Início » Brasil » iPhones 7, 6s e SE baixam de preço no Brasil

iPhones 7, 6s e SE baixam de preço no Brasil

Paulo HigaPor

A Apple anunciou a próxima geração de iPhones, que será lançada no Brasil até o final do ano, e aproveitou para reduzir o preço dos modelos atuais, como de costume. Todos os iPhones 7, 6s e SE estão menos caros no país, assim como o antigo Apple Watch Series 1.

Alguns modelos, como os iPhones 7 e 7 Plus de 256 GB, deixaram de ser vendidos no mercado brasileiro. Também não há mais a cor vermelha, que foi lançada em março. A redução foi maior no iPhone SE, que está com preços sugeridos até 20% menores. Esta é a lista de valores antigos e novos, compilada pelo MacMagazine:

  • iPhone 7 de 32 GB: de R$ 3.499 para R$ 3.199 (–8,6%)
  • iPhone 7 de 128 GB: de R$ 3.899 para R$ 3.699 (–5,1%)
  • iPhone 7 Plus de 32 GB: de R$ 4.099 para R$ 3.799 (–7,3%)
  • iPhone 7 Plus de 128 GB: de R$ 4.499 para R$ 4.299 (–4,4%)
  • iPhone 6s de 32 GB: de R$ 2.999 para R$ 2.499 (–16,7%)
  • iPhone 6s de 128 GB: de R$ 3.399 para R$ 2.999 (–11,8%)
  • iPhone 6s Plus 32 GB: de R$ 3.599 para R$ 2.999 (–16,7%)
  • iPhone 6s Plus de 128 GB: de R$ 3.999 para R$ 3.499 (–12,5%)
  • iPhone SE de 32 GB: de R$ 2.499 para R$ 1.999 (–20,0%)
  • iPhone SE de 128 GB: de R$ 2.899 para R$ 2.499 (–13,8%)

Houve mudanças também na Apple TV: o modelo convencional de 64 GB saiu de linha, enquanto o set-top-box de 32 GB continua sendo vendido por R$ 1.099. A Apple TV 4K já tem preço definido: R$ 1.299 (32 GB) e R$ 1.399 (64 GB).

Por fim, o Apple Watch Series 1, único que continua sendo vendido no país até a chegada do Series 3, sofreu uma leve redução: o relógio de 38 mm saiu de R$ 2.199 para R$ 1.999, enquanto o de 42 mm foi de R$ 2.349 para R$ 2.249.

E quanto vai custar o iPhone X, que será lançado nos Estados Unidos por US$ 999? A Apple ainda não divulgou o preço no Brasil, mas o ZTOP fez uma estimativa considerando o custo de frete, distribuição e varejo, além do imposto de importação e ICMS. Se o dólar não subir, um preço realístico para o modelo de 64 GB seria de aproximadamente R$ 4,6 mil. Prepare o bolso.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Ueritom Ribeiro Borges

Terá fluidez no meu bolso...kkkk

Mas falando sério, eu já usei os dois e a diferença não é tão grande assim. A menos que você compre um celular de entrada. Aí é outra conversa.

Ueritom Ribeiro Borges

De nada :P

Baidu feat MC Brinquedo
"Olar" é uma piada de internet (usada com mais frequência no Twitter). Obrigado por estragar a piada!
Ueritom Ribeiro Borges
Olá*
Bruno
kkkkkkkkkkkk
Rodrigo Moralles
Parece que eu errei, MacMagazine falando em R$5.999. Substimei a cara de pau da Apple kkkk
theTaripy
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Djjad

Talvez o contexto que expus sobre limitações pareceu uma fé cega ao iOS, mas me refiro que o sistema atende bem da forma que é pensado, razão de alguém estar ou preferir iOS versus Android, ao mesmo tempo que restringe certa liberdade do usuário de, por exemplo: instalar app pirata, pegar vírus, e principalmente lascar o sistema operacional.

Claro que há recursos no Android que poderiam ser copiadas e vice versa mas quem produz o iOS é que precisa justificar se porquê tal recurso deveria existir na maçã.

Jamais fui motivado a este pensamento de que o sistema deve continuar do jeito que está para sempre... Mas sim, por quais razões de não haver recurso X ou liberdade Y.

A Apple garante a segurança, mas: "meu sistema, minhas regras". Foi o que comparei com a limitação. Para isso, os mais avançados usam Jailbreak, fazem o que querem com ele e vivem felizes na liberdade, e também insegurança.

Você citou os vídeos. Ainda que vídeos você possa usar App que baixam e exportam para a galeria, baixar um MP3 sem usar o iTunes é um porre, sendo ele um processo bem moroso... mas imagina brechas possíveis em arquivos baixados de navegadores? O Fato da Apple limitar conteúdo dessa forma é tentar barrar as possibilidades de um usuário lascar o S.O do aparelho...E eu que prezo por isso acabo convivendo com este "limite"

Rafael
É caro, mas tem gente que pode e que quer comprar. Qual o problema?
Marcus Araújo
Se você, que está aqui porque aparentemente acompanha tecnologia, diz não encontrar limitações, então para você não há, ou simplesmente não se importa que elas existam. Só é falso dizer que elas não existem, já que isso parte unicamente de uma experiência pessoal sua. Não serei eu que irei elencá-las aqui, uma a uma, porque não quero me dar ao trabalho disso para mais uma vez responderem que nem usam recurso X ou Y, como se o mundo girasse em torno de cada um e não devesse atender a necessidades de terceiros. Não precisa hackear nada, somente saber do que cada sistema operacional é capaz. Android é reconhecidamente por ser um sistema mais "aberto", e me refiro a "aberto" sem ser no sentido de "Linux" ou "open source", mas de versatilidade. Tente ao menos baixar um vídeo por navegadores no iOS e você perceberá uma das limitações. Negar limitações (que também existem no Android, obviamente) é sinônimo de desconhecimento do próprio sistema operacional que utiliza, e digo ainda que é bem pior: é um sinal tão claro de "plena satisfação", de necessidade atendida, que não conseguiria jamais imaginar como o sistema que utiliza poderia melhorar e inovar, ou seja, se conforma com estagnação; gente com tal mentalidade não leva o mundo para frente, e jamais pensaria como Steve Jobs, que era alguém sempre inconformado em busca da perfeição e da melhoria.
Djjad
Discordo, o custo Apple no Brasil é abusivo. Comprei um Beats Mixr por R$1100, agora o mesmo fone sai por R$1500 depois da aquisição Apple. EarPods custam USD199 e aqui saem por R$1290.
Djjad
Mas que limitações? Eu compro um aparelho para utilizá-lo normalmente, não para hackeá-lo. Basta funcionar com fluidez, saí do Android justamente por isso, compramos aparelhos mais baratos, mas que em 2 anos ficam abandonados completamente.
J Mendes
O maior problema disso tudo é que os Galaxy são Galaxy, porque se eles não fossem Galaxy, certeza que não teriam design do Galaxy.
Rodrigo Volta
exatamente!!! É um efeito colateral que pra maioria dos usuário não faz a minima diferença...
Kremps
Ele mesmo respondeu no texto: "o pobre precisa guardar dinheiro, adquirir bens para sua residência e depois que virar classe média, pode até comprar mas tem que ser muito doido"
Exibir mais comentários