Início » Computador » Vaio Z Kachi-iro é um notebook ultrafino de R$ 11.999

Vaio Z Kachi-iro é um notebook ultrafino de R$ 11.999

Paulo Higa Por

O notebook mais caro da Vaio ganhou uma edição comemorativa no Brasil: para marcar seus 20 anos, a empresa está lançando o Vaio Z Kachi-iro, um ultrafino com hardware de sobra, design de carbono com alumínio, tela de alta resolução e um preço nada amigável.

O Vaio Z Kachi-iro tem esse nome em referência ao ideograma japonês Kachi, que significa “vitória”. E a cor púrpura é “inspirada nos trajes dos guerreiros samurais do Período Kamakura”, revestindo o notebook com tela IPS LCD de 13,3 polegadas (2560×1440 pixels), 21 mm de espessura e peso de 1,17 kg.

Por dentro, temos um processador dual-core Intel Core i7–6567U de 3,3 GHz, 16 GB de memória LPDDR3 e 512 GB de armazenamento em flash PCIe, que chega a velocidades de 3 GB/s. A bateria de 4.950 mAh (55 Wh) dura até 15 horas, segundo a marca, que no Brasil é controlada pela Positivo.

Ele tem duas portas USB 3.0 (uma para carregar gadgets), uma HDMI e um conector de áudio para fone de ouvido e microfone, além de um leitor de cartões SDXC e conexão Bluetooth 4.2. O teclado é retroiluminado e tem layout americano; e a tela possui um acabamento anti-reflexivo.

É uma máquina bem diferente do Vaio Z que testamos, embora tenha um nome parecido: o primeiro tinha uma tela sensível ao toque e uma dobradiça bem peculiar, que permitia utilizá-lo como um tablet, enquanto o Vaio Z Kachi-iro é um notebook sem touchscreen ou outras capacidades malabarísticas. Pelo menos o hardware melhorou: o modelo anterior tinha apenas 128 GB de SSD e 8 GB de RAM.

Como quase todos os ultrafinos do mercado brasileiro, o Vaio Z Kachi-iro já está sendo vendido por um preço altíssimo, de R$ 11.999.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Henrique
12 mil eu compro minha alma e todos os meu rins e ainda sobra um troco pra comprar um caldo de cana
Jailson Effting
Se o preço fosse melhor, eu o compraria por causa do processador. Comprei um Avell com Kaby Lake e descobri tarde demais que o processador só suporta windows 10 ¬¬'.
phsodre
Desse preço da pra comprar 2 Dell com placa dedicada e processador atual, pq se não me engano, esse aí é de 6ª geração. Não vale a pena meeeeeixmo!
Cérebro
Pra valer esse preço, tem que colocar muito, mais muuuuuuuito mais recursos nele.
Cássio Amaral
Parei de ler em Positivo.
Marcus Araújo
Isso vai vender quantas 0 unidades? 12 mil num Positivo disfarçado com configurações ultrapassadas é demais, né?
John Smith
Bem sem graça em todos os aspectos.
João César Martins
concordo muitoo
DumbSloth87
E memória DDR3, século 2017 e ainda lançam produtos com DDR3!
Matheus Mohr
Da série "bem legal, mas ninguém vai comprar"
Flavio Alvez
Fala sério! Eu preferia comprar um MacBook!
Esperto
Belo P?o?s?i?t?i?v?o? Vaio, o nome devia ser Kara-io, que é a primeira coisa que fala quando olhamos o preço e especificações totalmente i?n?c?o?m?p?a?t?í?v?e?i?s? compatíveis
Arthur Dantas
Processador "U"de sexta geração, memória DDR3,tela IPs de 2k, Bluetooth 4.2, sem entrada USB C, por 12 mil? ATA! Até pra este nicho, existem opções melhores. Mas na boa essa configuração ai tá fraquinha! Tirando o SSD na PCIe que achei dahora.
Trovalds
Geração 6 de processadores Intel enquanto já chegou a geração 8. Muito certo.