Início » Ciência » Fontes renováveis de energia estão crescendo mais rápido que combustíveis fósseis

Fontes renováveis de energia estão crescendo mais rápido que combustíveis fósseis

Até 2022, energias renováveis devem avançar 43% no mundo todo

Jean Prado Por

Segundo um novo relatório da Agência Internacional de Energia (IEA), fontes renováveis de energia — incluindo solar, eólica e hidrelétrica — tiveram um ritmo de crescimento maior que gás e carvão. Foram quase 165 gigawatts de adições líquidas em 2016, contra 86 GW dos combustíveis fósseis.

O destaque fica para a energia solar, que teve o maior crescimento de todas as modalidades, com adição líquida de 74 GW no ano passado. O relatório diz que isso se deve ao barateamento da tecnologia, e ao suporte de políticas governamentais. Grande parte dessa ajuda vem da China, responsável por 40% do crescimento global do setor renovável; metade dos novos painéis fotovoltaicos no mundo foram instalados lá.

Os chineses colocaram para funcionar em maio a maior usina solar flutuante do mundo, que gera 40 MW. É uma aposta que faz sentido: Pequim tem um nível de poluição do ar 20 vezes maior que o recomendado pela OMS. A China gera hoje 77 gigawatts de energia solar, e quer complementar isso com 110 GW até 2020, investindo US$ 360 bilhões no setor. Não é pouca coisa!

A IEA acredita que, até 2022, o setor renovável pode crescer 43% no mundo todo, acumulando 920 GW. Nestes cinco anos, a potência de energia solar da Índia tende a dobrar e passar toda a capacidade da União Europeia.

A energia solar (representada pela cor azul médio) começou tímida, mas seu crescimento já está perto de desbancar a energia eólica.

Deste lado do mundo, nem tudo são flores: os Estados Unidos continuam em segundo lugar na lista dos países em que a energia renovável mais cresce, mas as exportações de carvão aumentaram 60% no país. Políticas recentes do país de movimentar essa indústria podem colocar a posição dos EUA no ranking em risco, segundo o relatório.

No Brasil, a concentração de energia solar ainda é pequena. Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), os painéis solares do país geram 28 MW, o que representa apenas 0,02% da nossa matriz energética.

Com informações: IEAEngadget.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Victor Monteiro
O Brasil tem uma mina de ouro nas mãos mas parece que está se fazendo de cego, surdo e mudo.
André Machado
vide o japão com toda a sua competência oriental, que não conseguiu evitar um desastre em fukushima...
Alberto Prado
E a solar e a eólica necessitam de minerais raros para a construção dos componentes. Minerais esses que poluem bastante em toda a sua cadeia produtiva. Da extração até o produto final. Tudo polui. O negócio é ter uma matriz energética diversificada e não ser dependente de uma só.
Jorge Silva Jr.
Cheguei ao mundo com 2.8 bilhões de pessoas na terra...sem tecnologia digital. Energia era coisa de governo Militar. Hoje somos 7.5 bilhões de pessoas na terra...com tecnologia digital e projetos executivos realizados em BIM. A CHINA não dormiu e domina a tecnologia de paínes solares Virou capitalista? Uma nova forma de ENERGIA....em 2077....? Claro que existirá. Poderemos ter atingido 15 bilhões de pessoas na terra. Qualquer evolução e aplicação do tema...que polua menos. Será sempre bem vinda. Com CERTEZA os robôs com inteligências artificiais...trarão a solução. No momento..dissonauros de plantão em um governo não Militar...tentam encher seus bolsos de dinheiro com corrupção....em todas as áreas estratégicas..energia, bidivesidade, segurança, mineração, água, esgotos e etc... Falar de energia? É papo de pessoas inteligentes e que pensam em um país MELHOR. Avante ENGENHEIROS DE ENERGIA....amplas são as possibilidades...aqui já comentadas. Vcs já estão por aqui precisam planejar o mundo onde querem viver MELHOR. Muito trabalho pela FRENTE!
Gragas
penso em eólica e solar,porém como a hidrelétrica já está bem consolidada aqui,ela não pode e nem deve ser abandonada em pouco tempo,seria um trabalho de décadas.
Fábio Peres
Tenho muito receio de que esses subsídios sejam permanentes.
Mickão

O Brasil, com excelentes condições climáticas e geográficas que favorecem o desenvolvimento e uso da energia solar e eólica, continua dependendo exclusivamente de chuvas e termelétricas. Falta de comprometimento, investimento e interesse por parte do governo.

Mickey Sigrist
O Brasil, com excelentes condições climáticas e geográficas que favorecem o desenvolvimento e uso da energia solar e eólica, continua dependendo exclusivamente de chuvas e termelétricas. Falta de comprometimento, investimento e interesse por parte do governo.
Programador Front-End
Se o pessoal conseguisse fazer funcionar energia por FUSÃO nuclear ela seria ecologicamente. Uma pena que a energia necessária para fazer um reator funcionar seja maior do que a obtida.
Danilio Costa Silva
A questão é mudar para tecnologias que poluem menos e que os resíduos ou os danos possam ser tratados de forma mais fácil e barata. As mais limpas depois de instaladas são a Hidroelétrica e a Eólica. A nuclear exige um cuidado muito grande quanto a segurança e o tratamento dos resíduos é caro. A solar pode levar ao uso de baterias que geram problemas ambientas para produção e para descarte. Sinceramente, eu gostaria de ver um estudo sério sobre qual é a forma mais limpa de se produzir energia (fusão não conta!).
Tom
http://ciencia.estadao.com.br/noticias/geral,hidreletricas-emitem-gases-do-efeito-estufa-revela-estudo-da-coppe,20020109p58567 https://www.ecodebate.com.br/2016/02/01/hidreletricas-na-amazonia-podem-emitir-mais-gases-de-efeito-estufa-que-usinas-a-carvao-oleo-e-gas/
betacaroteno
Geração de CO2 e CH4 (gás carbônico e metano) em função da inundação de áreas. Acúmulo de algas nas barragens, concentrando diversos tipos de nutrientes que se tornam poluentes quando essa água é lançada no rio, a jusante da barragem.
betacaroteno
Acredito q o subsídio é importante para dar uma guinada em determinado tipo de tecnologia. Quando ele começa a andar sozinho (faturar), o subsídio não é mais necessário. O problema, como bem sabemos, é q todo subsídio temporário no Brasil vira permanente, para beneficiar uns e outros.
Trovalds
Qualquer energia polui então. Fale-me mais sobre a hidrelétrica poluente.
Exibir mais comentários