Smartphones comercializados no Brasil poderão ser obrigados a ter a função de rádio FM, de acordo com uma proposta que tramita na Câmara dos Deputados. O projeto de lei 8.438/2017, do deputado Sandro Alex (PSD-PR), foi aprovado nesta quarta-feira (29) pela Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática (CCTCI).

Pela versão atual do texto, “os aparelhos de telefonia celular que são importados, fabricados ou montados no país deverão conter a funcionalidade de recepção de sinais de radiodifusão sonora em Frequência Modulada”. O recurso deverá ser compatível com o padrão brasileiro, que terá uma faixa estendida em breve (de 76,1 até 107,9 MHz).

Na justificativa, o deputado Sandro Alex defende que aproximadamente 97% dos celulares produzidos no mundo têm receptor de rádio FM, mas apenas 34% possuem o recurso ativado. “Obriga-se, assim, que o consumidor adquira um pacote de dados, de forma onerosa, para o acesso às transmissões via streaming, tecnologia mais suscetível à instabilidade de transmissão”, diz o texto.

O deputado também afirma que a liberação do FM nos celulares é uma “tendência mundial”, citando uma norma do México que tornou obrigatória a ativação do chip de rádio; e uma recomendação da FCC (Comissão Federal de Comunicações, na sigla em inglês), dos Estados Unidos, que sugeriu às fabricantes de smartphones que permitam a recepção de FM nos aparelhos.

O projeto de lei segue para aprovação da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC) e depois para votação no Senado.

Com informações: Gazeta do Povo.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Guilherme Silva
Eita!!!! Quem maravilha!!! Nunca fiquei tão animado quanto com essa notícia. Pode me chamar de retrógrado,mas adoro escutar rádio. E sinto muita falta disso. E das entradas de 3,5 (P2).
Guilherme Silva

Eita!!!! Quem maravilha!!! Nunca fiquei tão animado quanto com essa notícia. Pode me chamar de retrógrado,mas adoro escutar rádio. E sinto muita falta disso. E das entradas de 3,5 (P2).

Eliezer
Toma mais estado que tá pouco...
Tales Cembraneli Dantas
+ Livre Iniciativa e - Regras Governamentais...
Sergio Rainor
E desde quando uma lei idiota criada por um deputado canalha tem a ver com "interesse privado"? Só se for o interesse privado dele.
Sergio Rainor
O próximo passo será obrigar os celulares a virem com TV....
Keaton
Nossa... não ouço falar de Rádio FM desde 1990's...
betones
sei lá... acho que quem escuta rádio, já tem um rádio....
comendo 🍮

só quero ver como vão fazer com a apple....

Vin Diesel
só quero ver como vão fazer com a apple....
Fabio Alvez
Tem que rir desses nossos políticos. Tava aqui pensando, a Apple vai lançar uma versão mais que especial só pro Brasil com rádio FM!? Ou outras faricantes que não tem em seus portfólios aparelhos com receptor FM!?
Eduardo Costa
Excelente pensamento! #sqn Então vamos diminuir a concorrência e deixar somente uma ou duas empresas vendendo seus celulares de ponta a preço de ouro... Não se iluda, se vc acha que o iphone é caro e o galaxy Sn é barato ou pelo menos mais acessível, se não houvesse um, o outro poderia encarecer seu produto o quanto quisesse...
Eduardo Costa
Amigo, tente entender, não estou desprezando o valor do rádio como meio de comunicação, nem defendendo spotify, netflix, etc... Não é o MEU ponto de vista, quando as empresas se juntam para tornar o rádio obsoleto, elas não vão adaptar sua produção porque o Brasil acha que precisa ter rádio nos aparelhos, elas simplesmente vão deixar de produzir para este mercado! Entende como isso vai contra todo avanço tecnológico!? Vc acha que a Pioneer iria produzir sons pro Brasil se obrigassem a manter toca-fitas, a Sony iria produzir blurays com entrada de VHS só pq o Brasil acha que é necessário? A Microsoft iria criar uma versão especial do XBox ou a Sony do ps4 com entrada de cartucho pq um deputado acha que é melhor? Não, colega, não iriam, porque mudar a linha de produção é caro pra caraleo e o ROI não seria positivo! Se nós temos a opção de pegar um aparelho com rádio, NÃO precisamos obrigar todos os modelos de uma empresa a ter, pq ela NÃO vai fazer, vc vai fechar as portas do mercado pra ela, entende?
Eduardo Costa
Não cara, o problema não é o valor do chip em si, é o custo de produção. O procedimento não é artesanal, eles trabalham com uma linha de montagem, tudo é muito bem definido e padronizado, os circuitos das placas, o molde do aparelho, o material utilizado, etc. Quando vc pede pra mudar um "mísero chip de rádio", na verdade vc está pedindo que eles criem toda uma linha de produção especial para atender um mercado que nem mesmo é dos maiores, entende? O custo disso é caríssimo e as vezes compensa mais deixar de produzir em um determinado local do que se arriscar a ter prejuízo. Ps: O que existe "desde tal aparelho" não quer dizer que ainda exista hoje, aliás, muito pelo contrário, pode se tornar obsoleto e ser retirado por diversos motivos, custo, espaço, peso, estratégia de mercado, etc... Se fosse assim, hoje os consoles teriam entrada pra cartucho, os blurays teriam entrada de VHS, os dvd players de carro teriam toca-fitas, etc... Ps2: Ótimo, existem opções para quem faz questão do rádio, não queiram obrigar a colocar em todos os aparelhos e arriscar perder uma grande empresa no brasil, então.
IAmYourFather-Your Mom Likes

Mandei e-mail para esse deputado e ele não respondeu.
Vamos encher a caixa de email dele.

Perguntei porque motivo essa lei autoritária está tramitando e porque não extinguem a "Voz do Brasil" ao invés disso.

Exibir mais comentários