Início » Telecomunicações » É o fim da TV analógica em Fortaleza e Salvador

É o fim da TV analógica em Fortaleza e Salvador

Juazeiro do Norte e Sobral (CE) ainda enfrentam problemas para atingir a meta de desligamento

Lucas Braga Por

A partir desta quarta-feira (27), Fortaleza (CE) e Salvador (BA) serão cidades com transmissão de TV 100% digital. As duas capitais atingiram as metas de desligamento do Gired (Grupo de Implantação da TV Digital).

Atualmente, o sinal digital já chega em 92% dos domicílios em Fortaleza e 93% em Salvador. O percentual mínimo exigido pelo Gired é de 90%.

De acordo com o cronograma de desligamento, Fortaleza (CE) e Salvador (BA) teriam o sinal analógico cortado durante o mês de julho, assim como Belo Horizonte (MG) e cidades do interior e São Paulo. Porém, houve adiamento para setembro (Fortaleza e Salvador) e novembro (Belo Horizonte e interior de São Paulo).

TV antiga (Imagem por stevestein1982)

O motivo é que as emissoras encontraram dificuldade para instalar novas estações. O governo também enfrentou atraso para entrega dos kits gratuitos com antena e conversor para membros de programas sociais. A distribuição dos kits é importante para atingir a meta mínima para desligamento.

No entanto, o interior do Ceará ainda enfrenta dificuldades com o processo de migração: era previsto que as cidades de Juazeiro do Norte e Sobral tivessem o desligamento amanhã, mas as cidades não atingiram a meta de domicílios cobertos. O desligamento foi reprogramado para fevereiro de 2018.

Quem ainda utiliza TV analógica precisa se preparar: basta comprar uma antena UHF e um conversor, que é facilmente encontrado a menos de R$ 100. Membros de programas sociais, como o Bolsa Família, podem solicitar um kit gratuito para não perder acesso ao serviço. Quem possui TV por assinatura não precisa se preocupar com isso, já que os canais são entregues diretamente pelas próprias operadoras ou através de recepção digital embutida no próprio decodificador.

Um dos maiores benefícios do desligamento da TV analógica é a liberação da faixa de 700 MHz, que será fundamental para aumentar a cobertura 4G no Brasil. Além disso, o desligamento força a adoção a TV digital, que traz imagem e som de alta definição, sem chiados ou chuviscos.

Atualmente, a TV analógica já foi desligada nas cidades de Brasília (DF), Goiânia (GO), São Paulo (SP) e Recife (PE), assim como os respectivos municípios vizinhos. A previsão é que o Brasil desligue completamente a transmissão analógica em 2023.