Não é só a Netflix que está investindo pesado em conteúdo próprio. A Amazon começou a semana confirmando os rumores levantados recentemente pelo Variety: a companhia adquiriu mesmo os direitos para produzir uma série baseada em O Senhor dos Anéis. O plano é fazer a produção ser exclusividade do Prime Video.

Gandalf

Os detalhes ainda são escassos, mas a Amazon já revelou que a série, pelo menos na primeira temporada, será ambientada na Terra Média em uma época que precede o livro A Sociedade do Anel, o primeiro da saga. A ideia é explorar principalmente acontecimentos e personagens pouco retratados nos filmes e livros, ou seja, não haverá uma simples releitura das adaptações lançadas para o cinema.

A produção será conduzida em parceria com a Tolkien Estate and Trust, entidade que controla direitos sobre obras de J.R.R. Tolkien, e com a New Line Cinema, divisão de entretenimento da Warner Bros que está por trás das adaptações para o cinema de O Senhor dos Anéis e O Hobbit.

As informações iniciais dão conta de que a Tolkien Estate and Trust e a Warner também teriam oferecido os direitos sobre a série para Netflix e HBO, mas a Amazon venceu a disputa — se é que realmente houve uma — por, aparentemente, ter sido a única disposta a pagar o preço pedido: algo entre US$ 200 milhões e US$ 250 milhões, embora nenhuma das partes tenha confirmado o valor.

O Senhor dos Anéis

É um preço elevadíssimo e que não inclui os custos com a produção em si, que também não devem ser baixos: naturalmente, é de se esperar que a qualidade gráfica seja tão ou mais impressionante do que aquela existente nos filmes.

Mas é um investimento que deve compensar: a intenção da Amazon é fazer o acervo da Prime Video não ficar devendo nada para os rivais. Para isso, só gastando muito. Produções como American Gods e The Man in the High Castle já conseguem atrair assinantes para o serviço, mas uma série baseada em O Senhor dos Anéis tem enorme potencial de ser imbatível nesse aspecto.

Os fãs da saga terão que ser pacientes. A Amazon não deu nenhuma previsão sobre a data de estreia da série, mas uma produção como essa não fica pronta em poucos meses. Sendo muito otimista, dá para apostar em algo para o segundo semestre de 2019.

Com informações: Ars Technica, Deadline

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Valdo Barros

vamos ver quando lançar a serie e muito cedo para critica.

Wellington Gabriel de Borba

O que acontece é que enquanto Série dá audiência, eles vão produzindo episódios, renovando temporada. Vou ver se parando de ver Greys, eles encerram aquele negócio que poderia ter acabado na 12th season.

Gedson Junior
Acho q não vai rolar, já que eles vendem o fire stick
Lucas Santos
Além do risco de serem canceladas sem um final. Minisséries seriam interessantes pra agradar gregos e troianos.
Sid

Isso vai ser muito bacana. A Amazon está entrando com uto e vai ser uma concorrente de peso

Sidney Piesco
Isso vai ser muito bacana. A Amazon está entrando com uto e vai ser uma concorrente de peso
Eduardo Barros
Sabia que a trilogia vai continuar existindo após o lançamento da série?
David
Eu era um grande fã de séries, mas atualmente partilho do mesmo pensamento. Já abandonei algumas séries por se arrastarem durante anos sem um sinal de desfecho à vista, e não inicio mais nenhuma, stranger things, ozark, narcos, demolidor... pro inferno com tanta linguiça pra encher. Espero que invistam mais em filmes nesse carvalho.
André Silva
Porque afinal de contas, tem que agradar os fãs dos livros, mesmo sendo outra mídia. Ou seja. Basta lançarem a primeira temporada descrevendo cada uma das trezentas e setenta e cinco mil, quatrocentas e quarenta e oito plantas diferentes, arbustos, árvores, flores, montanhas, blá blá, blá e será um sucesso! Preguiça!!!!!
ochateador
Só pirateando antes para saber se vale a pena gastar o dinheiro :D
Aloísio
Infelizmente essas plataformas de video só investem em séries,deixando os amantes de filmes sem opção.Detesto séries principalmente pelo desfecho demorar demais e geralmente ser uma porc*ria.Grandes sucessos do cinema passam longe dessas plataformas de streaming.
Daniel Teixeira
Povos, não vai ser um remake do Senhor dos Anéis em série. Os rumores apontam um prequel do Senhor dos Anéis, o que pode ser qualquer coisa, desde as histórias do Silmarillion até as histórias do Passolargo antes de se encontrar com o Frodo.
João

Com a popularidade de GOT vale muito a pena fazer "merda". Muito $$$$ voando.

Joaomanoel
Com a popularidade de GOT vale muito a pena fazer "merda". Muito $$$$ voando.
Thiago Dutra
Por ser uma série, pode ser muito mais fiel a história original e a tecnologia de hoje dá pra ser melhor que os filmes sim! Até pq com um investimento desse só pra ter o direito de produzir, é óbvio que vão gastar uma grana com produção.
Exibir mais comentários