Além de traçar rotas, o Google Maps dá informações em tempo real sobre trânsito, indica estabelecimentos próximos e diz como chegar a determinado lugar via transporte público, por exemplo. O que era bom ficou melhor: o Google anunciou uma atualização de design que promete deixar o Maps ainda mais organizado e fácil de usar, tanto na versão web quanto nos aplicativos móveis.

Google Maps - redesign

Um dos diferenciais do novo design é a contextualização. O Google Maps vai destacar determinados recursos conforme o uso que você faz da ferramenta. Assim, se você estiver se locomovendo de metrô, por exemplo, o Maps exibirá com prioridade estações e informações relacionadas; se você estiver de carro, o mapa poderá destacar um bloqueio de via que acabou de ocorrer ou um posto de gasolina.

Mas, provavelmente, a mudança mais impactante está no esquema de cores e ícones. Há vários tipos de lugares que podem ser localizados no mapa, por isso, o Google melhorou a padronização dos símbolos para que você possa identificá-los mais facilmente. Por exemplo: restaurantes e bares têm ícones na cor laranja; hospitais e farmácias, algo entre vermelho e rosa; lojas e mercados, azul; aeroportos e estações de transporte público, azul claro.

Google Maps - cores

Os ícones também foram atualizados, mas eles podem mudar de acordo com o país. Como exemplo, o ícone de hospital é diferente do resto do mundo no Japão, China e Israel; já bancos que trabalham especificamente com dólares americanos, euros ou ienes são marcados no mapa com símbolos que correspondem a essas moedas.

A integração com os demais serviços do Google também foi aperfeiçoada. Um evento marcado no Google Agenda ou uma reserva de hotel confirmada via Gmail fará o estabelecimento em questão aparecer com mais destaque no mapa.

Google Maps - ícones

Note que nenhuma dessas funcionalidades é nova. O Google só está aperfeiçoando os recursos do Maps. A intenção da companhia é melhorar a experiência do usuário destacando no mapa aquilo que é mais adequado ao uso que está sendo feito da ferramenta naquele momento.

Faz bastante sentido. A quantidade de informações que o Google Maps pode exibir é enorme e não para de crescer. Se não houver contextualização, essa vantagem vira aborrecimento.

Como de hábito, o Google está implementando a atualização aos poucos. Se o Maps ainda não mudou para você, basta esperar. O novo padrão visual também será aplicado a serviços relacionados, como Google Earth e Android Auto.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

JN Marcos

??

Tori

Ainda não

Tori

Microsoft tá misturando tudo e todos.
Olhe o Onedrive/Outlook.
Ele contém aos ícones do iOS, algumas Guidelines do Windows Fluent Design e apenas a barra principal como Material.
Da pra sentir a diferença e desrespeito da linguagem comparado a um outro app.

JN Marcos

Esse conceito dos ícones de diferentes cores existe há tempos no Bing Maps. Porém o número de ícones no Google Maps é bem maior, o do Bing Maps é mais categorizado. Em funcionalidades, o Google Maps ainda ganha.

JN Marcos

No caso da Microsoft, ela segue o padrão adotado para seus produtos. Já a Google, realmente deveria seguir mais à risca.

JN Marcos

Já visse o Awesome Tube?

Pedro do Caminhão

Google Bino! Meu companheiro de estrada!

Tori

Pior que ela jogou bastante marketing em cima dessa coisa de "Deslize os cards", pra jogar isso foram em questão de meses e nem citar

Tori

Eu curto muito a Material design, por conseguir fazer o telefone ser uma coisa simples, só que a Google não consegue seguir a Apple nesse quesito de "TUDO EM HARMÔNIA", olha os apps da Apple, tudo tem sincronia com o sistema e tudo ao redor, enquanto Google quer usar a mesma linguagem do iOS no Android misturada com Material.
Tá ficando tipo...ANH?

Tori

Mytube é outra coisa que está andando pra um caminho ruim.
Em vez de facilitar o uso do aplicativo em tablets, tá adicionando uma manada de botões em tudo quando é lugar.
>Além de usar a fluent design na interface toda, ai no modo tablet mela tudo

Tori

Google diz bem claramente nas Guidelines, tipo, em CAPSLOCK: NÃO USE MENUS SOLTOS NA TELA, USE APENAS UM MENU HAMBURGUER PARA MELHOR APROVEITAMENTO DE TELA E CLUTTERLESS
Aí ela vai lá e joga essa Guideline pro lado e faz essa cagada no YouTube e e Maps.
Muitos desenvolvedores seguem a Material design tranquilamente, só a Google (e Microsoft é claro) querem ser a rainha da cocada e jogar tudo sem harmonia alguma.

Fernando Brandão

Parei de usar o Google Maps. O Here está me atendendo muito bem.

¯\_(ツ)_/¯

^ O mesmo, depois da modificações de visuais e funções eu não conseguir mas usar o Youtube Web. Hoje eu só acesso via myTube!

Cristiano de Oliveira

Eles devem fazer isso apaenas pra os desenvolvedores terem uma noção. Já que que o pessoal do google não utiliza. kk Eles nunca seguem totalmente o material design. Desde o início eu nunca vi. Mas fico torcendo pra que os desenvolvedores usem.

Marsupial radical

Fazia tempo que não abria o Google Now, ontem fui ver e os cards estão num estilo MUITO nada a ver. Não dá nem pra deslisar eles pro lado mais, tipo WTF?

Exibir mais comentários