Início » Negócios » Imagination se vende por US$ 740 milhões depois de perder contrato com a Apple

Imagination se vende por US$ 740 milhões depois de perder contrato com a Apple

Apple decidiu criar sua própria GPU no A11 Bionic, e ações da Imagination despencaram 70% da noite para o dia

Paulo Higa Por

A Imagination Technologies, empresa britânica mais conhecida por desenvolver os chips gráficos PowerVR, viu suas ações despencarem depois de perder sua maior cliente: a Apple, que respondia por cerca de 60% do faturamento da pequena fabricante. Agora, um fundo de capital privado fechou um acordo para comprar a companhia por 550 milhões de libras esterlinas, ou cerca de R$ 2,3 bilhões.

A empresa anunciou em junho que estava se colocando à venda. Na época, as especulações de quem compraria a Imagination citavam potenciais interessados como Intel, Qualcomm, MediaTek e CEVA. No final das contas, quem ficou com a empresa foi a Canyon Bridge, um fundo de capital privado do Vale do Silício bancado pela chinesa Yitai Capital.

Tudo aconteceu bem rápido: entre o anúncio de que a Apple não utilizaria mais as GPUs PowerVR e a venda da Imagination se passaram menos de seis meses. O A11 Bionic, que já vem nos novos iPhones, não possui mais um processador gráfico da empresa britânica — ele traz uma GPU da Apple, que promete 30% mais performance, ou o mesmo desempenho consumindo metade da energia da GPU do A10 Fusion.

É difícil ser uma empresa que depende demais da Apple. Enquanto as GPUs PowerVR desaparecem lentamente dos iPhones e iPads, elas continuarão equipando chips novos da MediaTek (Helio X30) e smartphones baratos, de até US$ 100.

Com informações: Financial Times, The Verge.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Evanei Ramos
Seja amigo, não tapado, faça contratos que satisfaçam os dois lados, senão não é um negócio.
Caleb Enyawbruce
Deram sorte de ter vendido antes de falir...
Victor Zavecz
Seria interessante ter um pouco mais de noção mercadológica, ou pelo menos alguma, antes de sair escrevendo merda na internet. Tudo bem que a internet é livre, mas não façamos dela um esgoto a céu aberto. Ah, um curso de ortografia cai bem também, viu?
Cássio Amaral
Mali é uma piada, assim como MediaTek.
Cássio Amaral
kkkkkkk
Ronaldo Rodrigues
Aham, a família milionária de Fidel Castro que o diga!
MynahBird®™
Sim é verdade. Nesse caso especificamente, foi isso mesmo.
Henrique Seraph
Não foi o caso dessa empresa. A Apple, nesse caso, nunca pediu exclusividade. Eles que se acomodaram mesmo
MynahBird®™
Apple normalmente submete as empresas parceiras a contratos de exclusividade. Depois, quando pula fora, a empresa parceira fica na pior. Mas vai da empresa menor, aceitar ou não esse tipo de contrato.
Fred
Nenhum negócio deve depender de 1 cliente, não importa quem seja seu cliente.
Maicon Bruisma
Qualcomm perdeu a chance de incorporar a tecnologia da Imagination na sua Adreno, torná-la melhor. Até mesmo a Samsung, já que as Mali perdem tanto pra Adreno quanto pra PowerVR.
NPossibilidades
Se as empresas fossem socialistas estariam todas falidas e devendo ao governo.
Bruno Martins Santana
Isto me fez lembrar da Asus que ocorreu o contrario, a Linha Zenfone Era basicamente equipada com processares Intel, ai a intel arregou do dia pra noite, e tiveram q mudar para ARM no Zenfone 3
Ownnn, tadinha da empresa malvada :(
Ligeiro
Amigos amigos, inimigos inimigos.
Exibir mais comentários