Início » Internet » Economia do Second Life tem seu melhor trimestre

Economia do Second Life tem seu melhor trimestre

Por
9 anos e meio atrás

“Mas o que é isso, o Tecnoblog por acidente publicou uma matéria de 2005?” Não, caro leitor. Os fatos a seguir foram recentemente anunciados, por mais incrível que possa parecer.

Apesar de há tempos ter sido esquecido pela mídia em geral, aparentemente as coisas até que estão indo bem lá para os lados do Second Life, mistura de rede social com MMORPG que fez sucesso pela web alguns anos atrás.

Em um post no blog oficial do serviço, Tom Hale, CEO da Linden Labs, empresa responsável pelo game afirma que as movimentações financeiras de usuários para usuários no Second Life durante o primeiro trimestre desde ano chegaram ao respeitável valor de US$ 160 milhões, aumento de 30% em relação ao mesmo período do ano passado e recorde absoluto na história da companhia. Sua loja oficial de addons, a Xstreet, também teve um trimestre em alta, com aumento de 84% em relação ao começo de 2009 e arrecadando US$ 2,3 milhões.

Assim como outros jogos sociais que existem por aí o Second Life tem sua moeda própria, o Linden Dollar, que pode ser comprado no mundo real para ser gasto no mundo virtual e vice-versa: os que faturarem alguma coisa no game podem sacar o valor em dinheiro – de verdade – e gastá-lo onde bem entenderem. Neste caso, a Linden tem lucro por conta de um “imposto” que cobra sobre suas transações financeiras.

A empresa também divulgou outros dados relativos ao serviço: dos 826.214 navegantes que acessaram o Seconf Life repetidas vezes em março, 571.349 eram ativos economicamente e que em 2009 o site movimentou a bagatela de US$ 549 milhões.