Início » Negócios » Essential já vale mais de US$ 1 bilhão mesmo sem entregar nenhum smartphone

Essential já vale mais de US$ 1 bilhão mesmo sem entregar nenhum smartphone

Emerson Alecrim Por
2 anos atrás

O Essential Phone nem chegou ao mercado, mas já é um grande sucesso. Pelo menos é o que a gente pode presumir com o valor de mercado que empresa responsável pelo aparelho alcançou recentemente: mais de US$ 1 bilhão, um feito e tanto para um negócio que não tem nem dois anos de existência.

essential phone

A Essential Products, como é chamada a companhia, foi criada por Andy Rubin, o "pai do Android". O desenvolvedor deixou o Google em 2014 e, desde então, vem dedicando boa parte do seu tempo ao Essential Phone, aparelho que promete elevar a experiência de uso dos smartphones e, assim, causar uma revolução no mercado. Ou algo próximo disso.

Para tanto, o Essential Phone terá hardware avançado, que inclui tela LTPS de 5,71 polegadas, processador Snapdragon 835, 4 GB de RAM e duas câmeras de 13 megapixels na traseira (uma é monocromática e serve para ajudar a capturar mais luz).

Entre os demais atributos estão o uso de titânio e cerâmica no acabamento externo para reforçar a resistência do dispositivo e um conector magnético na traseira para facilitar o encaixe de diversos acessórios.

Essential Phone - acessórios

Do ponto de vista técnico, a ideia é interessante. Mas, até agora, tudo não passa de expectativas. E se o dispositivo não conseguir cumprir todas as promessas ou tiver uma falha importante não identificada na fase de projeto, por exemplo?

A desconfiança não é exagero, ainda mais se levarmos em conta que, até agora, ninguém pôde testar o Essential Phone. Mas os questionamentos não estão afetando o interesse pela empresa: de acordo com Tim Culpan, colunista da Bloomberg, a Essential acaba de alcançar US$ 1,2 bilhão de valor de mercado, aproximadamente.

Em julho, o valor da Essential era estimado em pouco menos de US$ 1 bilhão. Os novos números indicam que a companhia está ganhando força à medida que o lançamento do smartphone se aproxima: a expectativa é a de que o Essential Phone seja apresentado oficialmente no dia 25. Na semana passada, Rubin chegou a divulgar fotos do dispositivo em linha de produção.

Os detalhes acerca do projeto ainda são escassos, mas as poucas informações disponíveis indicam que a valorização da Essential não é mera sorte. Rubin tem fechado boas parcerias para tocar a iniciativa. As mais recentes envolvem Amazon e Tencent: ambas fizeram, juntas, um aporte de US$ 300 milhões na empresa, montante que deve ajudar a cobrir os custos iniciais de produção.

Vale frisar que, além do Essential Phone, Rubin trabalha no alto-falante inteligente Essential Home.

Com informações: The Verge