O aumento do interesse pelo bitcoin fez o governo se pronunciar oficialmente sobre as criptomoedas. Nesta quinta-feira (16), o Banco Central emitiu um comunicado para alertar sobre os riscos de comprar e guardar moedas virtuais com finalidade especulativa, incluindo a “possibilidade de perda de todo o capital investido”.

O comunicado explica que as criptomoedas não são emitidas por nenhuma autoridade monetária, “por isso não têm garantia de conversão para moedas soberanas, e tampouco são lastreadas em ativo real de qualquer espécie, ficando todo o risco com os detentores”. Além disso, o armazenamento de moedas virtuais “também apresenta o risco de o detentor desses ativos sofrer perdas patrimoniais”.

No entanto, o Banco Central esclarece que não regula operações com criptomoedas, nem tem intenção de regulá-las no curto prazo, uma vez que “no Brasil, por enquanto, não se observam riscos relevantes para o Sistema Financeiro Nacional”. Em maio, a Câmara chegou a instalar uma comissão para discutir a regulamentação das moedas virtuais; o processo aguarda a realização de uma audiência pública com especialistas.

Em conjunto com o Banco Central, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), órgão do governo responsável por fiscalizar o mercado de investimentos, publicou um artigo sobre as ICOs (em português, algo como “oferta inicial de moedas”), que são semelhantes ao processo de abertura de capital de uma empresa — mas, em vez de vender ações na bolsa de valores, são vendidos tokens em um mercado digital.

Para a CVM, operações de ICO estão sujeitas a risco de fraudes e pirâmides financeiras, lavagem de dinheiro, evasão de divisas, falta de liquidez e desafios jurídicos em casos de litígio. O órgão afirma que “tomará, no momento apropriado, as medidas cabíveis no âmbito de sua competência legal, de forma a assegurar a estabilidade e o contínuo desenvolvimento do mercado de capitais brasileiro”.

Tecnocast 071 – Vale a pena investir em bitcoin?

Não é por acaso que tanta gente vem falando sobre Bitcoin. A criptomoeda já chegou a valorizar mais de 10.000% em apenas um ano e bateu recordes históricos em 2017: um único bitcoin passou a valer mais de dez mil reais. E muita gente acredita que o Bitcoin não apenas continuará essa subida exponencial, como um dia poderá substituir a moeda que nós temos.

Calma! Será que vale a pena investir em bitcoins? O que é minerar? O Bitcoin será a moeda corrente mundial? Como uma blockchain vive, se alimenta e se reproduz? Dá o play que a gente conta tudo!

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Keaton

"A criptomoeda já chegou a valorizar mais de 10.000% em apenas um ano e bateu recordes históricos em 2017: um único bitcoin passou a valer mais de dez mil reais."

Neste exato momento, o BitCoin parece estar em R$ 26318.10... lol

Samuel Cesar

Se todos detentores de ouro trocarem por moeda fiduciaria, o que acontece com a cotação?

brunocabral

Ahhhh??? Como MERCADORIA!!!

SignaPoenae

Não me interessa o mérito da questão, apenas apontei que já existe uma regulamentação, mesmo que difusa, para se cobrar impostos sobre as criptomoedas.

Motumbo

É tão pirâmide que não utiliza reservas fracionárias.

Motumbo

E por qual motivo a pessoa ajudaria a recei

Motumbo

Se todos as pessoas sacarem o dinheiro de suas contas dos bancos, os que ficarem por último vão ficar sem nada. Então o real é uma pirâmide financeira?

Felipe Costa Gualberto

É roubo a partir do momento que é tomado de nós coercitivamente.
Se um ladrão te roubar, mas comprar algo pra você que você precisa, deixa de ser roubo?

SignaPoenae

Bitcoins devem ser declarados no imposto de renda. Se as pessoas o fazem, e se é algo válido, são outros 500.

SignaPoenae

Não entendo direito sobre declaração de imposto de renda, mas "pelo que está escrito na lei" todos devem declarar não só a propriedade de ciptomoedas como o lucro obtido com a movimentação/valorização delas.

Danilio Costa Silva

Se não é pirâmide, então me responda por favor: se todos começarem a sacar o dinheiro (fazer a conversão para uma moeda corrente), o que vai acontecer com a moeda?

Danilio Costa Silva

Imposto não é roubo, é uma necessidade da vida em sociedade, assim como são as leis. Roubo é mal uso do dinheiro público. Se os serviços do estado fossem bons ninguém iria vir com essa tolice que é roubo.

Danilio Costa Silva

A força de uma moeda é baseada na economia na qual ela circula, logo o Dólar, Euro e a Libra são muito fortes porque suas economias "mães" são muito fortes. O Real é "fraco" porque nosso mercado não é confiável, nossa economia e politica são instáveis.

Fábio Valentim

Quem é o Banco Central pra falar de criptomoedas? O mesmo Banco Central que inventou uma moeda, cujo a ideia é ser moeda forte tanto quanto dólar (ou até mais que isso). Na época em que foi criada, você podia encher um carrinho de supermercado por apenas R$ 50,00. Tenta fazer isso hoje!

Felipe Costa Gualberto

Acho que pode ir um pouco mais além e, respeitosamente, talvez seu entendimento esteja um pouco inocente.
Parando para pensar por um segundo: o Banco Central está legitimamente preocupado com nosso bem estar e como gastamos nosso dinheiro com nós mesmos? É óbvio que não. Não se pode esquecer que o governo não é nada menos que uma organização criminosa com o objetivo de viver às custas de dinheiro roubado. Some isso ao fato óbvio que o sonho de todo o governo é acabar com as criptomoedas do mundo, pois ela é uma forma de evazar taxações.
No meu entendimento, com essa declaração aparentemente inocente, o Banco Central está preparando terreno para eventualmente no futuro começar a querer bostejar leis e regulamentações que incidem criptomoedas - como querer o banco de cadastro de todos os usuários das casas de câmbio nacionais, por exemplo.
A declaração foi bastante amena, não foi incisiva. Creio eu que ela "jogou pra galera" e está estudando qual foi a reação do público e assim planejar melhor ações e os próximos passos no combate às criptomoedas.

Exibir mais comentários