O plano inicial era lançar as primeiras unidades em 2017. Não vai dar. Mas o projeto está praticamente finalizado, portanto, de 2018 não passa: em um evento em Milão, a italiana Piaggio confirmou que a primeira versão elétrica da icônica Vespa está chegando.

Criada na década de 1940, a linha de motocicletas Vespa foi por muito tempo símbolo de status e estilo, tanto que pode ser facilmente encontrada em filmes e campanhas publicitárias, por exemplo. O auge já passou, mas a linha continua sendo atualizada e mantém legiões de adeptos, principalmente na Europa.

Vespa Elettrica

A linha só existe até hoje porque foi sendo adaptada ao longo do tempo para se adequar a novos padrões de uso, normas de segurança e afins. Nada mais natural, portanto, uma versão elétrica ser acrescentada. A Vespa Elettrica, como foi batizada, mistura com maestria o tradicional com o novo.

Basta observar que o design do modelo remete ao estilo clássico da linha Vespa, mas traz alguns traços mais modernos. Já o painel com ponteiros analógicos cedeu espaço para uma tela TFT colorida de 4,3 polegadas.

Vespa Elettrica

Além de mostrar informações como velocidade e carga da bateria, o painel pode exibir notificações de mensagens e localização em um mapa, por exemplo. Basta sincronizar o smartphone à moto via Bluetooth. Com um capacete especial a ser vendido à parte, o usuário poderá usar a conexão Bluetooth para ativar um assistente de voz e até ouvir música — o acessório terá microfone e saídas de som.

Mas o que mais nos interessa são os atributos de rodagem. De acordo com a Piaggio, a Vespa Elettrica tem autonomia de 100 quilômetros com uma carga completa de bateria — o tempo de recarga é de quatro horas. Já o desempenho é um pouco superior ao de uma moto com 50 cilindradas. Essas características deixam claro que o modelo é voltado para o ambiente urbano.

Vespa Elettrica

Para quem precisa de mais autonomia, a Piaggio anunciou uma versão híbrida: a Vespa Elettrica X pode alcançar até 200 quilômetros por contar com um gerador que funciona com gasolina. Nos dois modelos, a bateria possui dez anos de vida útil e, após mil ciclos de recarga, tem sua capacidade de armazenamento reduzida para 80%, estima a fabricante.

Vespa Elettrica X

Vespa Elettrica X

Data de lançamento e preços ainda não foram revelados. Por ora, a Piaggio só prometeu lançar a Vespa Elettrica e a Vespa Elettrica X em algum momento de 2018. Uma coisa é praticamente certa: ambos os modelos serão mais caros do que a média.

Com informações: The Verge

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

KARALBPIN
Acho esses carros e motos elétricos desnecessários. Ainda tem muito petróleo pra ser descoberto e explorado. Viva o motor V8.
tuneman
sim, eu entendo. mas o seguinte, você compraria um carro a gás se não houvesse uma rede de distribuição proxima? nem eu! por isso só é viavel em algumas cidades. o mesmo para veiculos eletricos. tambem espero que tornem-se mais populares, mas é necessário investimento tambem em redes de manutenção.
Mago Erudito®
É só andar dentro do limite que dá tempo de parar.
Mago Erudito®
Sim, mas repare a diferença: Carro a gasolina: R$ 0,40/Km Carro elétrico: R$ 0,08/Km Sem contar a mecânica que é mais simples e dá menos problema.
tuneman
2 - já era modinha muito antes da Apple
tuneman
Ainda é um problema na hora de fazer manutenção. Bateria tem vida útil. O fornecedor precisa ter a disposição baterias de qualidade. Senão o pessoal compra, da problema e depois só fala mal.
Lucas Guilherme
Sim, está cada vez pior.
Joaomanoel
Por incrível que pareça, veículos elétricos tem algumas isenções fiscais no br.
Carlos Aranha
"Notificações no painel": contra a lei. "Ouvir música e falar ao telefone": contra a lei. Seria bacana o Tecnoblog ter o cuidado de ir além da simples tradução do The Verge e informar os brasileiros de forma mais prudente sobre como se deve agir no trânsito.
Tom
Na minha cidade tinha um monte lá em 2011 mas não deram certo.
Gabriel B.R.
Tá na cara que eles copiaram o X do Xbox One X.
Zé das Covi
hoje em dia com uma moto dessas suas visitas ao posto de gasolina são menos frequentes ... amigo meu tem uma lead e disse que faz 50km/l ...
Elder Bruno
Imagina só que felicidade poder ter uma moto dessas. Nunca mais se quer ir no posto colocar a "gasoalcool" a preços astronômicos. Agora é esperar sair o preço dela, e saber tb quanto vai custar uma bateria quando for precisar trocar.
Renato Nascimento
Espero que a equipe do Tecnoblog evite a sessão de comentários ficr igual a do Gizmodo.
Victor Viana
Não sei porque não temos ainda Scooters urbanas elétricas BARATAS.
Exibir mais comentários