Início » Web » A maioria das pessoas não usou os 280 caracteres nos testes do Twitter

A maioria das pessoas não usou os 280 caracteres nos testes do Twitter

Novo limite de caracteres foi liberado para todos os usuários

Por
32 semanas atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Se você não acessou o Twitter nesta terça-feira (7), te apresento uma novidade: a rede social liberou, para todos os usuários, a possibilidade de escrever tweets com até 280 caracteres, o dobro do limite anterior. Mas isso não deverá gerar uma enxurrada de textões: a maioria dos usuários que estavam no grupo de testes não aproveitou o novo limite.

O limite de 280 caracteres estava sendo testado desde setembro. Segundo o Twitter, o aumento era necessário porque diferentes idiomas precisam de diferentes números de caracteres para expressar a mesma ideia. Em inglês, os usuários atingiam o limite de 140 caracteres em 9% dos casos; no japonês, o número caía para 0,4%. Por isso, os 280 caracteres passaram a valer para todos os idiomas, exceto japonês, coreano e chinês.

Nos testes, o número de tweets que atingiam o limite passou de 9% (140 caracteres) para 1% (280 caracteres). Menos de 5% ultrapassaram 140 caracteres e menos de 2% foram além de 190 caracteres. “Nós (e muitos de vocês) estávamos preocupados que as timelines pudessem ficar cheias de tweets de 280 caracteres, e que as pessoas com o novo limite utilizassem sempre todo o espaço. Mas isso não aconteceu”, diz o Twitter.

O Twitter não espera nenhuma mudança drástica no número de tweets que os usuários publicam, e lembra que tweets com uma imagem ou enquete já ocupavam mais espaço que um tweet de 190 caracteres. Você gostou da ideia?

Mais sobre: