A HTC vive eternamente em apuros. Ela já foi grande no passado, mas acabou ficando atrás da Samsung, Motorola, LG e tantas outras. Ela vem se esforçando para ganhar espaço no mercado de smartphones, e até mesmo de realidade virtual, mas parece que está se preparando para jogar a toalha.

De acordo com a Bloomberg, a HTC contratou um assessor para explorar vários caminhos para a empresa. Um deles seria vender a divisão Vive de realidade virtual.

Estimativas dizem que o HTC Vive vende mais que o Oculus Rift, do Facebook — foram mais de 190 mil unidades no primeiro trimestre, de acordo com a IDC. Recentemente, seu preço foi reduzido de US$ 799 para US$ 599. Eles também estão trabalhando com o Google para criar um headset VR autônomo, que não depende do smartphone nem de um PC.

Outra opção, significativamente menos provável, é vender a empresa inteira. Seria difícil encontrar um único interessado nos dois grandes negócios da HTC — smartphones e VR — por isso ela deve passar por uma cisão.

A divisão de smartphones está em uma situação complicada. O HTC U11 foi bastante elogiado, mas tem dificuldade nas vendas: ele está disponível apenas na Sprint, e a maioria dos americanos compra celulares junto às operadoras. Segundo a ComScore, a participação de mercado da HTC nos EUA é de 2%.

Rumores dizem que ela vai fabricar o Google Pixel 2; o modelo XL maior ficaria a cargo da LG. A primeira geração dos Pixel foi toda feita pela HTC.

Com informações: Bloomberg, The Verge.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Vitor Aleksandr
Sunto muita saudades dos htc que tive X_____X
Comentário Mil Grau℗

Como funcionalmente os smarts da HTC eram péssimos? A Sense era a modificação do Android mais bem pensada e feita, deixava o aparelho totalmente leve e funcional a ponto da imprensa falar que batia de frente com o Android puro do Google. Se fosse falado da TouchWiz tudo bem, agora da Sense...

Hj em dia tudo mudou, novas empresas apareceram e colocaram novas filosofias de como fidelizar seus cliente e criar smartphones bons, a HTC parou no tempo, tanto que depois da transição do ex-CEO demorou para eles mudarem suas filosofias de trabalho. HTC One M9 foi um fiasco, assim como o A9 e suas variantes e sucessoras. Tentou mudar isso com o 10, mas todos falavam que era o melhor smarthone lançado atrasado.

Sempre a HTC foi sinônimo de qualidade, era uma das que dominava o mercado Android, mas começou a tomar atitudes errôneas e subestimou a concorrência. Tanto que o último smartphone que chamou a atenção de todos foi o M7, de lá pra cá o M8 tentou repetir a fórmula, até vendeu bem, mas sua câmera era o ponto fraco, M9 nem se fala e o 10 foi lançado no ano errado, mas não deixou de ser um dos melhores smartphones do ano passado.

Comentário Mil Grau?
Como funcionalmente os smarts da HTC eram péssimos? A Sense era a modificação do Android mais bem pensada e feita, deixava o aparelho totalmente leve e funcional a ponto da imprensa falar que batia de frente com o Android puro do Google. Se fosse falado da TouchWiz tudo bem, agora da Sense... Hj em dia tudo mudou, novas empresas apareceram e colocaram novas filosofias de como fidelizar seus cliente e criar smartphones bons, a HTC parou no tempo, tanto que depois da transição do ex-CEO demorou para eles mudarem suas filosofias de trabalho. HTC One M9 foi um fiasco, assim como o A9 e suas variantes e sucessoras. Tentou mudar isso com o 10, mas todos falavam que era o melhor smarthone lançado atrasado. Sempre a HTC foi sinônimo de qualidade, era uma das que dominava o mercado Android, mas começou a tomar atitudes errôneas e subestimou a concorrência. Tanto que o último smartphone que chamou a atenção de todos foi o M7, de lá pra cá o M8 tentou repetir a fórmula, até vendeu bem, mas sua câmera era o ponto fraco, M9 nem se fala e o 10 foi lançado no ano errado, mas não deixou de ser um dos melhores smartphones do ano passado.
Je Suis Harambe
Os Smarts da HTC eram só mais bonitos a ponto de fazer frente aos iPhone que até 2012 era o smartphone mais bonito funcionalmente eram péssimos eu tive um Butterfly, lindo mas péssimo, se você já usou a TouchWiz desse período é pq não conheceu a UI da HTC
Don Ramón
Anúncio de venda: "Vende-se uma divisão da empresa! Ou a empresa toda!" Até Gal e Caetano ficariam confusos com uma coisa dessas...
@Sckillfer

Só o bagaço

@Sckillfer

O Rift também. Qual seu ponto?

Sckillfer
O Rift também. Qual seu ponto?
Sckillfer
Só o bagaço
@Sckillfer

"Ela vem se esforçando para ganhar espaço no mercado de smartphones", onde? Que não tem nada de novidade em anos (remover a P3 não conta como inovação).

_Estamos em crise, o que faremos?
_Bora vender a única divisão que está dando certo
_Parece uma ótima ideia!

Sckillfer
"Ela vem se esforçando para ganhar espaço no mercado de smartphones", onde? Que não tem nada de novidade em anos (remover a P3 não conta como inovação). _Estamos em crise, o que faremos? _Bora vender a única divisão que está dando certo _Parece uma ótima ideia!
André Júnior
A Nokia poderia fazer essa aquisição....
Renan
Se tem poucos interessados fica difícil negociar o melhor preço
Comentário Mil Grau℗

Tenho um HTC One M7, puta aparelho até para os dias de hj. Lembro que a HTC era referência em smartphones de 2009 até 2012, depois não sei o que houve para haver tanto declínio, talvez por medidas erroneas no passado por parte do antigo CEO da empresa.

Se ela for vendida, espero que seja para uma empresa que saiba resolver os problemas e continue com a filosofia de smartphones premium. A Lenovo que eu achava que seria perfeita para a Motorola por conta da linha Thinkpad só estragou ela, várias variáveis do mesmo modelo igual a Samsung no passado. Estragou de vez a filosofia da Motorola antes, durante e pós aquisição do Google. Força HTC!

Comentário Mil Grau?
Tenho um HTC One M7, puta aparelho até para os dias de hj. Lembro que a HTC era referência em smartphones de 2009 até 2012, depois não sei o que houve para haver tanto declínio, talvez por medidas erroneas no passado por parte do antigo CEO da empresa. Se ela for vendida, espero que seja para uma empresa que saiba resolver os problemas e continue com a filosofia de smartphones premium. A Lenovo que eu achava que seria perfeita para a Motorola por conta da linha Thinkpad só estragou ela, várias variáveis do mesmo modelo igual a Samsung no passado. Estragou de vez a filosofia da Motorola antes, durante e pós aquisição do Google. Força HTC!
Exibir mais comentários