Início » Telecom » VoLTE: TIM começa a liberar chamadas por 4G

VoLTE: TIM começa a liberar chamadas por 4G

Tecnologia permite fazer ligações telefônicas pelo 4G e tem maior qualidade de áudio

Por
43 semanas atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

A TIM começou a liberar oficialmente o VoLTE, que permite efetuar e receber ligações telefônicas pela rede 4G. A tecnologia estará disponível inicialmente para clientes pós-pagos de Brasília (DDD 61) e será lançada em outras seis cidades até o final de julho.

O VoLTE, como já explicamos, funciona tecnicamente como uma ligação VoIP, trafegando voz pelo 4G. A cobrança é feita como em uma ligação comum, descontando do pacote de minutos. Quando ativado, o VoLTE elimina a necessidade da operadora derrubar sua conexão para 2G ou 3G quando você recebe uma chamada. Além disso, a qualidade de áudio é melhor: a TIM venderá o VoLTE como “Voz em HD”.

Na TIM, o VoLTE será liberado inicialmente nos planos pós-pagos. O CTO da TIM Brasil, Leonardo Capdeville, diz em entrevista ao Tecnoblog que a decisão foi tomada para implantar o VoLTE de forma gradativa, já que a base de pós é menor: 74% dos celulares da TIM são pré-pagos. A operadora vai monitorar a qualidade do VoLTE com os clientes atuais e, em breve, lançá-lo para os usuários de planos pré-pagos.

A primeira cidade a receber o VoLTE é Brasília, a partir desta segunda-feira (24). O recurso será lançado ainda em julho nas cidades do Rio de Janeiro, Recife, Fortaleza, Natal, Maceió e Uberlândia. A previsão é liberar o VoLTE até o final de 2017 nas cidades onde a TIM já opera com 4G de 700 MHz.

O Rio de Janeiro é um caso peculiar, porque ainda não possui 4G de 700 MHz — a TV analógica está prevista para ser desligada na cidade apenas em outubro. No entanto, Capdeville afirma que o VoLTE será ativado porque o Rio já conta com cobertura contínua em 1.800 MHz (além dos 2.600 MHz), o que permite garantir boa experiência de voz. Além da capital fluminense, a operadora trabalha para trazer o VoLTE para São Paulo, onde os 700 MHz também não devem aparecer tão cedo.

O VoLTE será ativado automaticamente em smartphones compatíveis (descubra se o seu aparelho suporta VoLTE) e não haverá cobranças adicionais. A tecnologia será transparente para o usuário: se houver variação no sinal 4G, a chamada prosseguirá normalmente no 2G ou 3G.

E as chamadas por Wi-Fi?

Algumas concorrentes, como Claro, Vivo e Porto Seguro Conecta, já liberaram o recurso de ligações por Wi-Fi, que permite fazer e receber chamadas telefônicas mesmo quando o sinal de celular é ruim ou inexistente. A tecnologia também possibilita economizar fortunas com roaming internacional, já que as ligações são tarifadas como se estivessem sendo feitas da área de registro do celular. E a TIM?

Ao Tecnoblog, Capdeville afirma que as ligações por Wi-Fi estão nos planos da TIM, mas não deu prazo para lançar a tecnologia, que será liberada como um complemento ao VoLTE. Como a operadora não pode garantir a qualidade da ligação em redes Wi-Fi de terceiros, a tecnologia será implantada de acordo com o padrão 3GPP, permitindo que as chamadas alternem de forma transparente entre LTE e Wi-Fi (e vice-versa) — diferente do aplicativo TU Go, da Vivo.

Mais sobre: