de país…

    • Abraão Caldas

      Esse pensamento não serve para a área de telecom, o uso de um aparelho que não foi homologado impacta na qualidade de rede para todos os outros usuários.

      • Então não entendi, você ta contra ou a favor do bloqueio?

        • Abraão Caldas

          A favor claro, e ainda tou achando que eles estão sendo bacanas em não bloquear aparelhos não homologados pela anatel.

      • JustLipe

        Impacta tanto assim mesmo? Não sei não…

        • LekyChan

          emissores de radio frequências mal feitos podem atrapalhar redes de celulares, mas também de emissoras de radio/TV e até mesmo comunicações de aviões e militares, logo todos que não estiverem dentro das normas, devem sim serem bloqueados

          • JustLipe

            Cara, sou piloto e ja estudei muito sobre. Então a única coisa que te garanto é que avião não atrapalha não…

          • JustLipe

            Na verdade essa interferencia que tanto falam acontece mais em laboratorios do que na prática.

    • Allan Ferreira

      Usuário do HiPhone identificado!

      • JustLipe

        Não uso nada desse tipo. Só não gosto de ninguém dizendo o que deve ser usado ou não. Pra mim isso é mais uma porta que se fecha por não estar de acordo com os ALTÍSSIMOS padrões brasileiros.

        • Ed. Blake

          Provavelmente esta é uma medida alcançada por lobby das operadoras visto que suas redes acabam por ficar degradadas/prejudicadas devido a milhares de HiPhones e Moton Zeus com antenas de aluminio e circuitos de papelão conectadas nas BTUs (e este é só um dos motivos).

      • Gustavo

        Acho que não, deve ser vendedor no ML.

    • Veritas

      Isto aí, cara!

      Lute contra este sistema opressor que te ata!
      Vai lá em Brasília, na sede da ANATEL e xinga muito!

      • JustLipe

        O que acharam de tão legal nessa medida?

    • JustLipe

      Não uso nada desse tipo. Só não gosto de ninguém dizendo o que deve ser usado ou não. Pra mim isso é mais uma porta que se fecha por não estar de acordo com os ALTÍSSIMOS padrões brasileiros.

    • Trovalds

      Vim só pra rir mesmo e perguntar onde consigo um pouco dessa parada que tu tomou.

      • JustLipe

        Le a matéria novamente e tenta compreender que não são só celulares que precisam de conectividade. Logo não são os únicos aparelho que dependem de IMEI.
        Então antes de tirar sarro, se situa sobre o assunto. Pq até agora só vi avoado aqui pensando em telefone xing ling…
        Provavelmente pq deve ser a única coisa que conhecem…

        • Trovalds

          Onde consigo um pouco dessa parada que tu tomou mesmo?

          Você leu a matéria? Onde nela falou sobre “outros aparelhos” que não celulares?

          E viajando a sua viagem sem essa paradinha que tu tomou de cara penso em máquinas de cartão. Usam chips de celular mas só trafegam dados, não voz. MAS nenhuma empresa administradora de cartões aceita equipamento que elas não tenham homologado. Não é arrumar uma máquina no camelô, registrar e sair usando. Então seu argumento é totalmente inválido.

          Lembrei agora também de equipamentos de segurança e vigilância que trafegam dados via rede celular. Vão entrar na dança também. MAS só os que não tiverem seu IMEI cadastrado na GSMA. Ou seja: empresa que seja registrada no GSMA aqui, na China, em Marte ou qualquer outra parte do universo vai funcionar sem problemas. O que vai acabar é a indústria de fundo de quintal que faz equipamento de qualidade duvidosa, não tem registro nenhum e usa IMEIs falsos ou clonados.

          Mimimi abaixo, o Estado não tem direito sobre mim. Lembrete: a iniciativa dessa medida partiu das teles. Por força de Lei a ANATEL tem que dar o aval.

          • JustLipe

            As mesmas operadoras (teles) que usam equipamentos sucateados querem dizer o que é bom e o que é ruim. E a viagem é minha?

            NA VERDADE TODOS APARELHOS QUE USEM IMEI ENTRAM NA DANÇA… Já que IMEI é a identidade do aparelho que for trocar nudes, mensagens necessárias de promoções ou ligações com seu DDD favorito. Engraçadalho a parte continuo…

            E tecnicamente o IMEI clonado vai continuar funcionando da mesma forma. Já que agora eles tem ciência e nada foi resolvido.

            O que eu realmente prevejo é que de alguma forma isso vai se acarretar em mais grana pra “regularização”. Talvez uma taxa nova. Quem sabe?

            E só pra constar que isso vai certamente encarecer e burocratizar as coisas ainda mais. Ja que diferente do que o senhor acha que as TODAS empresas que usam a tecnologia tenham IMEI regularizado, isso não acontece na prática.
            PRINCIPALMENTE na área de segurança. Que (só para constar) é uma das mais ignoradas nesse aspecto.
            Ai posso citar os rastreadores e sistemas de vigilância. Os quais na maioria no brasil você só tem acesso a serviços pagos mensalmente e com preço bem salgados.

          • Trovalds

            Resumindo pelo seu argumento: quem vai ser penalizado é quem insiste em não andar segundo as regras. Ou seja: pra maioria vai estar tudo bem.

            E as teles não tem equipamento sucateado, elas tem equipamento “de menos”. No máximo alguns resquícios de centrais analógicas que foram digitalizadas, que não refletem em quase nada na estrutura atual. Seria impossível trafegar a quantidade de voz e dados atual sem equipamentos modernos. O que há hoje é um gargalo na capacidade. Mas isso é questão pra outra discussão que não vem ao caso aqui.

            Próximo argumento, por favor.

          • JustLipe

            Nossa, você esta tentando “vencer” ao inves de conversar? blz… Não é esse meu ponto.

            E sim, os equipamentos “digitais” são sucatas de outros paises que as empresas brasileiras usam. A maioria nem “novos” são. Logo são sucateados. Não é só o problema do gargalo.

            O que eu quero deixar claro é que tem que sanar os problemas da raiz e não tentar remendar a porcaria ja feita.

            Boa noite amigo…

          • A.I. de Pirocoptero

            INteressante como muitos de vocês quando tem uma lei contrária, “mimimi governo corrupto”, mas aí entra uma lei que vocês concordam e viram puxa-sacos do governo. É, o mundo gira…

    • Emanuel Schott

      Não, é só dando direito as outras pessoas de não terem ligações, internet e tudo que pagam derrubados porque um celular sem homologação está interferindo na comunicação do seu celular com as antenas.

      • JustLipe

        Não é bem assim não Emanuel. isso é mais história pra usarem de desculpa e as tecnologias que as empresas usam de 15 anos atrás, do que esses telefones atrapalhando na comunicação.

        • Emanuel Schott

          Então você quer dizer que algo feito sem padronização não interfere em nada?

          Acharia um absurdo se a Anatel restringisse o uso das redes brasileiras apenas a aparelhos homologados por ela, mas esse não é o caso. Qualquer aparelho que tenha IMEI registrado na GSMA será aceito.

          • JustLipe

            Na verdade é isso sim. IMEI ratificado e reconhecido por ela. É a identidade do aparelho.
            Não me assustaria se logo eles cobrassem por isso… Opa, ja cobram…

  • vin

    Meu Deus, não vai dar para usar o Tim Beta no celular chinês de 200 dólares com Snapdragon 820 e 4GB de RAM

  • Johnny Walker Junior

    Deveriam fazer o mesmo com os carros, digo, carroças que utilizamos no dia-dia, pois tudo que remete segurança é retirado quando o carro é nacionalizado, além de motores do século passado, pois tudo que é lixo é trazido e que polui a rodo estas montadoras trazem para o Brasil sem que estes governantes que deveria nos apoiar, apenas, dão apoio ao capital. Um exemplo de quanto nossos carros são ótimos é o Onix, carro mais vendido e que nem passou no teste LATIN NCAP, levou nota 0(zero) em segurança ao passageiro, pois sua estrutura não foi reforçada para que a cabine não mate o usuário. Mas, como diz, se quer segurança, compre um Volvo, muito barato aliás. 😉
    Isto aí, mais uma medida que nada vai acrescentar, somente vai dar prejuízo à aqueles que tem estes celulares que mesmo sendo não homologados, tiveram um custo para sua aquisição.

    • Concordo contigo na questão carro. Acho isso um ultraje, pagar o que pagamos para ter carro capado justo em segurança é triste.

    • Emanuel Schott

      Qualquer carro ao ser nacionalizado, é dobrado o custo (e ao serem exportados, é cortado metade do custo, já que são isentos de impostos).

      Países sérios cobram impostos via IVA. Sabe aquela “taxa” que você paga ao comprar um produto nos EUA ou na Europa? Aquilo é o imposto. Todo o custo do produto vai diretamente para quem o produziu e o vendeu, nada vai pro governo. Aqui fabricantes tem como sócio majoritário o Estado que leva de 40% a 70% do valor dos veículos.

      O que sobra pra montadora em um país de menor renda como o nosso é retirar itens que o deixaria MUITO mais caro e economicamente inviável.

    • Trovalds

      A parte dos carros até tava interessante… mas daí cheguei no parágrafo seguinte e…

      Então quer dizer que se eu adquirir um DVD pirata não posso ser penalizado porque eu paguei por ele? Se eu adquirir um receptor de sinal que capta sinal de TV fechada sem eu pagar a devida mensalidade à operadora não posso ser penalizado porque eu paguei por ele? Quer dizer então que devemos alimentar a indústria do crime não coibindo práticas ilícitas? O celular xing-ling que vai parar de funcionar por um acaso é importado de forma legítima?

      • A.I. de Pirocoptero

        Quer dizer que você votar em um político corrupto, não posso bater em você porque votou nele? =v

      • Lucas Nascimento

        A comparação com o dvd pirata não serve muito bem.
        Uma ótima analogia é se você comprasse um DVD de um cover e fosse penalizado por isso.

    • Ed. Blake

      Brasileiro não se importa com segurança, se importa com preço. Em seu lançamento (lá nos maravilhosos 90’s) o Renault Clio era o único que vinha com AirBag e ABS de série em todas as versões. Por ser mais caro que a concorrência, encalhou e só passou a ser notado quando virou um pé-de-boi com plastico duro pra todos os lados e passou a concorrer em preço com os rivais.

      Além do mais, como você mesmo disse, essa máquina de moer gente que é o Onix é o carro mais vendido do Brasil. Tente comprar um zero km hoje e surpreenda-se com a fila de espera. Vai mudar pra quê?

    • A.I. de Pirocoptero

      Pessoas com pseudônimo (como eu) tem propensão a serem mais estúpidas ao comentar, mas divago.

      E o mais interessante é ver muitos “ancaps” ou “pró livre mercado” que antes reclamavam da “intervenção do malvado governo” aqui protegerem o governo só porque está tirando um celular que não gostam do mercado. Ta serto.

      Dos carros – como já dito, o pessoal compra mais pelo preço. Até porque brasileiro não sabe valorizar nada direito. Se soubesse, as pessoas não ficariam medindo salário e importância do seu trabalho como se fosse tamanho de p**a e tempo de orgasmo.

      Lembrando que muito da frota brasileira é composta de carros de 10 -20 anos ou mais. Então quanto a segurança, nem temos seja porque temos um monte de gearheads cabeças duras dirigindo pensando que são donos da rua, seja por causa dos carros sem manutenção pois o mecânico cobra mais que um médico do Dr. Consulta para consertar o carro (e muitas vezes nem conserta).

  • Marcus Araújo

    Achei a medida um pouco fora do seu tempo. Tenho visto cada vez menos celulares piratas. Havia uma febre na era pré-smartphone, mas com os smartphones aprenderam que o barato sai caro por conta do desempenho pífio e deram preferência a aparelhos baratos de marcas como Samsung e LG, que ainda entregavam uma experiência mais “ok” do que um xing-ling.

    O que sobrou de resquício daquela antiga cultura foram as importações e popularizações de marcas como Xiaomi, OnePlus etc, que são marcas sérias e entregam uma boa experiência. As marcas estilo HiPhone e Foston ficaram no passado, e que assim permaneçam.

    • Trovalds

      Olha, hei de concordar contigo. MAS a medida era pra ter saído há tempos e vez após vez foi adiada. E ainda existe o mercado dos celulares “cinzas” como eu gosto de chamar. Não tem a força de tempos atrás mas ainda é um mercado ativo. Digamos que com a medida se jogue a pá de cal nesse mercado pra que ele não vingue mais.

      • Marcus Araújo

        Sim, e concordo contigo, essa ação acabará de vez com a prática. Tempos atrás lembro de discutirem esse ponto eventualmente (tem até um post do TB falando do bloqueio que queriam aplicar em 2014) e me posicionava contra porque, até onde se entendia, queriam bloquear qualquer aparelho importado e não homologado pela Anatel, o que poderia dar margem para bloqueio de aparelhos originais legítimos como iPhones dos EUA, sem falar que seria um problema lidar com os aparelhos dos turistas. Essa ação de agora busca consultar a base da GSMA, o que acho muito mais prudente e estou de acordo.

    • Ed. Blake

      Pior que não. Veja os ‘similares’ dos Moto Z, iPhones e Galaxy S7 no Mercado Livre…. Cada anuncio de cada modelo tem centenas de vendas.

      Sem mencionar que muita gente acaba comprando o genérico por ignorância ou oportunismo pensando que está se dando bem comprando um Moto Z original baratinho.

      Ps. Obrigado por recussitar a Foston. Como eu odiava essa marca nos tempos de assistência técnica!

      • A.I. de Pirocoptero

        Na verdade o pessoal compra a réplica para ficar ofertando na rua como se fosse original, ou revendendo como original também. Ou oferecendo como “celular do ladrão”.

  •  david

    Deixa eu usar meu hiphone 7 em PAZ, ele tem Android 5

  • Meganegão

    Pessoal, rede gsm não é terra de ninguém onde vc cria um aparelho e vai entrando na rede. Todo aparelho que acessa a rede gsm tem que ser “autorizado” a entrar na rede e para tal tem que seguir algumas regras, uma delas e sobre a padronizaçao da identidade, pelo, cada fabricante tem uma faixa de imei para usar, evitando assim a duplicidade. O bloqueio atinge qualquer aparelho que utilize rede gsm e todo aparelho está registrado na gsm, ao menos os legalmente fabricados. Trabalho com segurança de cargas e usamos muitos rastreadores de caminhões e de cargas que vão escondidos junto aos produtos e todos são humologados, não serão bloqueados. Agora se voce compra aparelhos de fabricantes que não registram nem pagam os royalts para usar uma rede de tecnologia proprietária acha que ta errado bloquear, paciência.

  • Keaton

    Se você tiver um smartphone adquirido no exterior (de marcas como Xiaomi, OnePlus e Oppo), não precisa se preocupar: mesmo que essas unidades não tenham sido homologadas pela Anatel, elas possuem IMEI válido e, portanto, não são consideradas “xing-ling”.

    E quanto a LeEco, Doogee, Elephone e outras?

    • A.I. de Pirocoptero

      mesma regra.

  • Arley Martins

    UFAA, smarts da Xiaomi vejo vários amigos usando, são ótimos, digo até que melhor que muito samsung vendido pelo dobro do preço deles. Tomara que não suba ainda mais o preço originais com este bloqueio, pois se subir mais ai vai ter muita gente sem telefone.

  • Ramon Gonzalez

    Que ladainha chata isso se arrastando hein?? Quer bloquear, então bloqueia logo…