Início » Jogos » O auge e o declínio da era do abandonware

O auge e o declínio da era do abandonware

Avatar Por

Meu vício internético de longa data (em 1995 eu já estava enchendo o saco de estranhos na internet) me tornou uma espécie de pioneiro entre meus amigos. Fui o primeiro da minha turma a descobrir mIRC, ICQ, Napster, 4chan, emuladores e abandonwares.

A descoberta dos abandonwares foi uma das que mais me cativaram. Era 1999, se não me engano, e eu encontrei muito aleatoriamente um site com diversos joguinhos que jogava no IBM 386 do meu pai, como Alley Cat ou Lunar Lander.

O próprio nome da categoria era exótico. Abandonware: programas abandonados. O termo insinuava a ideia de um baú enterrado com vários joguinhos gratuitos deixados para trás, para serem encontrados anos mais tarde. E de fato era assim que eu me sentia ao encontrar aqueles joguinhos que eu não conseguia parar de jogar seis ou sete anos atrás.

GTA 1: de graça, até injeção na testa.

GTA 1: de graça, até injeção na testa.

Eu trouxe, muito animado, a descoberta para os meus amigos da escola. Infelizmente nem todos eram filhos de técnico de informática como eu (a segunda geração de técnicos de informática são sempre, invariavelmente, o tipo que cresceu rodeado de computadores – e por associação, por jogos de computador), e encontrar BurgerTime.exe vagando perdido na internet não era algo tão incrível para eles. Entretanto, não demorou para encontrar na internet um novo grupo de amigos saudosistas que apreciam as velharias digitais tanto quanto eu.

Assim como emuladores, os abandonwares beiravam a margem da legalidade. E havia também as regrinhas não-oficiais, passadas de boca em boca com suposta autoridade. “Jogos com mais de cinco anos de idade são automaticamente abandonware”, diziam alguns sites, e repetiam os fãs. Era tão desorientado como o argumento de que ROMs são legais “se você possuir o cartucho dos jogos, e se você nunca deixá-las no HD por mais de 24 horas”.

Lembro que todo site de ROMs anunciava esse mandamento, como se esse aviso os tornassem incapazes de sofrer as punições legais por infração de direitos autoriais.

Hoje tais considerações soam incrivelmente ingênuas. Até parece que a Nintendo acha bonito que você baixe (ou pior, hospede no seu site!) Super Mario World contanto que tenha ganho o jogo de aniversário 13 anos atrás. Mas lembre-se que vivíamos a era áurea da internet velho-oeste. Não havia um esforço organizado em policiar o que rolava pelos tubos da internet na época.

Obviamente, os tempos mudaram. Hoje sabe-se que na verdade, os autores de software não perdem o direito de defender sua criação após míseros cinco anos. E há um esforço bem maior em tirar do ar sites infratores; enquanto abandonware era praticamente legítimo em 2001, hoje em dia nenhum site sério arriscaria manter uma seção homônima.

Mas há alternativas pra apreciar joguinhos clássicos. Entre os serviços de download digital destaca -se o Good Old Games, especializado em jogos antigos. Os preços são camaradas (variam entre 5 e 10 dólares), a seleção é bastante eclética, e o melhor: não há nenhum tipo de DRM envolvido na negociação.

Dá até vontade de usar o clichê “melhor que isso, impossível!” mas eu estaria mentindo, porque há uma alternativa ainda melhor: algumas empresas decidiram angariar o amor eterno dos fãs de suas franquias clássicas liberando-as para download gratuito. Command and Conquer, sua pseudo-continuação Red Alert, GTA 1, GTA 2… Todos estão disponíveis para download gratuito, basta que a pessoa digite os termos certos no Google.

Eu só espero que a moda pegue, porque algumas empresas precisam aprender com esses exemplos. A Blizzard, por exemplo, não oferece nenhuma forma de adquirir alguns de seus clássicos, como Warcraft II. É praticamente imperdoável. O único jeito é comprar um CD usado (em estado imprevisível de conservação) no eBay ou sites similares.

É uma pena, mas há esperança. Afinal, eu jamais poderia ter predito que C&C um dia seria freeware.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Tilão
Nossa, viajei bonito nessa.. rsrsrs. Foi justamente aqui que eu vi a notícia e peguei o link pra baixar.... malz ae.... :S
Rael B. Riolino
Hahaha, meu pai sempre assinou a Revista CD-ROM também... Meu PC vivia empestiado de demos e programas free que vinham junto! Que história é essa de Simcity do Céu e Inferno que eu não cheguei a conhecer??? Lembro do simfarm, eu jogo até hoje... Transport Tycoon... Sim Tower! =D
Rael B. Riolino
Só pra desenterrar um pouco mais... Alguém chegou a jogar o jogo "Hugo"... RPG/Adventure que você tinha que ESCREVER o que o carinha fazia? "Igor, press the red button!" Lendário! =D
Rael B. Riolino
Day of Tentacle também é um dos melhores Adventures da Lucas Arts que já joguei... Divertidíssimo! Para quem não conhece também, King Quest VI é demais! Fora os clássicos: Indiana Jones and The Fate of Atlantis, Monkey Island, The Dig, Full Throttle... Sinto-me orgulhoso por ter vivido esta época! =D
Rael B. Riolino
Tyrian é um dos melhores jogos de nave que eu joguei até hoje.... Ele com o Raptor... Jogos sensacionais! =D Alguém ai lembra do One Most Fall (OMF)? Jogo de luta de robôs?
Rael B. Riolino
Putz, Alley Cat... Esse era massa! Jet... Commander Keen! Saudade destes jogos... Eu ultimamente ando jogando Tyrian e jogos de NES (especialmente Megaman). Obs.: 5 dólares por um Abandonware? Está legal, mas poderia ser mais barato, em vista que na Steam ontem mesmo eu comprei o GRID (que é rescente) por US$ 6,00.... ou o Monkey Island Special Edition que paguei apenas US$ 2,50... De qualquer forma, hoje em dia os abandonwares estão mais fortes do que nunca, pois os consoles também estão resgatando títulos antigos e até lançando novos jogos no estilo 8 bits (Megaman 9 e 10). Até quem não participou desta época está podendo ver o que é um jogo de verdade... Dá-lhe Contra (NES) pra molecada de hoje em dia pra ver o que é jogo de verdade!
Darox
Na minha opinião , nenhum jogo substitui até hj o saudoso "street Rod." Muito bom texto.
Alex Ribeiro
Eu gostava dos RPGs de linha de texto, jogava muuuito lá pelo idos de 1995/6/7 rssss em Windows 3.1 e W95 depois.
Alex Ribeiro
Ainda hoje eu jogo Settles III Muito bom!
Hernani
4Chan O_o Fui saber da existência a pouco tempo via Tplayer
ChaosWarrior
Hehehe uns tempos atrás comprei um jogo de "sniper", que se ñ me engano se chamava "Atirador de Elite"(duh), baratim, 10 reais e falava q vinha um jogo classico completo de graça dentro..da Blizzard(meus olhos brilharam). Tive fé em Deus(hehehe) q era o Warcraft 2 versão completa com expansão q estava atrás já algum tempos...adivinha... Era ele mesmo!!! Qual a probabilidade? hehehe Fiquei feliz elevado ao infinito! Pergunta qual jogo joguei mais, o de sniper ou o W2? kkk =DDDDDDD
Matheus Bonela
Tyrian, cara. Quantas tardes gastas com esse joguinho sensacional. :D
Dan Rocha
Deu uma #nostalgia, acho que vou jogar mário! :P
Breno Brito
Olha só. Dark Void seria um belo abandonware se o pessoal não tivesse desenterrado o projeto e relançado junto com o novo Dark Void. O Dark Void Zero está disponível on Steam por 5 mangos... eu achei sacanagem, devia ser Free. Outra coisa, achei engraçado a steam quanto ao GTA 1 e 2. Eles estão com preço N/A, ou seja, n da pra comprar. Mas estão disponíveis em pacotes com vários outros jogos. E puts, viu... a Steam n liberou o GTA 1 e 2 pra download free =( (igual ela fez com o TrackMania, que tem uma versão Free na Steam). Agora vcs me dão licença q vou lá xingar a Steam e pedir o GTA pra download xD
Rafael
Ahh meu pai trouxe muito dessa revista aqui pra casa também! :)
Exibir mais comentários