Início » Internet » Google trabalha em novo formato de imagem: Pik

Google trabalha em novo formato de imagem: Pik

Paulo Higa Por

O Google começou a desenvolver um novo formato de imagem, o Pik. A primeira versão da tecnologia teve seu código-fonte publicado no GitHub, mostrando que os arquivos terão compressão com perdas e serão voltados para a web.

Não é a primeira vez que o Google cria um formato de imagem. A tentativa mais conhecida é o WebP, que promete arquivos sem perda de qualidade por um tamanho 26% menor que o PNG, ou até 34% quando comparado a um JPEG com perdas. Ele não foi exatamente um sucesso, mas funciona (e você talvez não tenha percebido, mas o Tecnoblog carrega imagens em WebP para quem acessa as páginas com o Chrome).

A página do Pik no GitHub não revela muitos detalhes, mas diz que o formato se baseia em JPEG e nas tecnologias Butteraugli e Guetzli. Para quem não se lembra, esse último é um algoritmo que reduz o tamanho dos JPEGs em até 35% sem prejudicar a qualidade da imagem — inclusive, o resultado pode ser até melhor que o JPEG em algumas ocasiões.

O único problema é que o Guetzli ainda leva muito tempo para comprimir uma imagem (na casa dos 10 ou 20 minutos por arquivo, caso seu processador seja bom); em compensação, a descompressão é quase tão rápida quanto no JPEG. Por isso, pode demorar um tempo até que vejamos as primeiras imagens no formato Pik na web.

Você pode conferir os detalhes do Pik no GitHub. O projeto é desenvolvido por engenheiros do Google, mas ainda está na primeira versão e não é considerado um produto oficial da empresa — então não é uma boa ideia comprimir arquivos importantes com ele.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Spectrumframer
Tekpix?
Sckillfer
A Google já até descontinuou o plugin do WebP pra Windows. Sonho mesmo é o HEIF (1) virar padrão, já que nem Google, nem Mozilla, nem JPEG.org levam suas promessas a sério (aquele JPEG lossless com suporte alpha que prometeram, cadê?). 1: h.265 pra imagens, formato padrão do novo iOS 11.
Sckillfer
"Talvez não tenha percebido, mas o Tecnoblog carrega imagens em WebP para quem acessa as páginas com o Chrome" Não tinha percebido mesmo (por usar o Chrome mais no Android), mas vocês podem fazer o mesmo com o Firefox e qualquer browser que suporte VP8/9, basta incluir um lib como essa -> https://webpjs.appspot.com/ ;)
Adriano Garcez
creio que nao
Vitor Hugo
nome pik, fala tu
Wellington Gabriel de Borba
Quero saber quando a NETFLIX vai rodar video 4K em 5.1 em conexão 2G.
Molinex
Se virar padrão eu uso, se não, não uso... Hoje tá tão gostoso fazer um site que roda em qualquer navegador, aí aparece essa gorugle com esses formatos psicodélicos, com nomes sugestivos, e que só rodam no Chrome... Sai fora...
Adriano Garcez
Um carro Pik x Celta 2012 Os dois a 80 tu acha que vai ficar um do lado do outro?
Daniel San
( ?° ?? ?°)
vin
O Google lida com seus projetos do mesmo jeito que uma pessoa que namora com alguém, se arrepende e depois finge que nunca namorou com ela. Supondo que o Pik se torne oficial e eles comecem a investir: "E aí, Google? Pik agora é oficial... E o WebP?" "Que WebP?" O ruim disso é que ninguém leva a sério essas iniciativas, que podem até ser boas. Só eles mesmo.
ochateador
Faço compressão de algumas imagens aqui. 100 KB cai para 70KB e leva apenas 1 minuto ou até menos. i5-4590S
Gabriel Rezende
Eu imagino que inicialmente a imagem será publicada em JPG e automaticamente trocada pelo novo formato. Para um blog do wordpress não deve contar, mas para grandes portais deve fazer uma baita diferença.
Alexandre Salau
Imagino que usando placas gráficas o tempo de compressão pode ser reduzido drasticamente. Um formato que economize 30% de banda com a transferencia de imagens seria muito util.
Danilo Azevedo
Para grandes sites onde o tráfego de imagens é alto, alguns minutos para comprimir uma imagem compensa e muito a economia que isso pode gerar no tráfego de dados.
Waldecir Faria
Ehehehe belo nome de formato.
Exibir mais comentários