Início » Celular » Google Now se transforma em feed de notícias personalizadas no iOS e Android

Google Now se transforma em feed de notícias personalizadas no iOS e Android

Felipe Ventura Por

Quando o Google Now foi lançado nos idos de 2012, ele tinha como objetivo reunir as informações mais importantes para o seu dia — previsão do tempo, trânsito até o trabalho, próximos compromissos, entre outros. A partir de hoje, ele está evoluindo para um app concentrado em trazer notícias para você.

O app do Google está disponível para iOS e Android, e seu principal destaque é um feed de notícias com informações sobre seus temas favoritos: esporte, política, música, fotografia, o que seja. Ele será baseado nas suas interações com o Google, e também no que acontece na sua região e no mundo.

Ao realizar buscas no app, alguns resultados virão acompanhados por um botão "Seguir", especialmente assuntos ligados a notícias, esportes e entretenimento. Toque nele, e o Google vai personalizar seu feed com base nisso. Além disso, haverá mais de uma fonte para cada notícia, permitindo ter perspectivas diferentes.

E os cards tradicionais do Google Now, onde ficam? Há uma barra na parte inferior com o botão "Atualizações"; toque nele, e você verá alertas de trânsito, seus próximos voos, placares esportivos e o que mais for do seu interesse.

Ao focar em notícias, o Google espera que você visite o app com mais frequência. Dessa forma, será mais fácil identificar seus interesses e direcionar propagandas; e será possível incluir anúncios futuramente no próprio feed — que está livre deles por enquanto, segundo a empresa.

A nova experiência está disponível a partir de hoje no app do Google, mas só nos EUA; ela chegará para o mundo todo "nas próximas semanas".

Com informações: Google, The Verge.

Mais sobre:

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Diego Augusto
Ainda estou de luto pelo Google Reader. O Feedly quebra um galho, porém acho o design de seu aplicativo péssimo. Acabo usando soluções de terceiros em vez do app oficial, o greader era fantástico, com integração com o disqus e tudo, mas foi fazer companhia ao Google Reader no céu. Agora está ainda mais canseira acompanhar os sites que me interessam de uma forma descomplicada, ainda procuro uma solução que me agrade... =/
Josiel Hen
Ao focar em notícias, o Google me verá visitando app com menos frequência... apenas.
FABIO NEVES
Na minha opinião, é o melhor feed de notícias e informações da atualidade.
Baidu feat MC Brinquedo
Usei isso uma vez, quando liguei o celular novo e isso veio embutido na Launcher da Motorola.


Na época tinha um design horrível, espero que tenha melhorado.
Baidu feat MC Brinquedo
Feedly tem me servido bem, mas mesmo assim senti muito a morte dele.
Caio Meira
O meu é assim e ainda apareceu um terceiro botão mais a direita. Algo como tópicos recentes. Mas não tem o lance de seguir
Will
Para mim também, o que não aparece ainda é seguir um assunto.
Weller Santibanez
Para mim também, o que não aparece ainda é seguir um assunto.
Conrado Paganotti
Não sei ao certo a razão, mas o meu já está assim há alguns meses. Particularmente não gosto, o mais importante para mim são minhas atualizações, e elas agora ficam em uma diferente aba, acabo perdendo algumas informações sobre trânsito, etc. As notícias, muitas vezes não são relevantes para mim...
Diogo
Will never forget #googlereader
Diogo Nóbrega ???
Will never forget #googlereader
Anayran Pinheiro
Deu certo. De uns tempos pra cá tenho usado absurdamente mais o Google now, e tem me impressionado como estou passando mais tempo lendo as notícias relacionadas que o mesmo me apresenta. Se tornou um excelente feed de notícias pra mim.
Andrey Nering
A nova experiência está disponível a partir de hoje no app do Google, mas só nos EUA; ela chegará para o mundo todo “nas próximas semanas”.

Curioso, eu recebi hoje. De manhã abriu uma tela sozinho pedindo pra configurar.
Jacques
Saudades google reader
Cobalto
Ah que maravilha, menos informação útil e mais informação que ~talvez~ eu queira, tudo isso ao simbólico custo de poder receber mais propaganda em mais lugares no futuro.

Thanks Google.