Parece que todas as empresas de tecnologia resolveram lançar alto-falantes com assistente pessoal integrado. A Xiaomi é a próxima da lista, com o Mi AI Speaker: ele suporta comandos de voz, tem inteligência artificial e, como de costume, é muito mais barato que os concorrentes.

O Mi AI Speaker será vendido na China por 299 yuans (o equivalente a R$ 139), um valor menor que qualquer alto-falante inteligente, como o básico Amazon Echo Dot (US$ 49), Google Home (US$ 129) ou Apple HomePod (US$ 349). Ainda assim, ele possui um arranjo de seis microfones para captar vozes em 360 graus e speakers com “excelente qualidade de som”, segundo a Xiaomi.

Por meio do alto-falante, é possível dar comandos de voz para tocar música, controlar dispositivos inteligentes, ativar alarmes, tomar notas ou fazer perguntas sobre previsão do tempo e trânsito, por exemplo. Ele também conta histórias para crianças e toca rádio. Na parte de cima, há botões físicos para controlar a reprodução ou silenciar o microfone.

A Xiaomi não informou se pretende lançar o Mi AI Speaker fora da China. Se isso acontecer, deve demorar, já que o assistente pessoal só entende chinês por enquanto — ainda assim, o preço é tão baixo que dá até para pensar em utilizá-lo como um alto-falante “burro” se a qualidade de som for realmente boa.

O lançamento oficial do Mi AI Speaker acontecerá em agosto. Beta testers poderão comprar o alto-falante por 1 yuan (R$ 0,47!) para ajudar a treinar a inteligência artificial da Xiaomi nesta fase inicial.

Com informações: Engadget.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Samuel Costa
Eu to me lixando pra inteligencia dele, só quero um por causa da qualidade do som que deve ser absurda. Ja tenho um speaker xiaomi aqui e amo ele, esse novo com certeza vai ser ainda melhor
Samuel Costa
Ja comprei 2 speaker bluetooth importados e nenhum taxou, a receita quer mesmo é taxar celular, o resto eles nem ligam muito
Ricardo
Concordo com você em partes. Os aparelhos da Asus ou Alcatel, por exemplo são melhores em vários recursos e não tão mais caros, alguns até no mesmo preço (na época). Agora vamos avaliar: Xiaomi entrou no Brasil e em menos de um ano desapareceu. Deixou muita gente sem suporte e/ou assistência, ou seja, você não tem mais atualização, se danificar algo como a tela vai ter de caçar no MercadoLivre ou nas "galeriazinhas" da cidade e se der pau no SO e tu não souber rodar uma ROM, já era E o mais estranho é que abandonou outros futuros consumidores querendo comprar os aparelhos. Curiosos a empresa não dar a menor atenção. Especula-se ainda (eu já li e ouvi em vários lugares, mas nenhum de modo oficial) que trouxeram gadgets "encalhados" na China para vender aqui e depois que acabou o estoque, deram bye bye.
João

Por quê? Xiaomi é excelente, pelo menos nos grupos de celulares da marca tem raras reclamações. O preço é quase um estupro em grandes marcas com recursos e hardware inferior.

Joaomanoel
Por quê? Xiaomi é excelente, pelo menos nos grupos de celulares da marca tem raras reclamações. O preço é quase um estupro em grandes marcas com recursos e hardware inferior.
Alexandre Fabian
Aprender uma ou duas palavras em chinês também não é o fim do mundo... acho. Gostei da ideia.
John Maverick
Apesar de saber instalar, não tenho a menor vontade em usar custom roms, gosto de usar o aparelho como foi projetado pela fabricante
Lorena Krauss
Eu tenho um Redmi Note 3 PRO e estou satisfeita. Tive um Nexus 4 e Nexus 5 antes. A câmera é ótimo quando tem sol, com luz artificial (ou pouca natural) ela piora demais. Tirando isso, não tenho do que reclamar.
Arley Martins
Eu tbm pensei e provavelmente farei isso. É bonito e um preço que cabe no bolso e pelo tamanho acredito que nem taxado será pela alfadega.
Maico Andrade
Testou na epoca subir uma ROM custom? Creio que a cyanogen era compativeis com esses modelos. Colega aqui do escritorio subiu, acredito que no Red Mi 2 pro, e ele ficou bala!
John Maverick
A questão pra mim é primordialmente o software. Eu até curti a Miui esteticamente falando mas com tanto bug assim fica difícil. Em relação ao hardware eu até "tolero" os descascamentos porque utilizo sem capa mesmo, e a mesma coisa aconteceu no meu antigo S4. No ano que vem cogito algum aparelho da Samsung ou Motorola, mesmo essa nova identidade dos produtos na gestão Lenovo serem de um gosto (bastante) duvidoso.
Maico Andrade
Pensando na mesma "linha" do S8, existe o Mi6 e/ou Mi5s com modelos feitos em cerâmica e com uma otima camera, de acordo com reviews. Se algum dia tiver a oportunidade de comprar um smart da Xiaomi, iria nesses, pq acredito que o valor pago nos que vc citou, vale o hardware do produto.
John Maverick
Sim, realmente é uma pena, são aparelhos bem construídos pelo valor cobrado, mas depois de 2 experiências frustrantes ano que vem eu vou de outra marca, provavelmente o S8 caia de valor com o lançamento do S9 e possa ser uma opção interessante. Tenho um Tab A da Samsung e nunca tive problemas com o sistema nem com o hardware. Mas como disse, Xiaomi pra mim só daqui a uns anos (ou não). Abraço.
Luiz Vitor Monteiro
Uma pena ter ocorrido isso com você, amigo. Eu ainda não tenho nada a reclamar da Xiaomi. Tive um Redmi 2 Prime e agora um Redmi 3 Prime e nunca houveram problemas com o sistema, a não ser por minha curiosidade. Já a câmera, posso afirmar com certeza que não são tão ruins assim. As do meu aparelho são melhores que as do Moto G3 (comparando com o de uma amiga) e Zenfone 2 (comparando om o da minha irmã). De qualquer forma, ainda recomendo os aparelhos, mesmo sendo mais baratos. Bem, os aparelhos da linha Mi tem melhores acabamentos e câmeras, você pode testar um deles, talvez goste. Ate mais.
Diego Nascimento

1.000x mais bonito que o da épou.

Exibir mais comentários