Início » Celular » O que os reviews dizem sobre os iPhones 8 e 8 Plus

O que os reviews dizem sobre os iPhones 8 e 8 Plus

Paulo Higa Por

O iPhone 8 e o iPhone 8 Plus devem surgir no mercado brasileiro em meados de novembro. Eles possuem design semelhante ao dos antecessores, mas estão com processadores mais potentes, suporte a carregamento sem fio e melhorias nas câmeras. Será que vale a pena fazer o upgrade? Os primeiros reviews da mídia estrangeira foram publicados nesta terça-feira (19).

Pela minha experiência, as análises de novos iPhones no exterior costumam ser bastante positivas. Ainda que a Apple não reine sozinha no segmento de aparelhos caros há um bom tempo, é fato que a empresa consegue entregar um bom conjunto a cada ano que passa. No caso do iPhone 8 e do iPhone 8 Plus, no entanto, as opiniões foram um misto de “decepção” com “continua bom”.

Foto: Engadget

Câmera não serve mais só para tirar fotos

Em geral, o destaque ficou por conta da câmera (e não apenas pela qualidade de imagem). Matthew Panzarino, no TechCrunch, começa o texto com “isto é um review de câmera”, adicionando que “com a realidade aumentada e a visão computacional emergindo como concorrentes para a próxima grande onda no desenvolvimento da plataforma, o sistema de câmera é um mecanismo de entrada, um sistema de comunicação e uma declaração de intenção”.

No Engadget, Chris Velazco gostou das experiências com realidade aumentada. “Fiquei curioso sobre quão bem os apps com ARKit funcionariam quando comparados com o software projetado para o Google Tango e todo o seu hardware adicional”, afirma, concluindo que os novos iPhones são tão bons ou melhores “ao renderizar objetos virtuais em planos físicos, e os objetos tendem a ‘grudar’ nas superfícies melhor que os simulacros similares nos apps Tango”.

Foto: The Verge

Tá, mas e a qualidade de imagem? Nilay Patel, do The Verge, comenta: “Assim como na Samsung, as imagens do iPhone agora são mais saturadas por padrão, embora a Apple diga que ainda está visando realismo em vez das cores saturadas e as suavizações do S8. […] Andamos tirando fotos com um iPhone 8, um Pixel XL, um S8 e um iPhone 7 no automático, e o iPhone 8 produziu as imagens mais consistentes e ricas do grupo, embora o Pixel tenha sido o claro vencedor várias vezes, especialmente com pouquíssima luz”.

Foto: The Verge

Foto: The Verge

Foto: Engadget

A novidade no software ficou por conta do recurso Iluminação de Retrato, que permite efeitos de luz com a câmera frontal. Não chamou muito a atenção: “Está em beta, então não vou ser muito rígido, mas não é nada tão impressionante quanto o Modo Retrato quando estreou no iPhone 7 Plus. Basicamente parece o próximo passo lógico depois de ter mascarado o fundo e aplicado um borrão na lente — você aplica um efeito de iluminação no rosto do sujeito”, diz Nilay Patel.

O desempenho continua sendo o de um iPhone novo

Benchmarks já mostraram que o A11 Bionic é um processador extremamente potente, então não há nada realmente novo aqui. O TechCrunch nota que “o chip A11 da Apple tem um desempenho que é compatível com o Core i5 do MacBook Pro — e isso mesmo com a restrição de estar em um dispositivo com bateria”.

Tabela: Engadget

É tão potente que “não consegui encontrar tantos apps que exijam tanto poder de fogo hoje”, nas palavras de Geoffrey Fowler, do Wall Street Journal. E “um monte dessa potência extra parece servir apenas como um preparativo para o futuro, não algo que você sente imediatamente quando faz upgrade de um modelo anterior”, diz o The Verge, considerando que um iPhone costuma ser vendido por muitos anos.

E a bateria… também

“Nos meus testes contra o iPhone 7, eu consegui cerca de 15 mintuos a mais no 8 — para um total de 10h45min. O 8 Plus aguentou cerca de 11 horas. Eu vou aceitar todas as melhorias de bateria que puder conseguir, mas nada disso vai mudar sua vida”, diz Geoffrey Fowler.

Para o Engadget, mesmo com baterias menores que as do iPhone 7, foi possível obter “quase a mesma autonomia nesses smartphones que nos iPhones 7 e 7 Plus”. Mas o The Verge faz a ressalva: “Tanto o meu iPhone 6s quanto o 7 apresentaram uma duração de bateria significativamente pior depois de apenas alguns meses, então temos que ver como os 8 vão envelhecer ao longo do tempo”.

Foto: Wall Street Journal

Ambos suportam carregadores wireless no padrão Qi e podem encher suas baterias mesmo enquanto estão nas cases, segundo o Engadget. O Wall Street Journal não ficou muito empolgado: “Funciona… apenas ok. Apesar de ser conveniente, não é rápido. […] Uma vez olhei e depois descobri que minha bateria estava quase no fim porque o smartphone estava um pouco descentralizado [em relação ao carregador wireless]”.

“Difícil de justificar”

Foto: The Verge

Embora positivos, os reviews fizeram ressalvas quanto aos novos iPhones, que estão “na sombra” do iPhone X.

“Difícil de justificar” foi a conclusão do Wall Street Journal. “A confusa família de iPhones da Apple agora inclui três pares de smartphones praticamente idênticos: as versões regulares e Plus do iPhone 8, 7 e 6s. Não compre o mais caro”.

O TechCrunch afirma que, “no que diz respeito a um consumidor, o iPhone 8 é a tradicional escolha fácil este ano. Ele tem quase todas as melhorias técnicas do iPhone X, exceto a câmera TrueDepth e a tela OLED”.

David Pierce, na Wired, acredita que “os celulares são muito bons e impressionantes, e ainda assim não são os melhores aparelhos da Apple. O iPhone X representa a visão do futuro da Apple, e também da Samsung, da Essential, da Huawei e de todo mundo”.

E, no The Verge, Nilay Patel diz que “depois de passar uma semana com o 8, não consigo pensar em um único motivo convincente para fazer upgrade a partir de um iPhone 7. O 7 ainda é extremamente rápido, oferece praticamente o mesmo design com peso menor e uma bateria maior, e vai ter quase todos recursos do 8 com o iOS 11”.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Tiago Celestino
Vai sim. O 7 Plus continua sendo opção p/quem ñ quer investir no 8/8 Plus.

Sobre o refurb, ñ sei como que funciona a politica da Apple, mas eu ñ compraria.
Lairton Gomes
tô pensando em pegar um 7 plus agora fim de ano. Sabe me dizer se o teu iphone ficou lento/engasgando com o tempo como os androids?
Lairton Gomes
iphone 8 tá muito caro. Acho que vou de 7 plus já que o preço baixou
Lairton Gomes
tô pensando em pegar um 7 plus nos eua no fim do ano já que o preço tá menor. Você acha que ele vai durar legal? Vale a pena pegar um refurb e economizar?
Pulse Feuerharmel
Adquiri o 8 Plus Cinza Espacial (diga-se preto), o parelho é lindo com a traseira de vidro, estou muito satisfeito.
Pulse Feuerharmel
Discordo, uso há muito tempo, só aprender a usar a câmera e calibrar corretamente a luminosidade na hora de fazer a foto, não tenho problema quanto a isso, só aprender a usar.
Pulse Feuerharmel
Tenho o iPhone 8 Plus, de fato a bateria dura sim e muito, tirei ele da tomada hoje por volta das 10:00h, uso moderado, Face, Whats, checagem de e-mails, nada forçado e intenso, via wi-fi a grande parte do tempo, agora são 00:45h, e o telefone está com incríveis 71% de carga, pra mim isso é fantástico, uma marca excelente, fora o teste no Antutu que bateu o impressionante resultado de 203.927pts, já meu iPhone 8 fez 199.387pts, belas marcas ao meu ver.
Eliézer José Lonczynski
Sempre quis um iPhone com traseira de vidro, espero que lancem um 8s com Touch ID e vidro e então ele seria o substituto do meu atual 6s.
Vinícius
Vou é esperar o 7 cair de preço e catar um!! Hehehe...num preciso de tecnologia da NASA no bolso não...7 já me atende praticamente eternamente.
Vinícius
Pena nada. Acho ele bacana. Confesso que não sei se compraria tendo outras opções de cores, mas se eu ganhasse por exemplo, não me importaria de usar. Vai na fé!!!
Vinícius
Discordo. LG G4 faz fotos absurdamente fantásticas à noite. Mas confesso que só ele. Talvez em segundo lugar um S7, S8 (não testei). Agora iPhone eu concordo. Esse nunca se deu bem à noite. Tenho um 6S que nem tiro do bolso quando preciso fotografar à noite. Salvos os casos que tenha boa iluminação. Mas aí uma pá de outros modelos também o fazem com competência.
Tiago Celestino
Tenho o 6s e tenha opinião parecida, só no fato do iPhone X, que ñ pretendo comprar, acredito que o meu aparelho atual vai durar por muito mais tempo.
Thiago Lopes
Tenho o 6 e só vou trocar por que minha esposa invocou que quer o Plus, vou comprar o 8 Plus e ficar com o 7 "pequeno" dela. Uma pena que o 7 dela seja rosa... kkkkkkkkkkk...
Bruno Amorim
O bom de ler isso é que só me confirmar, que não há necessidade alguma em trocar meu 7 Plus
Maicon Bruisma
Eu foco bastante na câmera pois o hardware não tem como piorar. Gostei das fotos mostradas, mas não fogem do que o S8 faz. E é incrível que o Pixel ainda consiga ser melhor, imagino o Pixel 2 com abertura maior e software ainda melhor. Vai destroçar a concorrência
Magnosama
A escolha natural, pra mim, também seria o 8.Pelo preço e tamanho.O X seria uma ótima pra mim, pois é apenas um pouco maior que o 8 e tem uma tela OLED maravilhosa. Mas o preço é proibitivo, então...Vou continuar com o meu 6S até o ano que vem, e ver o que aparece.
X-Tudãoᴳᴼᵀ
Qualquer celular e fotos a noite nunca vão fazer as pazes.
Internet
O iOS 11 é maravilhoso! Agora dá pra esconder a prévia de notificações de todos os apps na tela de bloqueio, e não só das Mensagens, como no iOS 10 e anteriores.https://uploads.disquscdn.c...
Internet
Uma pena, mesmo, que eles não têm telas OLED como o iPhone X, porque né, aquele recorte na tela não dá. Parece que o iPhone X não passou do beta. Parece que a Apple entregou o que deu pra entregar. Acho que vou pular essa geração, de novo.
rocarmo
É aquilo que sempre aparece aqui nos comentários: chegamos em um nível satisfatório na tecnologia. Não existe uma diferença gritante de desempenho entre SE, 6, 6S, 7 e 8. Assim como em termos de sistema, o Android não fica mais tão atrás do iOs e este já não deve tanto em personalização para o sistema do Google (falando em usuários comuns).Hoje tenho um 6S e, caso precisasse trocar (por acidente ou furto), iria pegar o 8 pela longevidade ou o SE pelo preço e pelo design (acho o iPhone 5/5S/SE o mais belo da série).Não me sentiria bem gastando um valor elevado para trocar meu celular (iPhone 6S) por algo praticamente igual (iPhone 8), assim como não pagaria US$ 999 por um celular (sério, compro um Macbook e um celular qualquer usado por US$ 50).Provavelmente ficarei com o 6S por algum tempo até que ele comece a apresentar sinais de idade (bateria durando pouco ou carcaça/tela danificados), e aí vou pensar em pegar um X em 2018/2019, quando (e se) ele deve baixar um pouco o preço.Enquanto isso, aguardo ansiosamente pelo iOs 11.
André Maia S. Costa
iPhone e fotos a noite nunca vão fazer as pazes.
O salto da potencia do processador realmente é bem legal.De resto é uma evolução natural como qualquer outro aparelho hi end android.