Início » Brasil » Nikon deixa de vender câmeras e lentes no Brasil

Nikon deixa de vender câmeras e lentes no Brasil

Por
45 semanas atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

O Brasil pode ser um país bem complicado para empresas de tecnologia manterem presença. A Nintendo desistiu de vender seus produtos por aqui, assim como a HTC e a Xiaomi; agora, é a vez da Nikon.

A partir de 31 de dezembro de 2017, a Nikon do Brasil vai encerrar a venda de câmeras, lentes e acessórios fotográficos para o mercado brasileiro, atualmente oferecidos em sua loja online.

Foto por Kārlis Dambrāns/Flickr

Nikon D850

A empresa diz em comunicado que o atendimento ao consumidor e a assistência técnica “continuarão operando normalmente” no Brasil; além disso, ela vai honrar a garantia de seus produtos. E caso você tenha uma câmera ou lente fora da garantia, “a assistência técnica será fornecida com base nos custos aprovados pelos proprietários”.

A Nikon realizou essa mudança porque está passando por uma “reestruturação em escala global”. Ela teve um ano fiscal muito ruim: perdeu participação nos principais mercados em que atua — câmeras com lentes intercambiáveis, câmeras compactas e lentes — e teve prejuízo de US$ 60 milhões.

Por isso, o plano da japonesa é “mirar em uma estrutura para sustentar o lucro num mercado em declínio” e “fazer uma revisão de todos os custos”. Pelo visto, ela decidiu que não compensa manter uma equipe de vendas para o Brasil.

Enquanto isso, a Canon segue vendendo seus produtos no país, e fabrica algumas câmeras localmente desde 2013. Em maio deste ano, ela anunciou que a EOS Rebel T6 passou a ser feita em sua fábrica de Manaus, e por isso seu preço baixou de R$ 3.499 para 2.499 na loja oficial.

Mais sobre: ,