Início » Celular » Os animojis usam a câmera de profundidade do iPhone X, mas funcionam sem ela

Os animojis usam a câmera de profundidade do iPhone X, mas funcionam sem ela

Felipe Ventura Por

Durante a apresentação do iPhone X, a Apple passou boa parte da keynote falando sobre os animojis. Estas animações baseadas em emojis — de animais, robôs e até um cocô — usam a câmera de profundidade frontal para mapear seu rosto.

No entanto, algumas pessoas descobriram que os animojis funcionam mesmo quando os sensores do Face ID são cobertos. Esse recurso usa apenas a câmera frontal, e não precisaria ser exclusivo ao iPhone X? A Apple explica.

No início do mês, o desenvolvedor Quinn Nelson disse no Twitter que "os animojis ainda funcionam perfeitamente" quando os sensores TrueDepth são obstruídos, exceto a câmera frontal. Além disso, o reconhecimento facial "funciona na maior parte do tempo sob a luz do sol; mas os animojis, não".

Marques Brownlee, conhecido por seu canal MKBHD no YouTube, confirmou isto no vídeo abaixo (ponto 11:40). Ele cobre a câmera infravermelho, o iluminador e o projetor de pontos, mas os animojis ainda funcionam.

O The Next Web fez o teste e descobriu que, se você cobrir os sensores TrueDepth antes de gravar um animoji, a animação sai com mais engasgos e lentidão que o normal. No entanto, há "pouca ou nenhuma diferença" ao obstruir os sensores do Face ID enquanto você grava o animoji.

A Apple explica ao iMore que os animojis usam, sim, os sensores do Face ID — mas não o tempo todo. O iPhone X ativa a câmera IR de vez em quando, e "analisa mais de 50 movimentos musculares diferentes para refletir suas expressões".

Essa máscara de profundidade é atualizada com o tempo. Ao cobrir a câmera IR, o processo é interrompido: os animojis acabam dependendo só da câmera frontal e do processador neural no A11 Bionic, resultando em uma animação inferior.

Claro, não é necessário ter uma câmera de profundidade para mapear os movimentos do seu rosto. Apps como Snapchat, Instagram e Facebook têm filtros faciais que funcionam em qualquer câmera frontal.

É uma forma de diferenciar o iPhone X de outros smartphones; afinal, o iPhone 8 e 8 Plus também têm o processador A11 Bionic e uma câmera frontal de 7 megapixels. Não é a primeira vez que isso acontece: a assistente pessoal Siri era exclusiva ao iPhone 4S em 2011, mas antes de sua aquisição pela Apple, o app funcionava bem em modelos antigos.

Com informações: iMore, Mashable, The Next Web.

Mais sobre: , ,