Início » Mobile » Uma olhada de perto no Zenfone 4

Uma olhada de perto no Zenfone 4

Quarta geração do smartphone da Asus mostra que a empresa realmente evoluiu como fabricante de celulares

Por
17 semanas atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Os nomes dos Zenfones ficaram um pouco confusos por causa de uma decisão equivocada da Asus na época do lançamento da família de smartphones, em 2014, quando o tamanho da tela fazia parte do nome do modelo. Por isso, tivemos os Zenfones 4, 5 e 6, depois o Zenfone 2, depois o Zenfone 3 e agora… o Zenfone 4 de novo.

Como o nome sugere, o Zenfone 4 é o smartphone principal da quarta geração de Zenfones, que será lançada no Brasil na próxima semana. Será que vale a pena? Eu já estou testando o aparelho e conto minhas impressões nos próximos minutos.

Em vídeo

Quem é o Zenfone 4

A Asus ficou conhecida por entregar mais hardware pelo mesmo preço da concorrência, e aqui não é diferente. O Zenfone 4 que estou testando tem processador Snapdragon 660, 6 GB de RAM e 64 GB de armazenamento (com possibilidade de expansão). Em outros países, ele também será vendido em uma versão com Snapdragon 630 e 4 GB de RAM; a Asus ainda não confirmou se ela será lançada no mercado brasileiro.

É meio complicado definir a categoria do Zenfone 4. O Snapdragon 630 equipa os chamados intermediários premium, como o Moto X4. Já o Snapdragon 660 é um chip superior, com quatro núcleos Kryo 260 de alto desempenho (2,2 GHz) e outros quatro econômicos (1,8 GHz), além de uma GPU Adreno 512. Na prática, ele entrega performance semelhante a do Snapdragon 820. Intermediário super premium?

O que importa é que o desempenho realmente está muito bom. A alternância entre aplicativos, com 6 GB de RAM, é obviamente rápida — o multitarefa faz um bom trabalho em manter os softwares na memória e, aparentemente, não prejudicar a duração de bateria. Mas é nos jogos que a Adreno 512 faz diferença em relação às GPUs mais básicas: os gráficos não têm serrilhados, são fluidos e apresentam boas texturas.

Design e tela

Quando à tela, o Zenfone 4 tem um painel Super IPS+ de 5,5 polegadas com resolução de 1920×1080 pixels. À primeira vista, é uma tela muito boa, com brilho forte e saturação equilibrada — o Zenfone 3 Zoom, por padrão, tinha um AMOLED com cores estouradas e descalibradas, embora isso pudesse ser ajustado nas configurações do sistema.

E o design é uma espécie de Zenfone 3 evoluído. Ele continua com a traseira de vidro, as bordas de metal e a espessura de 7,7 mm, mas não tem calombo nas câmeras traseiras, está com o leitor de impressões digitais na parte frontal (obrigado, Asus) e possui bordas laterais mais compactas.

Câmera

Nas câmeras, temos uma frontal de 8 megapixels e duas traseiras: uma com sensor de 12 megapixels e lente de abertura f/1,8; outra com sensor de 8 megapixels e grande angular de abertura f/2,2.

Eu ainda não posso comentar muito sobre elas (porque isso está sob embargo e porque eu não analisei as imagens a fundo) mas, em resumo, a câmera principal parece muito boa dentro da categoria do Zenfone 4, enquanto os resultados da grande angular dependem bastante da iluminação do ambiente.

Software

Mas uma das maiores mudanças é provavelmente a interface. Eu sempre fui um grande crítico do software da Asus, seja pelo visual carregado da ZenUI, cheio de cores que não fazem o menor sentido; seja pela quantidade de lixo pré-instalado. Isso está mudando na ZenUI 4.0, que também será liberada para smartphones mais antigos da Asus.

De cara, eu noto que a Asus “limpou” as telas, utilizando bastante branco na interface — seguindo uma tendência adotada também por Samsung e LG, que já tiveram suas fases ruins nas personalizações de Android. O cuidado também surge em alguns detalhes, como nos botões de atalho da central de notificações, que mostram uma animação simples quando são ativados ou desativados.

Além disso, a Asus removeu vários aplicativos que não faziam sentido, como o ZenCircle, uma espécie de cópia do Instagram que ninguém se importava; e alguns aplicativos duplicados, como um navegador secundário. De fábrica, ele vem com a suíte do Google, algumas ferramentas da Asus e o conjunto do Facebook (que inclui Facebook, Messenger e Instagram). Está de bom tamanho.

Conclusão

As primeiras impressões são positivas. O Zenfone 4 mostra que a Asus amadureceu como fabricante de smartphones. Historicamente, a empresa entregava hardware de dar água na boca pelo preço cobrado, mas o software mal feito destruía a experiência, o que parece ter sido resolvido na ZenUI 4.0. As câmeras agradam à primeira vista, o design do aparelho continua elegante, e a tela faz jus ao resto dos componentes.

O review completo sai na semana que vem, com detalhes da qualidade de som, câmera, conectividade, desempenho e mais. O que você quer saber sobre o Zenfone 4?

Mais sobre: ,
  • Marcos Martinelli

    Comprei um zenfone 3 (5.5) mas devolvi, o aparelho estava cheirando bateria. Tentei trocar e outras duas unidades estavam com o mesmo cheiro… Desisti o peguei um moto z2… Esse cheiro indica um vazamento que pode dar problema a qualquer momento. Daqui um tempo provavelmente vários zenfone 3 devem aparecer com problema de bateria…

    Reparem se tem cheiro nessa unidade.

    • Nunca ouvi relatos dessa problema, e já tem 1 ano que o Zen 3 foi lançado, também não li ou ouvi relatos de problemas na bateria. Deve ter sido uma questão isolado, ou vc tem o nariz mais sensível do mundo.

      • Marcos Martinelli

        Eu cherei a parte de baixo do aparelho (onde conecta o carregador) e senti o cheiro característico. Na troca abrimos 2 embalagens e os aparelhos também estavam com esse cheiro de química de bateria. O aparelho que estava no mostruário não tinha esse cheiro, pode ter sido um lote.

        Quando abrimos o Motorola não tinha nenhum cheiro, como deveria ser.

    • Diogo

      Cheirando bateria? O que isso significa?

      • Marcos Martinelli

        Significa que tem algum problema com a bateria. Pode não acontecer nada, mas pode acontecer algo grave. No mínimo a bateria terá uma duração menor.

        • Diogo

          É a primeira vez que ouço falar nisso, e contigo apareceu logo umas 3 vezes… Ô sorte hein… Kkkk

          • Marcos Martinelli

            É o pior é que eu gostei do aparelho mas não deu certo. Aceitei pagar mais para pegar um Moto z2 que não achei tão bom quanto o Zenfone3.

    • André Almeida Martins

      qual o cheiro da bateria? kkkk

      • Marcos Martinelli

        É um cheiro característico, o mesmo de bateria de drone (LiPo), um cheiro químico. Não sei como descrever um cheiro.

        • Rodrigo

          Notas de pêssego, carvalho e morango podre, misturados a xixi de gato… é mais ou menos assim que se descrevem os cheiros dos vinhos hahahaha.

  • Maicon Bruisma

    Eu achei lindão, aquele efeito de raiadura na traseira é linda, quase tão bonita quanto a que tem no Honor 8 (ambos são bem semelhantes). Acho excelente quando as câmeras na traseira estão na horizontal e não se destacam no vidro (tipo os iPhones, os Huawei P9 e P10, o Nexus 6P, etc), fica tudo clean e isso é agradável aos olhos.
    Queria que tivesse um modelo com tela de 5″ e mesmo hardware, não que 5.5″ seja ruim, só que gosto de aparelhos menores, adorei usar o Zuk Z2 (no qual essa frente do Zenfone me lembra muito) justamente pq era menorzinho.
    Não posso falar nada sobre desempenho ou câmeras pois é praticamente certo que serão excelentes, vide Zenfone 3 e Zoom. Som também, é estéreo.
    Esse conjunto faz com que ele fique no topo da minha lista de próximos aparelhos a comprar, mas vai depender do preço. Hoje, no varejo, Moto Z2 Force tá 2600-2700, Zenfone 4 e 4 Pro vão ter de rebolar

    • Ed. Blake

      Parece que este ano infelizmente não teremos o modelo de 5,2″ que para mim é o tamanho ideal para um display.

      • Maicon Bruisma

        Eu não tenho um tamanho perfeito de tela, mas sim de aparelho. Um LG Q6 é confortável de usar, tem tela de 5.5″ mas o tamanho é igual ao meu Nexus 5x senão menor

  • Henrique Seraph

    rede social pré-instalada é um saco. Principalmente se não der pra desinstalar. Não sei se é o caso, mas provavelmente deve ser. eu mesmo nem uso FB muito menos instagram, logo são totalmente descartáveis. Vou esperar a análise completa, mas de cara, ótimo design, mas a interface continua ruim a meu ver.

    • Infelizmente nós (a minoria) que não usamos ~feice~ somos esquecidos.

    • Diogo

      A interface do Zenfone não deixa a desejar, na minha opinião. Principalmente agora na ZenUI 4.0. Já quanto aos aplicativos pré instalados, realmente é um problema, mas antes aplicativos que a maior parte usa do que um que ninguém usa. Claro, o ideal seria nenhum, mas a Asus tá faturando uns trocados aí justamente pra possibilitar o preço do aparelho.

      • Henrique Seraph

        isso de preço não é mais argumento faz tempo. Se quer deixar pré instalado, que deixe, mas que ao menos possibilite que desinstale.

        • Diogo

          Pode não influenciar no preço, mas que a ASUS recebe um trocado por isso, recebe. Que nem a Apple, que paga alguns bilhões ao Google pra usar o Google como motor de busca na Siri.

          • Cássio Amaral

            Não é o contrário? Que eu saiba, é o Google quem paga a Apple para que essa use o motor de busca daquela na Siri.

          • Diogo

            Eita, verdade! Troquei as bolas, vou corrigir. Valeu.

      • Islan Oliveira

        Nessa versão da ZenUI eu finalmente concordo contigo, cara. Mas achei a aparência bem similar a da UI da linha S da Samsung, que eu acho bem feia.

      • Cássio Amaral

        Não acho que ela adicione bloatware no firmware de seus aparelhos para subsidiar o produto para o consumidor, querem é ganhar uns trocados mesmo.

      • Mickey Sigrist

        A interface da Asus é ótima e muito raramente trava ou da algum problema. Digo isso pois uso ela desde 2014 e acompanhei toda a sua evolução. A versão 4.0 parece estar muito boa. Tenho o Zenfone 3 e muitos apps nativos da Asus já foram atualizados pra versão 4.0, o visual e a usabilidade melhoraram absurdamente.

    • pedroca

      o aparelho tem 64 GB de memoria esses app tem nem 400 mb, mesmo se nao der para desinstalar nao vai fazer diferença nenhuma

      • Henrique Seraph

        faz muita, fica lá ocupando espaço sendo inútil (no meu caso)

        • pedroca

          qual porno vc ta deixando no celular pra ocupar 64 gb?

          • Henrique Seraph

            Não é o espaço que incomoda, é o fato de que apps inúteis incomodam. Se eu não uso facebook, não tem porque manter.

          • Diogo

            Ou seja: TOC… kkkk

          • Henrique Seraph

            sim, faço tratamento pra isso e pra ansiedade. Mas é questão lógica, se eu não uso algo, não tem porque manter a coisa instalada lá

          • Diogo

            Falei brincando, mas tbm penso assim, em deixar só o essencial e às vezes tenho mania de limpeza (mesmo com um celular com 32GB). É normal.

          • Henrique Seraph

            ssauhsuah entendo. Meu smart é 16GB, mas assim que coloquei o SD, tem a opção de usar o mesmo como memória do smart, ai estou com meus 128GB tranquilamente

          • pedroca

            entendi, mas ai da pra esconder ele.

          • A melhor forma é você desativar. Se você fizer isso, ele não irá ocupar a parte de dados do seu celular (onde ficam as atualizações). E na parte de sistema, onde ficam os pré-instalados em suas versões originais, só dá para mexer se você tiver root

          • Henrique Seraph

            é exatamente esse o problema.

          • Marcus Araújo

            Não precisa lotar 64 GB com nenhum pornô, apenas permitir que o dono do aparelho utilize os 64 GB da forma que achar mais conveniente. Também não gosto de rede social pré-instalada, mas admito que pra grande massa que utiliza isso é um facilitador.

          • Henrique Seraph

            exato.

          • Cássio Amaral

            Agora tem até fiscal de armazenamento alheio, incrível. Eu penso igual, eu podia ter um aparelho com 128 GB que ainda não iria querer bloatware de fábrica.

          • Jhonathan Vieira

            O problema maior, principalmente pro app do “feice” é que ele nunca deixa de drenar a bateria pq essa porra não desativa, o processo sempre ta aberto.

        • Roger

          Não está ocupando espaço pq ele está na partição do sistema. Mesmo se você pudesse desinstalar ele, não ganharia 1MB de espaço 😛

          • Henrique Seraph

            pqp vs são chatos em EU NÃO GOSTO DE APP INÚTIL NO SMART. E, se pudesse desinstalar, provavelmente não ficaria na partição.

          • Roger

            Hauahauah desativa e pronto pô: não verá mais ele e não está ocupando espaço.

            É justamente por estar na partição de sistema que não dá pra desinstalar (só fica a opção “desativar”)

          • Cássio Amaral

            É brincadeira ter que justificar preferência pessoal, hein? Não entendo qual o problema contra que não querer app inútil, mesmo que removê-lo não faça recuperar espaço no armazenamento.

          • Henrique Seraph

            é complicado mano… é tipo a galera do “android puro”.
            – eu gosto do modificado
            HA MAS ANDROID PURO N SEI OQ

          • Cássio Amaral

            hauahauau, eu prefiro Android puro também, mas se a modificações forem leves e intuitivas, como a Lenovo faz na linha Vibe, pra mim de boa.

          • Henrique Seraph

            é uma questão pessoal msm, geral n entende

      • Cabe a Asus apenas projetar o software e implementar o Hardware.

        Os apps nós decidimos por conta própria, afinal de contas a Play Store existe pra isso.

        Eu sei que são feitos acordos (e isso ajuda a baratear o aparelho), mas as fabricantes poderiam pelo menos ‘facilitar’ a desinstalação (para heavy users).

        • robson laranjeiras

          Aí, os desenvolvedores dos apps pré instalados não pagariam para que eles estivessem nos aparelhos, né? rs

          • Por isso mesmo eu citei: Heavy User

            Somente a galera que entende conseguiria ir mais a fundo (sem necessidade de fazer root) e removeria os LIXOS que eles colocam no aparelho.

            Geral nem se incomoda, mas quem entende só um pouquinho fica putasso por ter um app que não consegue remover (sem root).

    • Ed. Blake

      O bom é que ao menos nos Zenfones 2 e 3 o pessoal das comunidades brasileiras sempre acaba compilando uma versão ‘debloated’ minimalista da ROM oficial.

    • Cássio Amaral

      Verdade. Deviam permitir desinstalação de bloatware, mas é impossível sem root, uma vez que são aplicativos integrados à ROM do aparelho.

  • David Diniz

    Confesso que esse aparelho me chamou a atenção, especialmente a versão pro com 6/128GB

  • André Silva

    E chegará com android Nougat 7.0.0, com previsão de Oreo para metade de 2018, custando o mesmo que um OnePlus 5 importado com processador topo de linha.

    • Diogo

      Nougat? Até onde eu vi, ele já vem com o Oreo, não?

      • André Almeida Martins

        vem com nougat e vai ser atualizado pra oreo..

      • André Silva

        Cara, eles lançaram o Zoom ano passado com Android L (de 2014), duvido que venha com O.

  • Igor Ferraz

    Primeiras impressões bastante positivas.
    Faz tempo que um celular não me chama atenção no mercado nacional no quesito custo x benefício. Parece que a ASUS fez um bom trabalho desta vez, vamos aguardar pelos preços.

    • HenryS

      Tomara que seja um ótimo custo-benefício mesmo. Esse tem que vir no máximo uns 2200/2300 pra chamar atenção.

  • David Diniz

    Higa, sempre peço nos reviews que veja se o dual sim é 4G/3G(um está em 4G o outro fica em standby 3G). Isso é praticamente padrão hoje em dia.

    • Já adiantando: sim, é 4G/3G.

      • ditom

        Bandeja de SIM Card híbrida para SD Card?

  • Bons aparelhos. O maior problema vai ser o ajuste nos preços. O zen 4 com Snap 630 deve vir por uns 1.999, enquanto o com Snap 660 e 6GB de ram não deve sair por menos de 2299.

  • @flipe

    Achei lindão. No aguardo do review completo. Quero ver como as câmeras vão se sair.

  • betacaroteno

    Eui fui um dos q adotou a Motorola, desde o Moto G 1a geração. E sempre fiquei com um pé atrás com esses aparelhos da Asus. Pelo review, me parece q amadureceram bem o desenvolvimento dos produtos. Acham q é hora de dar uma chance pra Asus, principalmente pra quem já está um pouco cansado da política da Lenovo/Motorola com tantas versões q muitas vezes confunde o usuário/consumidor?

    • Diogo

      Sim, antes do Zenfone 3, eu tinha um Moto G, e não me decepcionou em nada.

  • Fábio Moser

    E segue o eterno estilo saboneteira… zzzzzz

  • Carlin

    A experiência de usuário é satisfatoria?

    • Victor Melo

      Olha, eu tinha um Zenfone 3 e a experiência era excelente. Nada a reclamar.

  • já quero.

  • Alex Estamati

    Pra quem tem o Zenfone 3 4gb/64bg a troca é válida?

    • pedroca

      se vc conseguir vender o 3 por preço bacana e internar apenas um pouco a mais vale apena, se nao, fica com o 3 mesmo.

    • HenryS

      Por qual dos dois? 660 ou 630? Se for o 660 vale e muitooooo

  • pedroca

    agora os intermediários premium sao os que tem o SD 660, 630 é intermediário apenas.

  • Ed. Blake

    Espero que este modelo (conforme o Zenfone 2 e contrariamente ao Zenfone 3) caia no gosto do pessoal do XDA para que possa ter bastante software customizado. Se acontecer isso garanto um pra mim rapidinho.

  • Corvo

    Tenho um ZF2 a pouco mais de um ano e me surpreende a qualidade do aparelho.
    Eu havia traumatizado com os Androids e usei Windows Phone por uns anos, mas o Zenfone 2 me fez perder esse trauma, n Android em sí evoluiu MUITO desde quando eu havia o abandonado, e o hardware do aparelho surpreende.
    Só deixa a desejar na câmera que estoura o branco com facilidade, a bateria nem preciso comentar mas já me acostumei em deixá-lo na carga toda noite, durar 1 dia ou um dia e meio da no mesmo.
    A interface ZenUi é o que mais me agrada, vejo outros Androids como Samsung aí sim da até medo daquela laucher.

    • Maverick

      A Samsung Experience do Galaxy S8 é -de longe- a melhor interface que eu já usei em qualquer aparelho. Também já tive um Zenfone 2, até meados do ano passado e tirando a bateria pavorosa, era um aparelho competente.

  • Jonatas Barbosa

    Asus sempre tentando melhorar! Isso ai… Quero saber sobre a bateria e camera 🙂

  • Marcus Araújo

    Chamaram o Pasquale e a ZenUI foi finalmente alfabetizada em português? Aquela tradução bizarra da ASUS dá muito desgosto, me sentia utilizando um MP10 da Foston. A câmera deixou de ser bipolar, como era a do Zenfone 3 Zoom?

    • Marcus Araújo

      Já vi ali um “Gerenciador de auto-início”, pelo visto vai ser difícil…

      • Diogo

        Não vi muito problema com “Gerenciador de auto-início”… A função dele é realmente gerenciar apps que iniciam automaticamente, ué…

        • Marcus Araújo

          Gerenciador de inicialização ou até mesmo gerenciador de início seria melhor e mais elegante, IMHO.

          De toda forma, acho que é um recurso que a gente configura uma vez e esquece, não precisava estar ali por padrão.

          • Diogo

            Talvez, tem gente que instala apps toda hora e precisa olhar esse recurso… mas de fato, não precisaria estar por padrão, já tem o ícone do app e a notificação que aparece quando instala um app novo…

  • MynahBird®™

    “Ele trás um carregador turbo na caixa, não precisa comprar um carregador separado, igual em outros smartphones por aí, né Apple?”

    KKKKKKKKKKK

  • Pedro Cavalieri

    Higa, se possível, faça um comparativo com a câmera do Zenfone 3 Zoom – me recordo que no seu review dele, você havia mencionado que ela era uma das melhores câmeras de smartphone que você testou.

    Outra coisa: essa câmera terá algo equivalente ao famoso “modo retrato”?

    • Tem sim, o portrait ou bokeh ( depende da marca ou de quem fala). Pelo que eu li de reviews da Ásia parece funcionar bem (não tanto quanto nos iPhones, mas bom o bastante).

      • Pedro Cavalieri

        Perdão, faltou elaboração da minha parte: gostaria de saber se o modo retrato será ao mesmo estilo de como é feito no iphone, num jogo das duas câmeras, e não por software que meramente borra o fundo. Eu tenho um Zenfone 2 Laser e ele tem este efeito, mas obviamente, por se tratar de câmera única, o efeito é por software (e o resultado é incomparavelmente inferior ao do iphone, inclusive borrando coisas que estão no primeiro plano ou não borrando um elemento que está no segundo).

        • Via hardware, com imagens das duas câmeras. Se eu não me engano na câmera frontal também há o efeito, mas via software (no Zenfone Selfie 4 é via Hardware também). Ocorre que a câmera secundária é de menor resolução (12mp x 8mp) e um sensor de menor qualidade, o que certamente faz a qualidade ficar menor do que num sistema de 2x12mp, pois há menos informações para conseguir medir as áreas de foco. Também percebo (com base em Reviews – LG G6 e V30 ) que o efeito é melhor se a câmera for teleobjetiva do que ser por grande-angular, não sei bem o motivo – talvez por causa da distorção da GA.

          • Pedro Cavalieri

            Muito obrigado pelas explicações!

            Sabe dizer se o Zenfone 3 Zoom possui esse efeito via hardware também?

  • Quero ver o preço, mas já está na minha alça de mira

  • Mickey Sigrist

    Higa, faça uma seção pontuando as principais melhorias e o que permanece a mesma coisa em relação ao Zenfone 3 4GB/64GB. Tenho um 3 e quero avaliar se é interessante trocar pelo 4 já esse ano ou não, principalmente por conta da interface e poder de processamento. Valeu!

    • Mickey Sigrist

      Ah, e não esqueça de comentar se você achou algum erro de ortografia na UI! Isso era um pesadelo nas versões anteriores.

  • robson laranjeiras

    Parece que acertaram a mão. Tomara que sim.

  • Júlio César

    Se puder, tire a msm foto com HDR ligado e desligado pra gente poder comparar e ver como que o software da Asus está trabalhando.

  • Cássio Amaral

    Bom que chegue por um preço razoável, para fazer o Zenfone 3 Max com tela de 5,5″ ZC553KL baixar de preço. Como sou liso, espero a próxima geração de smartphones chegar para ver se baixa o preço do da geração anterior.

  • malfatti

    Excelente matéria! Deixa claro o desempenho do Smartphone, isto é o que importa. Quem deseja adquirir ou não já tem os detalhes.

  • Yargo Martins

    A Câmera Frontal tem foco fixo, ou autofoco como no S8?

  • Josiel Hen

    Como esta:
    “A Asus ficou conhecida por entregar mais hardware pelo mesmo preço da concorrência”
    Como eu li:
    “A Asus ficou conhecida por estragar mais o software pelo mesmo preço da concorrência”

  • Ótima matéria! Tenho um Zenfone 3 e estou ansioso para que essa atualização da ZenUi seja liberada.

  • phsodre

    O Design é bonito, pelo menos na traseira, como sempre foi nos smarts da Asus. Quando se trata de acabamento eles são realmente incríveis. Só achei que eles deveriam adotar uma proporção de tela maior em relação ao corpo, seguindo a tendência dos high-ends mesmo. Fora isso, acredito que o hardware está excelente, as câmeras só depois do review completo pra ter uma ideia. Pelos valores que Asus costuma praticar, deve ser um aparelho que eu compraria fácil!