Início » Mobile Negócios » Maior casa de câmbio vai enfim dar suporte ao Bitcoin Cash

Maior casa de câmbio vai enfim dar suporte ao Bitcoin Cash

Por
04/08/2017 às 14h38
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

A Coinbase, a maior casa de câmbio de moedas digitais do mundo, se rendeu ao recém-lançado Bitcoin Cash (BCC ou BCH): temendo entrar em uma enrascada, a empresa havia decidido não apoiar a iniciativa, mas mudou de ideia ao perceber que a nova criptomoeda se tornou rapidamente uma das mais valiosas do mercado.

O Bitcoin Cash surgiu no início do mês por decisão de um grupo que achava que o Bitcoin original (BTC) não estava dando mais conta da demanda de transações. O sistema tradicional só permite sete transações por segundo. Por conta disso, muita gente tinha que aguardar dias para que suas operações pudessem ser concluídas.

Uma mudança capaz de aumentar a capacidade de processamento do Bitcoin foi proposta e implementada (o SegWit), mas um grupo liderado pelo ex-engenheiro do Facebook Amaury Sechet argumentou que isso não seria suficiente. É daí que vem o Bitcoin Cash: trata-se de uma implementação do Bitcoin, mas com limite de transações até oito vezes maior.

Só que o assunto é polêmico: há gente que acredita, por exemplo, que o aumento de capacidade dificultará o processamento de blocos por usuários individuais, deixando o controle do ecossistema nas mãos de poucas organizações. Além disso, algumas empresas temem que a nova moeda digital fracasse e gere prejuízos.

A Coinbase estava no grupo das organizações que desconfiavam da nova proposta, razão pela qual decidiu não negociar o Bitcoin Cash em sua plataforma. A intenção da empresa com a decisão era, declaradamente, manter a hegemonia do Bitcoin original.

Para reforçar a resistência à ideia, a Coinbase também comunicou aos seus clientes que não permitiria que eles usassem seus valores no Bitcoin tradicional para reivindicar direitos em Bitcoin Cash — os usuários que já tinham bitcoins ganharam a mesma quantidade de moedas em Bitcoin Cash no momento da divisão.

Coinbase

Não deu outra: em pouco tempo, a Coinbase viu a sua base de clientes diminuir sensivelmente. Na mesma intensidade, a quantidade de reclamações aumentou. Isso explica, provavelmente, a decisão da empresa de mudar de postura tão rápido e passar a dar suporte ao Bitcoin Cash.

Em post no blog da Coinbase, David Farmer, diretor da empresa, disse que a plataforma reconhecerá a nova criptomoeda até 1º de janeiro de 2018. Mas o mesmo comunicado mostra que a Coinbase ainda está cautelosa: o suporte só será dado no prazo informado “se não surgirem riscos adicionais durante esse período”.

Outro sinal de cautela é que as transações (compra e venda da moeda) só serão suportadas em data posterior. O suporte a ser ativado até o início de 2018 valerá somente para retiradas. Enquanto isso, tanto os valores em BTC quanto em BCH serão armazenados em segurança, afirma a empresa.

Muita gente não ficou satisfeita. Nos comentários do post oficial sobre o assunto, tem até usuários acusando a Coinbase de reter os valores para fins obscuros.

É uma novela que ainda vai render muitos capítulos.

Com informações: Business Insider, TechCrunch

Tecnocast 071 – Vale a pena investir em bitcoin?

Não é por acaso que tanta gente vem falando sobre Bitcoin. A criptomoeda já chegou a valorizar mais de 10.000% em apenas um ano e bateu recordes históricos em 2017: um único bitcoin passou a valer mais de dez mil reais. E muita gente acredita que o Bitcoin não apenas continuará essa subida exponencial, como um dia poderá substituir a moeda que nós temos.

Calma! Será que vale a pena investir em bitcoins? O que é minerar? O Bitcoin será a moeda corrente mundial? Como uma blockchain vive, se alimenta e se reproduz? Dá o play que a gente conta tudo!

  • Kaio

    Quem tinha 1 milhão em bitcoin agora tem 2 milhões?

    • Gabriel

      Quem tinha 1 BTC agora tem 1 BTC e 1 BCH (Isso se o BTC estivesse em carteira própria).
      Com o BTC a 2859$ e o BCH a 290$, quem tinha 1 milhão em bitcoin agora não tem 2 milhões.

      • Kaio

        Tá, mas ele ainda ganhou uns 10% sobre o que tinha antes com a criação da nova moeda?

        • Gabriel

          Então, dia 2 o BCH tava uns 700$. Se tivesse vendido por esse preço, o ganho seria maior.

      • 868686

        E quem tem BTC em exchange, também recebe o equivalente em BCH?

    • Ligeiro

      Vou tentar uma analogia boba:

      Imagine se um país sair da Zona do Euro, por exemplo a Espanha. Teoricamente com isso, os espanhois voltariam a moeda anterior deles, a Peseta.

      Para evitar uma espécie de “reclamação” da população, que vive de negociações na Zona, as pessoas teriam o tanto de Euros que tem em carteira em Pesetas, mas teriam as duas moedas e poderiam gastar até o fim do estoque do Euro que tinha na mão no mercado interno até uma data, só ficando com as Pesetas, e depois negociando as pesetas no mercado interno (Espanha) e o Euro apenas no mercado externo, geralmente fazendo câmbio quando necessário.

  • Ricardo Bahia

    Bitcoin Cash está se desvalorizando (https://www.viabtc.com/quot/realtime?currency=btc&dest=bcc&chart=simple) mas, vai que… aconteça com ela o que aconteceu com o BitCoin? E se, um dia, se unam numa moeda só? É uma aposta.

    • dojootaku

      Como dois blockchains vão se unir em um só, fiquei curioso.

      • Deilan Nunes

        nao vao se unir…agora sao duas moedas diferentes

    • Anakin

      o blockchain só da pra separar, nunca unir

  • Anayran Pinheiro

    Não adianta, bitcoin pode ter um imenso valor, mas não é mais importante que o dólar que eles ganham nas transações, hahaha