Início » Negócios » Apple compra empresa especializada em carregamento sem fio

Apple compra empresa especializada em carregamento sem fio

Jean Prado Por

O iPhone 8 foi só o primeiro passo: nesta quarta-feira (25) a Apple confirmou a compra da PowerbyProxi, empresa neozelandesa especializada em carregamento sem fio. O valor da compra não foi revelado.

A informação foi inicialmente revelada pelo site local Stuff e foi posteriormente confirmada por um porta-voz da empresa. Ao Stuff, o engenheiro de hardware da Apple disse que a equipe da PowerbyProxi será “uma ótima adição, já que a Apple se esforça para criar um futuro wireless”.

Foto: Wall Street Journal

Enquanto um carregador sem fio tem, em média, capacidade de 7,5 watts, a PowerbyProxi já fabricou produtos com capacidade de até 150 watts, para uso industrial. Não seria muito complicado fazer carregadores para iPads ou MacBooks, por exemplo.

A própria Apple já fez o seu próprio carregador wireless, batizado de AirPower, que é capaz de carregar um iPhone, Apple Watch e AirPods ao mesmo tempo. Como você já sabe, os iPhones lançados este ano são os primeiros a suportar carregamento wireless; eles usam o padrão Qi, também adotado por outras fabricantes há alguns anos.

Criada em 2007, a PowerbyProxi já recebeu um investimento de US$ 4 milhões da Samsung em 2013. Como de praxe, nenhum outro detalhe sobre a compra foi revelado, mas só o fato da Apple confirmar a aquisição já é uma novidade.

Com informações: VentureBeat, Reuters.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

David Matheus
Essa tecnologia só ficaria boa mesmo se aquela ideia de colocar nos restaurantes vingar. Você deixa o celular em cima da mesa, come enquanto o celular carrega... Ó que maravilha.
Henrique Seraph
"boa"
raphaela1
No McDonalds da Henrique Schaumann(SP) já tem a base de carregamento sem fio da Samsung nas mesas
Bruno Pinho
A bateria do iPhone 7+ é bem boa.
Marco Antonio
https://tecnoblog.net/223907/pi-recarga-sem-fio/ 2
Diogo
Não. Seria como um controle remoto que só carrega colado na TV.
Daniel R. Pinheiro
Seria bom que o carregamento sem fio pudesse carregá-lo enquanto de manuseia o celular, mas essa tecnologia ainda está no princípio. Será bom no dia que possamos chegar numa mesa de uma praça de alimentação e ela ter uma basa, embutida na própria mesa, que possibilitasse o carregamento (o que já existe em alguns estabelecimentos).
Daniel
Carregamento sem fio vai ser quando vc não estiver mais preso a tomadas/fiação.
Joaomanoel
Nesse seu raciocínio maravilhoso então nada é sem fio.
Diogo
O carregamento acontece sem a presença de um fio entre a base e o celular. Agora se você quer rede elétrica sem fio, aí são outros 500...
Diogo
Acho que a principal vantagem está em evitar o desgaste do fio e do conector, visto que a base (teoricamente) ficaria conectada à energia o tempo todo. Além de poder embutir uma "base" num MacBook, fazendo um iPhone carregar só de deixar em cima (ou do lado) do MacBook.
Arley Martins
Concordo, esse carregamento sem fio ainda esta engatinhando.
Kodos Otros
Rapaz, a meu ver oferece sim. Obviamente que não tanto quanto o carregamento "pelo ar", mas é algo que eu gostava muito no Nexus 5, é só colocar na base e pronto, sem falar que poupa a entrada no celular, evita quebrar. Se o cel só tiver o type-c entao, pra quem gosta de ouvir musica carregando o celular, é uma saída bem prática. É aquela coisa, não é algo que vc nao vive sem, mas tem suas vantagens. Outra é ter móveis já com esse tipo de carregamento, deixa o celular ali e pronto, pode-se até fazer vc mesmo um, eu fiz na minha mesa de estudos na época e ficou muito bom. A única desvantagem que vejo é que tem que ter uma base em cada lugar ou ficar carregando a base pra onde for, mas de qualquer forma nada impede de usar o cabo normalmente.
Renan
Não é carregamento sem fio ainda. É carregamento sem plug. Tem um fio conectado na tomada.
Henrique Seraph
enquanto não puder manusear o smart livremente sem restrições, carregamento sem fio não oferece la tanta vantagem assim. E ainda exige (por enquanto) uma tela de vidro horrível e delicada. E com essa bateria horrível da Apple então...