Início » Computador Negócios » Intel contrata chefão da AMD para criar GPUs dedicadas

Intel contrata chefão da AMD para criar GPUs dedicadas

Se cuida, Nvidia

Por
09/11/2017 às 10h28
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Uma movimentação curiosa está acontecendo no mercado de GPUs. Intel e AMD anunciaram uma parceria na segunda-feira (6) para criar um processador gráfico de notebook capaz de brigar com a Nvidia. No dia seguinte, a AMD informou que o arquiteto-chefe de Radeon, Raja Koduri, estava deixando a empresa. Pois bem: ele acaba de ser contratado como arquiteto-chefe de GPUs… na Intel.

Em comunicado, a empresa explica qual será a tarefa do executivo (grifo meu): “Nesse cargo, Koduri ampliará a liderança da Intel no mercado de gráficos integrados para PCs com soluções gráficas dedicadas high-end para uma ampla variedade de segmentos da computação”. Esses segmentos incluem “computação, gráficos, mídia, imagem, inteligência artificial e edge computing”.

Foto: Flickr/huangjiahui

A Intel não diz com todas as letras, mas basicamente está se tornando uma concorrente da Nvidia (e também da AMD). E isso é importante porque, no mercado de PCs, temos dois grandes duopólios há décadas: Intel e AMD em CPUs; Nvidia e AMD nas placas de vídeo. A entrada de uma nova competidora pode trazer bons frutos — assim como a Intel finalmente se mexeu depois do lançamento do AMD Ryzen.

Como explica o AnandTech: “Apesar da AMD ser, sem dúvida, mais experiente que a Intel [em GPUs dedicadas], a Intel possui os recursos financeiros e de fabricação para lutar contra a Nvidia, algo que sempre faltou na AMD”. Além disso, antes do AMD Vega, a geração 9.5 de GPUs da Intel “era provavelmente a arquitetura de GPU para PC mais avançada, suportando recursos gráficos de nível mais alto que a Nvidia Pascal”.

Qualcomm entrando no mercado de PCs com Windows 10, Intel se arriscando em GPUs dedicadas… Parece que os próximos anos serão bem interessantes no cenário de hardware.

Mais sobre: , ,
  • Agora o mercado de GPUs pega fogo. ( ͡° ͜ʖ ͡°)

  • Marcogro®

    O UP que ele deu na AMD com os recursos limitados que tinha, foi algo que não passaria despercebido no mundo empresarial… Fico imaginando até onde chegará com os recursos da Intel.

    • McLovin

      Muito bem pontuado meu caro Ogro.

    • ochateador

      O que ele fez foi algo simples de ser feito.

      Criou um projeto no papel.
      E na prática todo mundo seguia o passo a passo contido no papel.
      Deu certo? De o próximo passo. Deu errado? Pare de caminhar e verifique o que deu errado e arrume e após corrigir o erro volte a caminhar.

      Algo extremamente simples de ser feito e que economiza uma quantidade absurda de dinheiro e tempo. Basta querer fazer as coisas do jeito certo e com calma (bem o contrário do que vemos em muitas empresas onde tudo tem que ser feito para ontem).
      Basta ver a carta de despedida dele: “sigam o roadmap”.

      • joao silva

        Olha,num negocio de dinheiro elevados,está filosofia sua é bem difícil de acontecer.

  • Marcos

    Depois de alguns anos sem avançar no mercado de processadores, parece que a AMD chutou o balde com os Ryzen e finalmente vai pra frente. Ainda uso meu FX-8320 sem overclock, em conjunto com uma Radeon R9 270X, que dá conta até dos jogos mais recentes, como o Assassin’s Creed Origins (lógico, não no Ultra, mas roda tranquilamente no High com algumas config no médio por causa dos 2gb de vídeo).

    Sempre fui fã de AMD, as placas de vídeo Radeon, na minha humilde opinião, só não batem as da nVidia por conta dos contratos com fabricantes, que fazem com que os jogos sejam otimizados para a arquitetura das GeForce. Em processamento bruto as VGAs Radeon costumam bater facilmente as concorrentes.

    • Marcogro®

      Cara, também sou fã da AMD, mas uso Intel (Hehehe). Vendi uma RX 470/8GB nesse BOOM da mineração e peguei uma GTX 1060/6, não me arrependo, a GTx é mais placa. Mas uma coisa deu pra notar, as cores da RX são bem mais bonitas e realçadas que as da Nvidia…

  • Trovalds

    Esses movimentos na verdade são pro mercado x86 não morrer de vez. É notório que o mercado está encolhendo cada vez mais em desfavor dos dispositivos portáteis (celulares e tablets). Bill Gates já tinha previsto isso há uns 20 anos atrás.

    • Anti anarcocapitalista

      X86 vai saber se morre. a tecnologia já tem uns 40 anos, não?

      • Trovalds

        Por aí.

  • Catena’s Beauty Atelier

    Quero mesmo é saber dos notebooks arm emulando x86

  • Baidu

    Queria saber o que se passa na cabeça de alguém que comenta “sou fã da AMD”. Nunca vi nenhum comentário “sou fã da nVidia, sou fã da Microsoft, sou fã da Intel”. Por isso dizem que só fanboys noobs alienados compram produtos da AMD

    • Edilson Jardim Filho

      Igualmente torcer pra Ferrari.

    • Bom, eu sou um fã da Microsoft. Onde está seu deus agora?!

      • Firmino Gomes

        o que é essa tecnologia chamada Deus?

  • Keaton

    Será que isso não vai dar merda.