Início » Celular » ZTE Axon M é um estranho, mas interessante smartphone de duas telas

ZTE Axon M é um estranho, mas interessante smartphone de duas telas

Por
2 anos atrás

A ideia não é nova, mas não deixa de ser estranha: a chinesa ZTE anunciou um smartphone com duas telas IPS de 5,2 polegadas e resolução full HD. O Axon M, como é chamado, lembra um aparelho colocado ao lado de outro quando olhado pela primeira vez. Mas estamos mesmo falando de um dispositivo único. Você pode até virar uma das telas para deixá-lo com aspecto convencional ou usá-lo em formato de ‘V’.

ZTE Axon M

Proposta reciclada

Um dos primeiros smartphones baseados na ideia de duas telas dobráveis foi o Kyocera Echo, lançado em 2011. Rodando o Android 2.2 Froyo, o dispositivo tinha dois painéis TFT de 3,5 polegadas com resolução de 800×480 pixels. Conceitualmente, a maior diferença em relação ao Axon M é que a tela secundária do Kyocera Echo vira para dentro, assumindo um formato de laptop. Dava até para colocar um teclado virtual na segunda tela.

Kyocera Echo

Kyocera Echo

No modelo da ZTE, a tela secundária dobra para fora. Se você virá-la totalmente, o segundo visor vai para a traseira, fazendo o aparelho lembrar a linha YotaPhone. Esse é o modo de tela única e que remete ao padrão de uso com o qual estamos acostumados. Como tal, somente o display frontal fica ativado.

O mais interessante, provavelmente, é o modo estendido. Com ele, as duas telas do ZTE Axon M são usadas ao mesmo tempo, lado a lado, com uma servindo de extensão para a outra. É um modo que lembra vagamente o uso de dois monitores em um PC.

ZTE Axon M

Modo dual

Você pode recorrer a esse formato para atividades como visualizar fotos ou ler documentos em tamanho maior. Só que as bordas que separam as duas telas podem frustrar a experiência. Por conta disso, talvez valha mais a pena recorrer ao modo dual, que permite que cada tela exiba aplicações diferentes. Você pode ter um navegador em uma e um app de rede social na outra, por exemplo.

Há ainda o modo espelho, que mostra o mesmo conteúdo nas duas telas. Se você virar o segundo visor parcialmente, formando um ‘V’ invertido, dá para deixar o ZTE Axon M sobre a mesa de modo que duas pessoas possam assistir a um filme, cada uma com a sua tela. Para alternar entre os modos, basta tocar na letra ‘M’ que aparece ao lado dos botões virtuais do Android.

ZTE Axon M

Especificações e disponibilidade

No restante das especificações, o Axon M traz 4 GB de RAM, 64 GB de espaço para armazenamento de dados expansíveis com microSD de até 256 GB e processador Snapdragon 821 com GPU Adreno 530.

É um chip potente, só que de 2016. Provavelmente a ZTE quis reduzir os custos do aparelho ao fazer essa escolha. O desempenho certamente é excelente, mas um Snapdragon 835 seria mais interessante, inclusive por consumir menos. Esse é um detalhe relevante, afinal, o Axon M tem bateria de 3.180 mAh — pode ser pouco para duas telas.

ZTE Axon M

Por conta do formato incomum, o dispositivo traz apenas um módulo para fazer as vezes de câmera frontal e traseira. Trata-se de um sensor de 20 megapixels com lente de abertura f/1,8, flash dual LED e gravação de vídeo em 4K.

Outras característica incluem porta USB-C, entrada para fones de ouvido, dois alto-falantes externos e Android 7.1.2 Nougat.

No fim das contas, o Axon M é um smartphone um tanto bizarro, com um formato que dificilmente emplacará, mas que, mesmo assim, consegue ser interessante. Só não será fácil encontrá-lo: o aparelho será lançado a partir de novembro apenas em alguns países da Europa e Ásia, além dos Estados Unidos. O preço deve oscilar entre US$ 600 e US$ 750.

Com informações: Engadget

Mais sobre: ,
Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários aqui.