Início » Carro » Este é o caminhão elétrico da Tesla

Este é o caminhão elétrico da Tesla

Tesla Semi tem capacidade semi-autônoma e entra em modo de comboio

Paulo Higa Por

Além de revelar o carro de produção mais rápido do mundo, a Tesla anunciou o Semi, o primeiro caminhão elétrico da empresa. Ele ainda não tem preço definido, mas será produzido a partir de 2019 e promete desempenho significativamente melhor que os caminhões movidos a diesel.

Assim como os carros elétricos da Tesla, o Semi possui tecnologia semi-autônoma que permite um modo de comboio com três caminhões: o veículo da frente provê as direções, enquanto os de trás o seguem automaticamente. Com isso, o custo de operação pode ficar em US$ 0,85 por milha, abaixo dos caminhões a diesel (US$ 1,25) e até do transporte ferroviário (!) nos Estados Unidos.

Sem carga adicional, o Tesla Semi vai de 0 a 100 km/h em cinco segundos — para fins de comparação, em 2016, a Volvo criou um caminhão especialmente tunado para bater um recorde de aceleração de 4,6 segundos. Com a carga máxima, de 80 mil libras (36,29 toneladas), o Semi alcança os 100 km/h em 20 segundos, o que ainda é melhor que um concorrente movido a diesel.

Além disso, com coeficiente aerodinâmico “melhor que um supercarro”, o caminhão chega a uma autonomia de 500 milhas (800 km) em velocidade de estrada. Se a bateria acabar, é possível recarregá-la nas estações Megachargers, alimentadas por energia solar, que permitem mais 640 km de autonomia em 30 minutos de parada.

O Semi também promete exigir menos manutenção que um caminhão com motor de combustão interna, já que não há um monte de partes móveis como nos rivais (motor, transmissão, diferencial). E o freio, um dos maiores pontos de desgaste para um veículo que carrega dezenas de toneladas de carga, é regenerativo e tem vida útil “basicamente infinita”.

Na cabine, ele é diferente por ter apenas um banco central para o motorista e duas telas sensíveis ao toque (herdadas do Tesla Model 3), sendo que a da direita mostra informações de navegação e rádio, enquanto o painel esquerdo permite controlar as funções do caminhão. É possível utilizar os recursos de conectividade do Semi para exibir informações de gerenciamento de frota e monitoramento remoto no display.

Será que a Tesla vai conseguir mudar o mercado de caminhões? Descobriremos nos próximos anos.

Com informações: TechCrunch, The Verge, Fortune.