Início » Legislação Negócios » Nintendo vai ter que pagar US$ 10 milhões de indenização por patente no Wii

Nintendo vai ter que pagar US$ 10 milhões de indenização por patente no Wii

Por
01/09/2017 às 12h25
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Em 2013, uma empresa chamada iLife Technologies abriu um processo judicial contra a Nintendo sob a acusação de que a companhia japonesa infringiu uma patente ao criar o Wiimote, o controle sem fio do Wii. A decisão saiu agora: a Nintendo vai ter que pagar uma indenização de US$ 10 milhões à iLife. Mas poderia ser pior.

Nintendo Wii

Como você deve saber, o Wiimote capta movimentos realizados pelo jogador com o uso de sensores e acelerômetros. De acordo com o processo, a tecnologia empregada no controle tem como base um sistema criado e patenteado pela iLife cujo propósito é detectar movimentos que indicam que um idoso caiu, assim como monitorar bebês para evitar a chamada síndrome da morte súbita.

Os advogados da iLife alegam que essa tecnologia de monitoramento pode ser empregada em outras aplicações. Foi isso o que a Nintendo teria feito indevidamente.

A defesa afirma que a Nintendo não infringiu nenhuma tecnologia e que, para completar, a patente da iLife foi descrita de maneira incorreta, o que a torna inválida. Não colou.

Como a iLife processou outras companhias por motivos semelhantes, incluindo Fitbit e Under Armour, ficou parecendo que este é um caso de patent trolling, “modelo de negócio” relativamente comum nos Estados Unidos em que empresas tentam obter indenizações generosas com processos envolvendo patentes quase sempre obscuras.

Nintendo Wiimote

Mas tudo indica que iLife, Fitbit e Under Armour resolveram o assunto fora dos tribunais. A Nintendo, por sua vez, resolveu levar o processo até o final. O resultado, como a gente vê, foi favorável à iLife.

Sim, a Nintendo vai recorrer. Mas, caso não consiga anular a decisão, ao menos a companhia não terá que pagar o valor inicial: no processo, a iLife pediu US$ 4 de indenização para cada um dos 36 milhões de consoles Wii vendidos antes da apresentação do processo, o que daria US$ 144 milhões. Um tribunal de Dallas, nos Estados Unidos, concluiu que US$ 10 milhões de indenização é suficiente.

Na atual geração, a Nintendo também enfrenta problemas com patentes. No mês passado, a Gamevice processou a companhia com a alegação de que o Joy-Con do Switch viola uma patente relacionada aos controles do Wikipad, joystick acoplável que “transforma” o tablet em console portátil.

Com informações: Engadget, RollingStone

Mais sobre: , ,