O Google está apostando em pagamentos móveis com o Android Pay, mas sabe de sua maior limitação: ele exige que o smartphone tenha NFC. Por isso, a empresa está lançando um novo aplicativo chamado Tez que transfere dinheiro usando som.

A tecnologia se chama Audio QR: ela usa frequências ultrassônicas para emparelhar dois dispositivos e transferir dinheiro entre eles. Isso funciona em qualquer iPhone ou Android com um microfone e alto-falante, e não requer NFC.

O Tez (hindi para “rápido”) estreou na Índia e funciona com todos os 55 bancos do país na UPI (sigla em inglês para Interface de Pagamentos Unificados), sistema que permite vincular várias contas bancárias a um app e realizar pagamentos seguros peer-to-peer.

A interface do Tez é semelhante a um aplicativo de bate-papo: ele usa sua lista de contatos, e as transações que você faz com outras pessoas ou empresas são agrupadas como uma conversa. Além disso, ele facilita pagamentos entre um banco e outro, e é protegido por Tez Shield, plataforma do Google que detecta fraudes e protege a identidade do usuário.

A ideia do Tez é substituir transações em dinheiro. O governo indiano baniu cédulas de alto valor no ano passado, motivando um aumento em transações digitais; existem 300 milhões de usuários de smartphones no país (poucos com NFC).

O Google planeja lançar o Tez em outros países emergentes na Ásia, como Vietnã, Indonésia e Tailândia. O Android Pay também está se expandindo, inclusive para o Brasil.

Com informações: Google, The Verge, VentureBeat.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Macgyver Freitas

Ah sim, acho q do botaram em países mais pobres pq NFC é mais seguro, e no Brasil o número de soalhos com NFC n é tão baixo assim

Vitor Hugo

Tá no artigo: UPI (sigla em inglês para Interface de Pagamentos Unificados).

Macgyver Freitas

UPI?

Vitor Hugo

Não é necessário nenhum hardware específico, pois usa frequências que os auto falantes "normais" conseguem produzir e que os microfones "normais" conseguem escutar, mas os humanos não. Só não dá pra usar aqui pq nada de UPI no Brasil, né?

The Moon

É necessário alguém hardware específico ou simplesmente baixar na Play Store

Renan
Já existem métodos de lavagem em que não é preciso usar dinheiro físico. A Odebrecht fez abatimento de doações de campanha com contratos de obras públicas. As duas transações nem precisariam de lavagem de dinheiro porque tinham aparência de lícitas. Combater práticas fáceis de corrupção vai estimular a profissionalização da atividade.
Felipe Xavier
Corrupção não, pois certamente achariam outra forma de movimentar o dinheiro. Agora "pequenos" assaltos acredito que sim. No entanto, acho que 50 reais, atualmente, não se enquadra em "notas de alto valor".
Sérgio Carvalho
Acho que no nosso pais o caso é tão grave que isso só vai aumentar o número de malas por apartamento².
Lucas Lopes
Outra discussão off topic: Se tirarmos as cédulas de 100 reais e 50 reais, diminuiria a corrupção de alguma forma?
Trovalds
A questão segurança não ficou clara aí.