A Xiaomi não vê problemas em se inspirar na Apple ao fazer seus próprios laptops. No ano passado, tivemos o Mi Notebook Air; agora, a empresa anuncia o Mi Notebook Pro, um MacBook Pro por um preço bem menor.

As especificações são boas. O modelo básico tem processador Core i5 da geração Kaby Lake Refresh, 8 GB de RAM, SSD de 256 GB e chip gráfico Nvidia GeForce MX150 (sucessor da linha 930M/940M). Ele custa o equivalente a R$ 2.650 na China.

O modelo intermediário tem processador Core i7, 8 GB de RAM, SSD de 256 GB e chip gráfico GeForce MX150, e sai por R$ 3.000. O modelo mais caro, por sua vez, tem quase as mesmas especificações — a diferença está nos 16 GB de RAM — e custa R$ 3.300.

O Mi Notebook Pro possui tela de 15,6 polegadas com resolução Full-HD, bordas finas e vidro Gorilla Glass 3. O teclado é retroiluminado, e o trackpad possui um leitor de digitais no canto superior direito.

Há duas portas USB-C e duas portas USB 3.0, mais saída HDMI, leitor de cartões SD/SDHC/SDXC e entrada 3,5 mm para fone de ouvido. A Xiaomi fez uma comparação com o MacBook Pro mais recente, que depende demais do USB-C:

O laptop roda Windows 10 Home e tem acabamento “cinza espacial”. Os alto-falantes duplos Harman Infinity têm suporte a Dolby Atmos. São 15,9 mm de espessura e 1,95 kg.

A Xiaomi também anunciou hoje o Mi Mix 2, com tela quase sem bordas; e o Mi Note 3.

Com informações: The Next Web, CNET.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Lucas Mateus

Discordo do lance de "mostrar status" eu não sei para o que vocês usam computador, pra mim é uma importante ferramenta de trabalho, e o mac executa essa função com louvor.

maausone

SSDs M2 de 120GB, atualmente, podem ser adquiridos por preços a partir de $280; um valor não tão razoável, mas que, em promoções, pode cair pela metade. Desempenho de um ssd barato é inferior, e MacOS é otimizado para o mac; duas coisas que podem ser compensadas por um hardware pouco mais parrudo. Bateria, é só ver um note que tenha uma com capacitância elevada e mais células; os modelos gamer têm autonomia bem alta em uso cotidiano, e ainda oferecem uma placa de vídeo excelente para cadistas e afins. A conta fecha contra a Apple pelos valores absurdos, a princípio. O W10 é mais suscetível a malwares; mas não imagino que a pessoa que queira adquirir algo melhor poupe no antivírus/antispyware/firewall/etc., ainda que tenha um mac. E há opções de proteção gratuitas com boa eficácia. Falando em gratuito, ubuntu e congêneres têm alta proteção "nativa", mas dependem de muita prática para lidar; há para eles softwares profissionais disponíveis, mas tem que suar. Mac termina por ser bom para quem quer mostrar status, não parecer que quer jogar battlefield durante o expediente e ter pouca dor de cabeça.

Jonata Silva

O SSD empregado no notebook da Xiaomi tem essa mesma velocidade e, também pode-se ter muito mais que essa leitura e gravação usando um M.2 (Notebook da Xiaomi Possui conectividade). Tudo isso por 1/4 do preço de um macbook. Macbook é "status" e não "desempenho"

Anderson Rodrigues

imagina um deepin ali q lindo q ia ficar

Fernando
Eu dizia que esse notebook da Xiomi poderia ser baseado em Linux e nao Windows. Eu tenho um notebook dualboot com Linux e é muito bom. Sobre portabilizar varios apps pra varias plataformas como vc disse, meu amigo, minha opiniao é que tudo estara na nuvem (e muita coisa ja esta). Voce so precisa de um navegador, o resto vc ja faz online. O Office já tem online, seja o sistema que usar, vc consegue usa-lo. A unica grande empresa que nao tem (ainda) aplicaçao online similar ao instalado é a Adobe. O dia que a Adobe lançar seu pack de softwares tudo online, acessivel a qualquer sistema, bastando ter uma assinatura mensal + navegador com internet, aí meu caro, pouco vai mudar ter Windows, Mac ou Linux. E o dia que isso acontecer, eu só vou usar Linux.
Carlos Pacheco
Eu já usei e fiz manutenção (lembrando que manutenção NÃO é reparo) em Macbook, iMac, iPhone e iPad... E digo, é a mesma bost* que um aparelho qualquer. Trava igual, faz a mesma porcaria que um celular de $800 paus, tem os mesmos defeitos de um PC/Notebook comum. Só serve para arrogantes sair dizendo por aí que tem um aparelho com uma maçã e que pagou caro por isso... É Apple por fora e, Intel/AMD/NVidia, Seagate/WD/HGST, Hynix/Corsair, Philips/Panasonic, Broadcom e etc por dentro. Prefiro pensar como alguns profissionais fazem, monitor Eizo, Dell Precision e uma mesa Wacom. Mesma performance e melhor preço... Mas é uma opinião, use Apple, se te faz diferença e feliz. Não é eu aqui no Disqus que vai mudar sua vida...
Marcos Andrade
Estou estudando muito a ideia de importar um, a única equação que não consegui resolver é, em média um com I5 sai por R$ 3.000,00 sendo que pode ser taxado em 60% o valor saltaria para R$ 4.800,00 :(. Aí pagar esse valor e não ter assistência/garantia, complica. A outra questão é que não sei se a memória ram possui slot ou é soldada na placa mãe, como os Air 12 e 13. Uma grande vantagem é solt para dois SSDs, isso é ótimo.
Marcos Andrade
O MacOS não é baseado em Linux e, sim, em UNIX (mais precisamente um BSD). O Linux não usa Kernel UNIX, na verdade o Linux É o kernel, tanto que o nome correto do sistema é GNU/Linux (junção das ferramentas GNU com o kernel Linux). Pq as empresas não laçam seu próprio OS? Dois fatores, o custo de desenvolvimento é alto, mais fácil pegar um pronto), outra questão é se cada empresa criar seu próprio OS, provavelmente os desenvolvedoras de aplicativos não iriam portar seus aplicativos para todas os sistemas existentes (ou não portariam para nenhum deles ou quase nenhum), imagina o custo de portar todos os aplicativos para, por exemplo, 15 sistemas operacionais diferentes é inviável. Com tudo isso estes novos OSs teriam pouca oferta de aplicativos o que tornaria os mesmos em um fracasso.
Marcos Andrade
Exato.
Marcos Andrade
Eu estou querendo muito comprar um Xiaomi air pro, me parece um excelente custo benefício. Porém quem fala que Apple é porcaria é pq nunca usou (99% dos haters da Apple nunca tiveram um), sem contar que vc tem que fazer uma reflexão, nada adianta ter um carro com motor de 1000CV e chegar no máximo a 200km/h e faz 8 km/l. Enquanto um de 800CV chega a 300km/h com 15km/l. A mesma coisa ocorre entre iPhone e Android, muitos caem num erro em falar meu android tem 4Gb de ram enquanto seu iPhone apenas 2Gb, isso ocorre pq o iPhone não precisa mais que isso, o Android gerencia mal a ram. Tive iPhone durante anos, hj tem android (estou satisfeito), mas fico neurótico em fechar constantemente os apps pois consome muita ram (isso que o android 7, já evolui nesse quesito em relação aos anteriores, veremos como vai ser o 8), no iPhone nunca me preocupava em fechar nada. Uma coisa é certa a Apple sabe otimizar bem seus equipamentos, isto é inegável e fácil de comprovar, a Apple não vende poder bruto e sim desempenho. Se acha que não vale a pena pagar o valor ou prefere outro sistema, entendo. Mas falar que é porcaria é no mínimo falta de conhecimento. Antes que falem não sou fanboy de marca. Trabalhei muito tempo em alguns estúdios de gravação de áudio/música, uns usavam MAC outros Windows, neste quesito não tem nem comparação, a maçã dá um baile, porém o Windows vem evoluindo e já está bem atrativo nesta área de áudio/vídeo.
Allan Fabian

Para comparar as maquinas, seria o Macbook com o MacOS e os Surface Pro Laptop com o Windows.
Ai sim seria uma comparação adequada.
Eu mesmo uso mais Macbook+MacOS do que Windows.
Atualmente estou com um Macbook Pro 13" 2012 no-Retina com i5, 16GB DDR3L, 1TB SSD (500GBx2 Raid 0) e um Dell Inspiron i5, 8GB DDR3L, 1TB HDD e Windows 10 Pro.
E para mim a combinação melhor é do Mac, mas para outros caso uso o Dell com Windows.

Renan Rufino
Seria uma boa ideia mas ia ser mais ou menos como o Windows Phone
Marsupial radical
^^^^^^^^^^^^^ISSO^^^^^^^^^
José Vieira
Parece que a Pixar não concorda com você... rs
Arthur Soares
Xiomi: Apple dos pobres uhauhauhahua Por isso eu tenho aparelhos deles
Exibir mais comentários