Início » Gadgets » Oculus Go é um headset sem fio de realidade virtual por US$ 199

Oculus Go é um headset sem fio de realidade virtual por US$ 199

Por
11/10/2017 às 15h45
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Confirmando rumores, a Oculus anunciou hoje um headset sem fio para realidade virtual: ele não exige um smartphone ou PC, e custa US$ 199. A ideia é atrair mais pessoas para a plataforma.

O Oculus Go possui duas telas com resolução 2560 x 1440, painéis LCD — em vez de OLED — e lentes com o mesmo campo de visão que o Oculus Rift. Ele tem câmeras na parte externa, e rastreia os movimentos do usuário através de visão computacional.

O headset usa um tecido de malha respirável, com uma espuma que se adapta ao formato do seu rosto; e tem uma alça elástica macia para segurá-lo na cabeça.

Além disso, você não precisará de fones de ouvido: o Oculus Go possui áudio espacial integrado. No entanto, isso permite que outras pessoas escutem o que você estiver ouvindo. Para maior privacidade, você pode encaixar seu fone na entrada 3,5 mm do aparelho.

Ele também possui um controle bem semelhante ao do Gear VR ou do Google Daydream View, com um touchpad e alguns botões.

Segundo Hugo Barra, vice-presidente de realidade virtual no Facebook, o Oculus Go é um intermediário entre headsets para PC (como o Rift) e modelos que dependem de um smartphone. Quando for lançado, ele já será compatível com todos os títulos do Gear VR — a Samsung tem uma parceria com a empresa.

O Oculus Go será lançado no início de 2018; kits para desenvolvedores serão entregues em novembro.

Os detalhes foram anunciados na conferência Oculus Connect 4. Nela, Mark Zuckerberg anunciou que quer trazer um bilhão de pessoas para a realidade virtual. “Se quisermos alcançar um bilhão de usuários em VR, temos que encontrar o meio-termo, uma experiência de alta qualidade que não prenda ninguém a um PC. Temos que trabalhar tanto no preço como na qualidade.”

Oculus Rift e Santa Cruz

Falando em preço, o Oculus Rift ficou permanentemente mais barato: o kit com os controles Oculus Touch agora custa US$ 399. No início deste ano, ele saía por US$ 799. Isso certamente prejudicou as vendas — o PlayStation VR e o HTC Vive são mais acessíveis, e têm maior participação de mercado.

Além disso, Zuckerberg anunciou mais detalhes sobre o headset “Santa Cruz”, basicamente uma versão do Oculus Rift sem fio. Anunciado há um ano, ele possui rastreamento que não depende de câmeras externas.

O Santa Cruz foi atualizado com mais sensores de rastreamento na parte frontal. Ele também ganhou controles com seis graus de liberdade, e com pequenas luzes infravermelhas que são monitoradas pelas câmeras no headset. Desenvolvedores terão acesso ao dispositivo em 2018.

Com informações: Ars Technica, Engadget, Mashable.

  • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

    Ué, mas se não exige smartphone ou PC qual é a fonte de imagens/jogos/dados dele?

    • Kang Otro ✓

      pelo que eu entendi é praticamente um Gear VR vem o celular. Tá tudo aí dentro.

    • Krosna Terrestre

      Não exige justamente por que ele ja tem peças de smartphone dentro da carcaça.

      • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

        Deve ser, a matéria não comenta isso, mas acho ruim, processamento deve ser limitado, memória, storage, vc acaba tendo um produto independente mas que deve ter vida mais curta que um produto que apenas reproduz o que é processado em outra fonte.

  • Sinceramente, o HTC VIVE é muito melhor, é o que tem de melhor hoje em tecnologia de VR, o problema é o precinho de 599 dólares. Paga-se 400 dólares a mais, mas é sensacional….

  • Renan

    Boa notícia pra abrir o mercado de VRs e, quem sabe, reduzir os preços da indústria