Início » Mobile » Você poderá usar o app E-título para votar nas próximas eleições

Você poderá usar o app E-título para votar nas próximas eleições

Trata-se do E-título, um app para Android e iOS (iPhone) que serve como uma versão digital para o documento

Por
37 semanas atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Nas eleições presidenciais de 2018 teremos algumas novidades tecnológicas: por exemplo, você poderá usar o smartphone para consultar o número do seu título de eleitor. Trata-se do E-título, um app para Android e iOS (iPhone) que serve como uma versão digital para o documento. Além de informações básicas — como sua zona e seção — traz o endereço do local de votação, informações sobre quitação eleitoral, e dados sobre cadastramento biométrico.

Trata-se do E-título, um app para Android e iOS (iPhone) que serve como uma versão digital para o documento

Inclusive, se você fez a biometria, sabe que a Justiça Eleitoral tira uma foto — e ela vai aparecer no seu E-título. (Se você não fez cadastramento biométrico, não haverá foto na sua versão do documento no aplicativo.) O app também possui um QR Code para validação na zona eleitoral.

e-Título para consultar o número do título de eleitor

É possível baixar o app para Android agora mesmo. Você faz login inserindo o número do título eleitoral, data de nascimento, seu nome, nome do pai e da mãe. O aplicativo do E-Título para iOS será liberado em dez dias já está disponível na App Store, diz o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Trata-se do E-título, um app para Android e iOS (iPhone) que serve como uma versão digital para o documento

O título de eleitor impresso continua valendo, é claro, mas você precisará apresentar um documento com foto (como RG ou carteira de motorista). Se você tiver foto no seu E-título, não precisará levar outro documento.

O aplicativo começou como uma iniciativa do Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE-AC), e foi adotado pelo presidente do TSE, Gilmar Mendes, para distribuição em todo o país.

Além disso, nas eleições 2018, algumas seções vão usar urnas eletrônicas que poderão imprimir seu voto em um comprovante. Você poderá conferi-lo visualmente, mas não levará o papel para casa: ele será “depositado, de forma automática e sem contato manual do eleitor, em local previamente lacrado”. A ideia é aumentar a transparência, e diminuir as chances de fraude.

Com informações: TSE, G1.