Início » Aplicativos e Software » Ubuntu chega à loja do Windows 10

Ubuntu chega à loja do Windows 10

Emerson Alecrim Por

Anos atrás, pouca gente apostaria na Microsoft tendo uma relação tão consistente e profissional com projetos open source. Mas, desde que Satya Nadella assumiu a liderança da companhia, o Linux e tantos outros softwares de código aberto deixaram de ser vistos como ameaças. A chegada do Ubuntu na Windows Store é mais uma prova dessa mudança de rumo.

Ubuntu - Windows Store

Com a novidade, a Microsoft cumpre uma promessa feita na última edição da conferência Build, realizada em maio. Mas é bom esclarecer desde já: o Ubuntu disponível na Windows Store não é a versão distribuída pela Canonical aos usuários finais, com interface gráfica e diversos aplicativos. Trata-se, na verdade, de um terminal de linha de comandos — você pode trabalhar com SSH, APT, Git, entre outros.

A ideia, portanto, não é permitir que você instale o Ubuntu no seu computador como um novo sistema operacional, mas execute aplicações ou processos relacionados ao ecossistema do Linux a partir do Windows, funcionalidade que pode ser útil, por exemplo, para quem administra redes.

Para tanto, o Ubuntu instalado a partir da Windows Store roda dentro de uma sandbox junto ao Windows 10, permitindo que ambos os ambientes compartilhem arquivos e recursos de hardware.

De acordo com a Microsoft, para o Ubuntu ser instalado, é necessário ir em Painel de Controle, Programas, Ativar ou desativar recursos do Windows e marcar a caixa Subsistema do Windows para Linux. Por fim, será necessário reiniciar o sistema.

Vem mais por aí

No momento, a instalação do Ubuntu a partir da loja está habilitada para participantes do Windows Insider que tenham a build 16215 (ou superior). Sim, é tudo de graça.

O Ubuntu não está sozinho na Windows Store: o SUSE Enterprise Server já apareceu por lá (também para participantes do Windows Insider) e a Microsoft já garantiu que o Fedora chegará à loja em breve.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

murillopereirac
Muito bom, evolução na Microsoft.
@Sckillfer
Mas o subsistema GNU já é o Ubuntu e as possibilidades anunciadas nos posts de anuncio dele são as mesmas desse.
Sckillfer
Mas o subsistema GNU já é o Ubuntu e as possibilidades anunciadas nos posts de anuncio dele são as mesmas desse.
Vitor Mikaelson
A diferença é que agora você pode instalar qual distro quiser (que estiver na Loja), e ter vários ao mesmo tempo também.
FABIO NEVES
Só o office já seria um baita avanço!
Gaba
Curto mais Mac pra desenvolver (javascript, php e java) do que Linux ou Windows. Linux fica bem perto do mac, mas Mac tem mais facilidades, uma vez que posso por exemplo, instalar Photoshop pra abrir arquivos dos Designers facilmente.
@Sckillfer
Ué, mas o subsistema para (GNU/)Linux em si já é baseado no Ubuntu e permite acesso justamente a essas ferramentas de linha de comando, então qual a diferença?Achava que essas distros chegariam a Windows Store como uma VM do Hyper-V.
Sckillfer
Ué, mas o subsistema para (GNU/)Linux em si já é baseado no Ubuntu e permite acesso justamente a essas ferramentas de linha de comando, então qual a diferença?

Achava que essas distros chegariam a Windows Store como uma VM do Hyper-V.
Molinex
Melhores programas da lojinha do Windows: Ubuntu, SUSE, e quando chegar o Fedora...
Já imaginou gas, gcc, g++, openjdk, Apache, MariaDB, PHP, Perl, nodeJS, MongoDB, Python, Ruby, Lua, Nano, Vim, tudo ao alcance de um apt install, dnf install ou zypper install...

Resta saber quem vai usar, já que, todos esses programas já existem pra Windows, e podem ser instalados baixando da net, e clicando no next insanamente. O que é muito mais familiar para um usuário do Windows. Sem contar que tem também, o poderosíssimo VisualStudio, com seus templates prontos, e snippets, onde você programa apertando uma letra e a tecla tab, usa entity framework pra gerar o banco de dados, resharp pra limpeza, etc...

De qualquer forma, são ferramentas muito interessantes. Bela sacada MS...
Ed. Blake
E também é membro Plaitnum da fundação Linux.
https://uploads.disquscdn.com/images/ae0d0dea826f3b3fddb05f11fe5fe76c88b1f004e69ec6946bc02db0d4fcf21c.png
Jefferson Silva
MAC é melhor para DEV em qual plataforma além do áudio visual?
Arlindo Pereira
Putty é apenas um terminal para acessar sistemas via SSH, sistemas esses que podem ser qualquer SO rodando um servidor SSH: Linux, MacOS etc.

Já o Ubuntu é o SO completo rodando em linha de comando. Você pode usar quaisquer aplicações de linha de comando nativas Linux, e linguagens interpretadas como node, python, ruby etc. nativos no Linux, bem como instalar pacotes .deb no formato nativo do Linux. Não é uma simulação nem emulação, existe uma camada que converte as chamadas ao kernel Linux ao kernel do Windows.

Inclusive caso você instale um servidor X11 no Windows, é possível subir o ambiente gráfico. Só não é estável porque muita coisa ainda está em desenvolvimento, mas possível é sim.
Wellington Gabriel de Borba
Gente, esse Satya Nadella é fodão mesmo.
𝕵𝖆𝖈𝕶 ⚡𝖎𝖑𝖘𝖆𝖓
Ótimo. Falta agora lançar programas da Microsoft para Linux
Jack Silsan
Ótimo. Falta agora lançar programas da Microsoft para Linux
Mateus Henrique
Acredito que Ubuntu no Windows não servira apenas pra Secure Shell (SSH), é uma possível compatibilidade de ambientes, creio que como existe a possibilidade de utilizar repositórios, sendo possível executar programas linux com interface de linha de comando provenientes de repositórios apt, .deb ou git.
Jeová Guilherme de Carvalho Fi
TUDO: É um Sistema Completo, perfeito... Para quem desenvolve para a Web e as vezes precisa usar o Windão, tendo essa possibilidade, de usar o ubuntu dentro do windows, é uma mão na roda!!! (Mac e Ubuntu são os melhores para desenvolvedores, nessa ordem).
raphaela1
Qual a diferença dele para o Putty?
Leandro Alves
Acho que faltou mencionar que segundo o Github, a Microsoft é a empresa que mais contribuem aos projetos open source. Esse indiano ai deu outra cara para a empresa.

Fonte: https://octoverse.github.com/