Os governos querem a todo custo as informações trocadas nos aplicativos de mensagens — e não apenas no Brasil. O Telegram foi multado pela Rússia em 800 mil rublos, o equivalente a R$ 44 mil, por se recusar a instalar um backdoor que permitiria o monitoramento dos usuários por parte da agência de inteligência russa.

Tudo começou em julho, quando as autoridades russas enviaram uma notificação para o escritório do Telegram em Londres, exigindo que o serviço descriptografasse mensagens enviadas por seis números de telefone. O Telegram se recusou a colaborar com a FSB (sucessora da KGB) e, em setembro, o governo entrou com uma ação para punir a companhia.

Na rede social VK, o cofundador Pavel Durov diz que as exigências feitas pela agência de inteligência, tais como revelar as mensagens trocadas, “não são tecnicamente possíveis”. Além disso, a FSB estaria agindo contra a Constituição da Federação Russa, que garante o direito à privacidade de correspondência, conversas telefônicas, cartas, telegramas e outras mensagens.

O aplicativo possui mais de 100 milhões de usuários. Na Rússia, onde Durov nasceu, o Telegram é criticado por ser muito fechado, o que o tornaria a “ferramenta perfeita para terroristas”. Como lembra a Forbes, Durov já enfrentou problemas por se recusar a remover conteúdos na rede social VK, na qual também é fundador. Atualmente, ele está exilado “em algum lugar entre a Finlândia e a Ilha de São Cristóvão”.

O Telegram tem 10 dias para recorrer. Especula-se que a Rússia possa obrigar as operadoras de internet a banirem o aplicativo de suas redes caso o Telegram não colabore com o governo. No Brasil, situações parecidas já resultaram no bloqueio do WhatsApp por três vezes.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Molinex
Esse aí tem cara de trambique. A maioria dos malwares vem do leste europeu, russia, e china. Ai os caras me aparecem com um anti virus... Passa a impressão que eles criam os virus, pra vender solução depois...
Catena's Beauty Atelier
E o Kaspersky... mas desses eu tenho dúvida
Renan Araújo

Isso até já foi debate numa dessas postagens sobre o bloqueio do Whatsapp.
Como o @Diogo comentou, tem esse caso de pessoas realmente mal intencionadas e, do outro lado, nossa privacidade. Porém, eu não sei bem até onde eu, um cara qualquer de vida qualquer recebendo meu salário qualquer, seria afetado por isso, SE (somente se) eu tiver uma chance de segurança maior.

É uma conversa até longa...

JOSE HAROLDO SENA DE O. FILHO

O assunto pode até parecer batido, mas quando vem a tona uma pauta relacionada volto ao livro de Glenn Greenwald, jornalista que entrevistou Snowden (morava no Rio de Janeiro da época). Sem dar spoiler, há um capítulo do livro muito legal dedicado a este assunto especial. Recomendo a leitura de Sem Lugar Para se Esconder – Edward Snowden, a NSA e a Espionagem do Governo Americano.

https://uploads.disquscdn.c...

Molinex

A Russia só ofereceu ao mundo 3 coisas que prestam:
Vodka, Zangief e o telegran (Menção honrosa ao Tetris).

E ainda querem estragar o telegran com um backdoor. Esses russos...

Renan

Quanto menos poder o governo tiver, menor o potencial de abuso.

LekyChan

brasil fazendo escola

Programador Front-End

Boa, mas o campo fonte cai bem mesmo. É um detalhe bem vindo

Diogo

Isso é verdade... não tem muito o que se fazer então.

Seraph

A questão é que, se tivesse Backdoor, eles simplesmente mudariam de plataforma. e os únicos afetados seriam os usuários comuns.

Thiago Martins

mais o whatsapp tinha essa funç....NÃO PERA

Diogo

As fontes são "citadas" nos links no meio do texto das matérias (https://vk.com/wall1_2061401)

Diogo

Nem tudo é preto no branco assim. Ter acesso às informações dos usuários no Telegram seria útil para monitorar ações criminosas e terroristas (da mesma forma como acontece com escutas telefônicas). Infelizmente, não há meio termo entre segurança e privacidade nesses serviços, e os grupos criminosos e terroristas estão entre os maiores beneficiados ao utilizarem o Telegram, Whatsapp, etc.

Ricardo - Vaz Lobo

Putin resolveu "pedir" a abertura da cripto porque seus cráquers não conseguiram quebrá-la.

Arley Martins

Não tem que passar informação nenhuma a governo nenhum mesmo em caso de terrorismo. Os governos em especial forças armadas querem saber até o numero da calcinha e cueca das pessoas. Quer ditadura, vá pra coreia do norte.

Exibir mais comentários