O Vimeo anda meio sumido: ele virou um serviço de vídeos de nicho, respondendo por apenas 0,11% do tráfego da internet (pouco quando comparado aos 5,66% do YouTube). Para expandir suas atividades no setor, a InterActiveCorp (IAC), dona do Vimeo, anunciou a compra da Livestream, uma plataforma de streaming ao vivo que conta com mais de 10 milhões de eventos por ano.

O valor da compra da Livestream não foi divulgado, mas o Vimeo afirma ao TechCrunch que esta é a maior aquisição da história do serviço de vídeos. Nada muda para os usuários por enquanto, mas a ideia é integrar a tecnologia da Livestream com o Vimeo, criando o Vimeo Live, assim que a transação for concluída, até o final do ano.

O Vimeo Live permitirá que criadores de conteúdo profissionais façam transmissões ao vivo em Full HD, com streaming adaptativo para evitar travamentos e transcodificação integrada na nuvem. Depois das transmissões, será possível até mesmo substituir os arquivos para liberar uma versão com resolução 4K.

A compra da Livestream faz sentido porque, nos últimos anos, o Vimeo tem se concentrado em ganhar dinheiro com assinaturas pagas para usuários profissionais, além de um serviço que permite a outras empresas criarem seus próprios serviços de streaming para vender conteúdo. Ele já é utilizado pelo Foo Fighters e pelas emissoras Comedy Central e NPR. O recurso de streaming ao vivo também será pago.

Os 180 funcionários da Livestream, que tem escritórios nos Estados Unidos, Ucrânia e Índia, poderão ser contratados pelo Vimeo. Hoje, a plataforma de streaming ao vivo possui mais de 10 mil usuários pagantes, como Dow Jones e Spotify; e cerca de 50 milhões de espectadores por mês.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Caleb Enyawbruce
Ótimo. Quanto mais concorrência (frente ao reinado do YT) melhor.
Daniel R. Pinheiro
No próprio link que faz referência ao tráfego do Vimeo, você pode verificar: http://researchcenter.paloaltonetworks.com/app-usage-risk-report-visualization/
7csP9tkb

Eu também. Bem que o Tecnoblog podia fazer uma matéria sobre isso, com quais sites e protocolos geram mais tráfego.

Cidopina
Eu também. Bem que o Tecnoblog podia fazer uma matéria sobre isso, com quais sites e protocolos geram mais tráfego.
johndoe1981

O Youtube, um site de vídeos, só tem 5,66% do tráfego da internet? Poxa, fiquei surpreso agora.

Cássio Amaral
O Youtube, um site de vídeos, só tem 5,66% do tráfego da internet? Poxa, fiquei surpreso agora.