Início » Celular » Google compra parte da HTC por US$ 1,1 bilhão

Google compra parte da HTC por US$ 1,1 bilhão

Paulo Higa Por

Os rumores se concretizaram: o Google anunciou oficialmente a aquisição de parte da divisão de smartphones da HTC. O negócio, que está sendo chamado de “acordo de cooperação”, envolve a contratação de aproximadamente 2.000 (dos 10.000) funcionários da fabricante taiwanesa e o licenciamento não exclusivo de propriedade intelectual.

É um acordo diferente da Motorola por alguns motivos. Primeiro, a HTC vai manter sua marca e continuar desenvolvendo smartphones de forma independente. Segundo, a negociação envolve principalmente os funcionários; vários deles trabalharam na criação dos smartphones Pixel. Como afirma a Wired, o Google está “pagando US$ 1,1 bilhão para se transformar em uma fabricante de smartphones”.

Em comunicado, Rick Osterloh, vice-presidente sênior de hardware do Google (ele era presidente da Motorola Mobility), diz que os novos funcionários trabalharão na linha de smartphones Pixel — que deverá ganhar dois integrantes em outubro. O objetivo é criar um portfólio de produtos que ofereça “o melhor do software do Google, como o Google Assistente, com um hardware cuidadosamente planejado”.

A HTC, por sua vez, afirma que continuará desenvolvendo sua divisão de realidade virtual, com o headset Vive; e que já trabalha em seu próximo smartphone flagship. As patentes da HTC poderão ser aproveitadas também pelo Google para desenvolver os próximos aparelhos Pixel.

A relação entre Google e HTC é de longa data. A empresa taiwanesa, como lembra o The Verge, era focada em smartphones com Windows Mobile, mas logo se estabeleceu como uma fabricante de Android. O HTC Dream foi o primeiro aparelho com o sistema operacional do Google; o Nexus One, lançado em 2010, foi o primeiro Nexus; e toda a primeira geração do Pixel foi criada por ela.

Mas, embora a HTC produza bons aparelhos, ela não conseguiu pegar uma fatia relevante do segmento de smartphones e amargou prejuízos sucessivos — o que também influenciou na decisão de desistir de grandes mercados, como o brasileiro.

A compra de parte da HTC pelo Google está sujeita à aprovação pelos órgãos regulatórios e deverá ser concluída no começo de 2018.

Será que finalmente teremos smartphones Pixel no Brasil? E mais: será que o Google realmente vai peitar suas “parceiras”, as outras fabricantes de celulares?

Mais sobre: ,

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Vitor Hugo
Ue, que celular Google foi vendido oficialmente no Brasil?
Renan
A Google espera que os fabricantes que usam Android fiquem esperando perder mercado pra ela? É uma estratégia muito esquisita.
Fernando Brandão
O Android Go é baixo custo... o Android One são aparelhos com SO puro que recebem atualizações antes dos outros.
Caleb Enyawbruce
Vamos ver até quando...
@Sckillfer
Google tinha uma divisão de smartphones prontinha e deslanchando (Motorola), vendeu pra reinventar a roda.
Sckillfer
Google tinha uma divisão de smartphones prontinha e deslanchando (Motorola), vendeu pra reinventar a roda.
Thiago Lopes
Esse daí não sabe fazer nem piadinha...
Manoel
"É um acordo diferente da Motorola por alguns motivos. " É só ler o texto que você vai ver as diferenças que podem e já estão dando certo
Manoel Vítor
"É um acordo diferente da Motorola por alguns motivos. " É só ler o texto que você vai ver as diferenças que podem e já estão dando certo
Cristiano de Oliveira
Agora é os celulares de baixo custo, o Android one.
Gesonel o Mestre dos Disfarces
Boa sorte pra samsung conseguir inserir mais um sistema no mercado.
Camilo
O fim dos celulares Google no Brasil :'(
Seraph
Nem faz sentido isso. MAs eu realmente queria um novo OS no mercado
Caleb Enyawbruce
De novo isso?? Porque nao deu certo com a Motorola e dara certo agora? Estranho...Parece que a Google quer ser tudo ao mesmo tempo (Apple, Google, Motorola...). Daqui a pouco vai querer produzir componentes eletronicos pra querer ser a Samsung tbm.
Seraph
Vai desistir como tudo
Eric Viana
Da última vez que isso aconteceu (com a compra da Motorola) o Google recuou depois que a Samsung sinalizou a insatisfação com o Tizen... Tanto que depois da venda da Moto para a Lenovo o Tizen virou sistema embarcado da Sammy. Teremos o retorno do Tizen?
Egidio Serri
Yeah.
Pedro Cavalieri
Fico triste pela desistência da marca Nexus em favor da Pixel... Acho NEXUS um nome muito mais forte.
Magnosama
Não muda nada,os aparelhos do Google vão continuar poderosos e com aparência meia boca... mal cuidada...
Ronaldo Rodrigues
Você está falando da Nokia?
Maicon Bruisma
Show. Espero que assim tanto os HTC quanto os Pixel fiquem melhores. Sei que o Pixel vai ter as laterais pressionaveis igual o U11, bem que a Google poderia fazer um software de câmera mais trabalhado para a HTC.
Egidio Serri
Poderia ter comprado o Windows Phone, já que aquele ja morreu faz tempo!