O domínio do Chrome não intimida a Mozilla: determinada a conquistar mais usuários (ou, pelo menos, a manter a base atual), a organização lançou o Firefox 55 oficialmente nesta terça-feira (8). A novidade traz suporte a recursos de realidade virtual, inicialização mais rápida e, como de hábito, promessa de mais desempenho.

Firefox

De acordo com a Mozilla, o Firefox para Windows é, a partir de agora, o primeiro navegador para desktop a oferecer suporte nativo à WebVR, API que permite a execução de aplicações de realidade virtual diretamente no browser. O padrão é compatível com dispositivos como Oculus Rift e HTC Vive.

A ideia é permitir, por exemplo, que você experimente um aplicativo ou jogo com realidade virtual diretamente da web. É possível encontrar algumas experiências no site Mozilla VR.

Embora bem-vindo, a WebVR deve beneficiar apenas uma pequena parcela de usuários. Mas o Firefox 55 não se limita a isso. Graças ao projeto Quantum Flow, que visa melhorar o desempenho do navegador em vários aspectos, a nova versão também traz inicialização mais rápida quando várias guias de uma sessão anterior são restauradas.

No desempenho geral, a Mozilla ressalta que a versão de 64 bits do Firefox para Windows está mais rápida e menos suscetível a erros — testes mostram que o navegador reduziu o índice de falhas em 39% em computadores com 4 GB de RAM.

Firefox 55

Outros atributos incluem buscas mais rápidas na web a partir da barra de endereços, bloqueio por padrão de Flash (é necessário clicar no conteúdo para ativar a execução) e uma área no menu Opções para ajuste da quantidade de processos que o navegador pode abrir — o padrão é quatro, mas a própria Mozilla sugere que esse número seja aumentado se você tiver um computador com 8 GB de RAM ou mais.

Firefox 55 - configurações

Se ficou parecendo que o Firefox 55 trouxe avanços significativos, mas pouco empolgantes, pelo menos a novidade ajuda a preparar terreno para a chegada do Firefox 57: em entrevista recente à CNET, o CEO da Mozilla Chris Beard afirmou que essa versão vai ser um “big bang” por conta da quantidade de recursos que trará, incluindo design renovado e motor de renderização totalmente novo.

Enquanto isso, o Firefox 55 pode ser baixado aqui.

É o fim da guerra dos browsers?

Em um passado muito distante (pelo menos em anos de internet), um dos passatempos preferidos dos aficionados por tecnologia era testar vários navegadores diferentes. Assim, metade dos tópicos em fóruns de tecnologia eram de usuários enaltecendo os novos recursos do seu navegador predileto.

Mas, de acordo com Andreas Gal (ex-CTO da Mozilla), esses tempos ficaram para trás. O Chrome não só venceu, como é bem possível que todos os seus concorrentes estejam mortos em dois ou três anos (menos o Safari). Será? Discutimos o assunto no Tecnocast 070. Dá o play e vem com a gente!

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

guilherme ferreira
Algumas vezes porém desde a última atualização ficou muito leve o FF
Dekamaster
Não é isso que está escrito no texto
Dekamaster
Nem só de engine vive um navegador, o Opera tem features legais como poder fechar todas as abas e ainda assim manter o navegador aberto, facebook messenger/telegram/whatsapp web integrado na barra e a feature que eu mais gosto, destacar um video rodando e poder arrastar somente o video para qualquer lugar. Sempre uso isso pra destacar um video do youtube e deixar ele rodando por cima de um jogo que eu esteja rodando em fullscreen. XD
TIGOS

Dificil acreditar em "mais desempenho" quando o navegador é o Firefox

Opera e Vivaldi são os únicos fazendo algo que presta nesse quesito.

Raposa fogosa está devorando CPU ultimamente

Anderson Freitas
Dificil acreditar em "mais desempenho" quando o navegador é o Firefox Opera e Vivaldi são os únicos fazendo algo que presta nesse quesito. Raposa fogosa está devorando CPU ultimamente
Rafael F. Silva
Você também sofre com o problema de delay ao digitar no firefox?
Rafael F. Silva
Eu costumo deixar abas abertas no meu desktop e ler depois no meu tablet pelo firefox. Além disso, senhas, histórico e favoritos são todos compartilhados.
vin
Você baixou a versão alpha (instável, de desenvolvimento).
Danilo Azevedo
Você pode importar facilmente os favoritos do Chorme pelo Firefox, não sei quanto às senhas salvas. O que seria "suporte multi-dispositivos"? O Firefox Sync existe há anos e sincroniza tudo (preferências, histórico, favoritos, extensões, abas abertas, etc) entre vários dispositivos.
Thiago Moraes
Ué aqui cliquei no link para baixar o firefox e fui em todos os idiomas e olha qual eu baixei: firefox-57.0a1.pt-BR.win32.installer. Num era para ter somente a versão 55 ainda?
Veritas
Pois é... só notei agora. Mas estou usando ele perfeitamente no Firefox 54.0.1 (64-bit).
Matheus Fernal
Pelo que vi o Prospector está descontinuado. :(
Veritas
Bom, tem várias extensões para ele que fazem mudanças na interface. Exemplos: Stylish e uma maravilha chamada Mozilla Labs: Prospector - LessChrome HD (feita pela própria Mozilla). Aliás, testa a Mozilla Labs: Prospector - LessChrome HD por um tempo que tu não vais mais conseguir viver sem ela. :)
Gabriel_Queiroz
Desde que descobri o Firefox nunca usei outro, isso foi em 2000. Era chato quando tinha atualização todo mês, mas mesmo assim não vi motivos para trocar. E a pergunta, existe outro navegador?
Veritas
As últimas versões do Firefox estão cada vez melhores. E a quantidade de extensões para ele ainda é um diferencial muito grande!
Exibir mais comentários