Início » Mobile » Moto Snap da Polaroid que imprime fotos dá as caras na Anatel

Moto Snap da Polaroid que imprime fotos dá as caras na Anatel

Por
29/09/2017 às 16h25
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

A Motorola tem uma estratégia diferente da concorrência para sua linha high-end: em vez de telas infinitas e resistência à água, ela se concentra em módulos para expandir o que o smartphone pode fazer. Temos um projetor, uma caixa de som, uma câmera com zoom, entre outros.

Em fevereiro, durante a Mobile World Congress, a Motorola demonstrou conceitos de módulos que poderiam se tornar realidade. Isso inclui uma impressora para fotos que já passou pela Anatel, como descobriu Everton Favretto nos documentos do Moto Z2 Play.

A ideia da Polaroid Insta-Share Printer é conectar-se a smartphones da linha Moto Z para imprimir fotos instantâneas que saem na traseira do aparelho. Ela tem bateria própria; repare na porta USB-C embutida, e nas luzes indicadoras de carga acima dos pinos magnéticos. Ainda não há detalhes sobre disponibilidade e preço.

Este Moto Snap é um pouco diferente do conceito que a Motorola demonstrou antes, sugerindo que se trata de um modelo para comercialização. Confira o vídeo:

Aqui, temos também um módulo que transforma o Moto Z no cérebro de um robô feito de Lego; uma capa que aceita até quatro chips de celular; e um acessório que “transforma” o smartphone em tablet — lembrando mais o Asus Padfone que o Lapdock do Motorola Atrix.

Temos ainda um headset para realidade virtual com pinos magnéticos; uma capa que torna o Moto Z compatível com carregamento wireless; e uma estação para recarregar vários módulos de uma vez. Nenhum deles aparece na documentação da Anatel.

Há também outro conceito que foi demonstrado na MWC pela Amazon: um Moto Snap feito pela Harman Kardon que funciona como um alto-falante Echo, respondendo a comandos de voz com a assistente Alexa.

Este ano, a Motorola lançou de fato dois novos Snaps (fora as Style Shells decorativas): o Moto 360 Camera, que captura fotos e vídeos em 360 graus; e o Moto Snap Gamepad, que está chegando ao Brasil por R$ 799.

  • Henrique Seraph

    O preço ainda é meio amargo, mas eu acho o conceito de snap muito bom

  • evefavretto

    Oi mãe!

  • evefavretto

    Mais curioso é que quem fotografou isso aí errou o model number dessa etiqueta. M100P é o Insta-Share Projector. Essa impressora é M100I(não é a toa que confundiram pqp). Nos documentos do Z2 Play(e de outros Motorolas) tem um PDF com uma lista de vários acessórios da Motorola, incluindo os Snaps, e lá tá M100I (é i maiúsculo, não l minúsculo).

  • Diogo

    Me surpreende o mercado ainda não estar saturado com módulos chineses “genéricos”… Podia ter um Snap que transformaria o Moto Z num hand spinner…

    • Renan

      Rola Moto™

    • leoleonardo85

      A Motorola liberou devkit pra terceiros fazerem snaps livremente, saiu alguns, mas menos do que eu imaginava que ia sair.

    • Arthur Soares

      Se fosse da apple pode ter certeza que ia ter snap até de liquidificador…

  • Michael Loeps™

    saudades atrix

  • Eu espero mesmo que estejam vendendo bem lá fora, porque a ideia e a execução dos snaps são muito boas. Se fosse a Samsung a gente já sabe que teria chovendo de módulos de terceiros em cada esquina. Enquanto isso eu sofro pra achar o Z1, e sempre pelo preço cheio de lançamento. :/ Mas ainda torço pela Lenovo.

    • rjlgarcia

      Só é possível torcer pelo sucesso lá fora mesmo, pois se depender dos preços extorsivos daqui.

  • rjlgarcia

    Muito bacana a ideia de snap, pena que é algo um pouco caro, para um celular que você não acreditas que vai se manter no mercado. Podem me chamar de babaca, mas acredito que isso só daria certo com um iphone, ou com um galaxy S (desde que o mesmo prometesse manter a compatibilidade por 4 anos)

  • André G

    O problema da maioria dos snaps é que são muito caros e tem a limitação de apenas funcionarem na linha Z da Motorola.
    Uma caixa de som bluetooth melhor que a do snap é mais barata e é compatível com qualquer smartphone, sem contar que vc pode mexer no celular enquanto a caixa fica na mesa tocando.
    Recentemente surgiu um joystick de Moto Snap, mas custa 799 reais, enquanto um Ipega custa em torno de 60 a 200 reais (depende do modelo) e é compatível com a porra toda!
    Os poucos snaps que acho válidos são os de leds coloridos na traseira, bateria, cartões de memória extras. Esses realmente adicionam algo ao smartphone de maneira positiva e que não daria pra fazer isso de maneira tão bem feita sem o sistema da Motorola.

  • André G

    Este projeto era bacana, mas poucos se interessaram. Eu mesmo não sou uma pessoa que me interessaria.
    https://www.indiegogo.com/projects/euromod-an-eurorack-digital-toolbox-audio–3#/

  • Paulo Sonhador

    Cadê o snap para vendas com cartão de crédito?