Pobre Snapchat. Seus recursos vêm sendo copiados sem dó pela concorrência, especialmente pelo Facebook. O Google também vai se juntar a esse grupo, mas sem implementar Stories: em vez disso, eles planejam imitar o Discover.

Trata-se de uma área no Snapchat que reúne notícias de forma atraente para usuários mais jovens. Ele exibe uma série de imagens, GIFs e vídeos em tela cheia com uma prévia do conteúdo, semelhante às Stories; você desliza para cima se quiser saber mais.

De acordo com o Wall Street Journal, o Google está desenvolvendo um recurso chamado “Stamp” que é semelhante ao Snapchat Discover. As notícias teriam o formato “de vários slides deslizáveis abrangendo texto, fotos e vídeo”.

O Stamp provavelmente deve aparecer nos resultados de busca, logo abaixo da barra de pesquisa, sem exigir apps adicionais. É algo mais abrangente que o Snapchat e seus 158 milhões de usuários diários.

O serviço foi criado com base na tecnologia AMP para carregamento rápido de páginas web, e daí vem seu nome (story + AMP = Stamp). Washington Post, Time, CNN, Vox Media e Mic estariam planejando participar.

Rumores dizem que o Google tentou comprar o Snapchat por US$ 30 bilhões no ano passado, antes de sua estreia na bolsa de valores, mas a oferta foi recusada.

Com informações: Wall Street Journal, SlashGear.

Tecnocast 065 – Qual é o limite do plágio?

O Snapchat é só mais um formato de transmissão de conteúdo: seu potencial não está em sua base de usuários ou na sua marca, e sim no formato que inventaram. E um formato é algo muito fácil de se copiar — vide o conceito de timelines.

Mas até onde é válido copiar? Dá o play e vem com a gente:

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Sckillfer
Soubesse administrar pelo menos... Não é burrice se a companhia é uma relização maior do que o dinheiro, mas recusar oferta atás de oferta e afundar a companhia, é ser formado na Academia Microsoft de como ser uma fracassado (mesma do ex-CEO da Nokia)
Cássio Amaral
Hauahauahua, genial a citação kkkkk.
Cássio Amaral
30 bilhões de dólares. TRINTA BILHÕES de dólares e o cara não vendeu a companhia. Agora todo mundo copiou os principais recursos, e daqui a pouco ninguém se lembra do aplicativo do fantasminha, é um gênio mesmo.
DumbSloth87
"notícias de forma atraente para usuários mais jovens" traduzindo: imagenzinha animadinha pra atrair a criancinha que se distrai facilmente. Puta geração merda ein? Sim, tô falando da minha própria geração (os tals millenials).
Deilan Nunes
Acho q daqui uns anos o snap so vai valer o direito de poder processar as cópias
Renan Araújo
Stamp do Google tipo o Discover do Snap tipo o Moments do Twitter?
C. Herrera
"Pobre Snapchat. Seus recursos vêm sendo copiados sem dó pela concorrência..." ...que mostra toda a sua INCAPACIDADE de criar, inovar ou atrair (novos) usuários por méritos próprios. No mundo corporativo, assim como na Natureza, não existe "dó": adapte-se, evolua ou seja extinto, mas não deixa de ser uma lástima ver como corporações agem e, dado que estas são feitas por pessoas, temos aí mais uma amostra de como a nossa espécie - que se diz superior - é.
robertha fechativa
ow gente coitado do snap.... essa é a única função legal que ninguém tinha copiado ainda...
Panino, o Manino
Snapchat é mesmo o WebOS/Meego Harmattan dos tempos atuais não é? Todo mundo copia um pedaço do defunto.
Paul
Já ñ basta o Facebook ter ''enterrado'' o já quase morto Snapchat, ainda vem o Google querer jogar as pás de terras na cova? Hahahah
Ricardo Bahia
Vão se arrepender de não terem pegos os 30 bi...
Agent Cooper
Como diria o filosofo Bueno: "ih la vem mais, virou passeio".