Início » Mobile » Você poderá usar o app E-título para votar nas próximas eleições

Você poderá usar o app E-título para votar nas próximas eleições

Por
01/12/2017 às 18h05
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Daqui a um ano, virão as eleições presidenciais para a gente encerrar este pesadelo nacional e começar outro. Desta vez, teremos algumas novidades tecnológicas: por exemplo, você poderá usar o smartphone como título de eleitor.

Trata-se do E-título, um app para Android e iOS que serve como uma versão digital para o título de eleitor. Além de informações básicas — como sua zona e seção — ele traz o endereço do local de votação, informações sobre quitação eleitoral, e dados sobre cadastramento biométrico.

Inclusive, se você fez a biometria, sabe que a Justiça Eleitoral tira uma foto — e ela vai aparecer no seu E-título. (Se você não fez cadastramento biométrico, não haverá foto.) O app também possui um QR Code para validação na zona eleitoral.

É possível baixar o app para Android agora mesmo. Você faz login inserindo o número do título eleitoral, data de nascimento, seu nome, nome do pai e da mãe. O app para iOS será liberado em dez dias na App Store, diz o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O título de eleitor impresso continua valendo, é claro, mas você precisará apresentar um documento com foto (como RG ou carteira de motorista). Se você tiver foto no E-título, não precisará levar outro documento.

O app começou como uma iniciativa do Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE-AC), e foi adotado pelo presidente do TSE, Gilmar Mendes, para distribuição em todo o país.

Além disso, nas eleições 2018, algumas seções vão usar urnas eletrônicas que poderão imprimir seu voto em um comprovante. Você poderá conferi-lo visualmente, mas não levará o papel para casa: ele será “depositado, de forma automática e sem contato manual do eleitor, em local previamente lacrado”. A ideia é aumentar a transparência, e diminuir as chances de fraude.

Com informações: TSE, G1.

  • Leandro Nascimento

    Começou no Acre?! E lá tem internet já? kkk

    • tuneman

      não, é por que lá só tem 2 habitantes mesmo.

      • A Lua

        Os 2 habitantes são Adão e Eva

  • Bernardo

    Quem diria CNH Digital, Título de Eleitor Digital.. Quem sabe não lançam o RG digital.

    • John Smith

      Desde que parem essa putaria de lançar um aplicativo separado pra cada documento e lancem um aplicativo só com todos os documentos.

      • Vin Diesel

        Brazil um aplicativo de todos…

      • Gertrudes, a Lhama

        E PRA WINDOWS PHONE!

      • LessTech

        Também acho. Vai apenas ocupar-nos-emos memória do aparelho, manter a burocracia e gerar gastos de infraestrutura praticamente redundante.

        Um App de identidade poderia ter um campo ou opção num menu que exibisse CNH, título de eleitor e por aí vai. Se o cara não tivesse CNH, simplesmente o campo ficaria em branco ou o botão não estaria disponível no menu.

    • Sorriso Colgate

      E terá, o Cadastro Único 😂👀

      • Lucas Fernandes

        Pera, a sigla vai ser essa mesma que você sugeriu? e-CU? kkkkkkkk

        • Ulisses 8 Bits

          Faz sentido. Todo mundo já tem um.

          • Vin Diesel

            porque opinião de merda todo mundo tem também…

        • Sorriso Colgate

          Quase lá 😂 Sr. Passe Seu Cadastro Único pra cá 😂 é melhor na outra sigla mesmo. INC, se não me engano.

    • Alexandre Roberto

      rg e complicado…cada estado emite o seu..eu mesmo tenho 2 rgs….
      imagine a treta q sera vc fazer algo integrado entre todos os estados e o df

    • mord4z

      Bastaria adotar o CPF no lugar do RG, adicionando dados biométricos, que o governo já possui (CNH, título, passaporte…) e pronto, problema resolvido.

  • Theo Queiroz

    Só queria que tivesse uma forma digital de guardar os comprovantes de votação. É um saco ter que ficar guardando por anos aqueles pedaços de papel minúsculos.

    • Ed

      Você não precisa guardar os papeizinhos. É possível emitir online uma certidão de quitação de débitos eleitorais, que substitui os comprovantes.

      • Marcos Oliveira

        Exato. Eu trabalho no TRE e é exatamente isso que a gente recomenda. Guarda o papelzinho só até o segundo turno, depois disso já liberamos a Certidão de Quitação, aí você pode jogar TODOS os papéis fora! (mesmo porque a Quitação você tira a qualquer momento)

        • Essa certidão serve para dar entrada no pedido de passaporte?

          • Ed

            Sim, ela substitui os comprovantes de votação. O próprio site da PF menciona essa alternativa.

        • David Diniz

          Bom saber então vou dar um fim agora mesmo.

        • Anderson

          É ótimo saber disso, eu ficava aflito, só de pensar no risco de perder um daqueles comprovantes. Agora me sinto mais tranquilo. Obrigado.

        • LessTech

          Não consigo jogar… eles ficaram tanto tempo junto com os outros documentos que temo que eles entrem em depressão se separá-los. :-/

      • Theo Queiroz

        Caraca, sério?!?! Sempre guardei aquelas merdas, hahahaha.

      • Anderson

        Eu desconhecia essa informação também. Obrigado.

      • Alexandre Roberto

        vc nao sabe o alivio q me deu….guardo esses comprovantinhos pq logo terei q entrega-los p assumir um cargo publico, sempre com medo de perde-los….

        • Ed

          Eu sou servidor público, e entreguei somente a certidão quando fui assumir minha vaga. Abraço!

  • Lucas Carvalho

    “O app começou como uma iniciativa do Tribunal Regional Eleitoral do Acre (!!!) e foi adotado…”

    • As pessoas falam mal do Acre, mas lá a civilização está no futuro!

      • Será que então os Flintstones se passa no Acre?

        • William Lima Crisostomo

          Juntamente com os The Jetsons

          • Gnull

            Deve ser, os The Jetsons no céu e os Flintstones na terra

        • HAHAHAHAHA

  • Quem diria, o Acre é o pedaço do Brasil que deu certo ó!

  • Renan

    Uma empresa contratada para digitalizar cada documento. Depois contratam mais uma para unificar os apps.

  • John Smith

    Trocentos documentos com diversos números próprios, todos para identificar a mesma pessoa.

    Agora o governo está se atualizando e vai oferecer trocentos aplicativos, cada um para apenas um documento…

    • Kodos Otros

      HUE

    • LessTech

      Burocracia = custo = orçamento = dinheiro = corrupção.

      :-/

    • Adriano Angelo

      O RIC não saiu do papel.

      • Gnull

        Não era CU? rsrsrsr

        Interessante que hoje é possível obter um RG diferente em cada estado, com números diferentes. O próprio governo facilita a ilicitude

  • Alisson Silva

    Eu queria que agilizassem logo o DIN (ou INC ou RIC ou qualquer outro nome que já deram a ele em todos esses anos em que é apenas um projeto). https://uploads.disquscdn.com/images/ac326c31b609b377596058b842e8baaf5b08630beba3712542a0feb0ad808083.jpg

    • Joaomanoel

      Com o rombo nos cofres públicos pode esperar sentado. Só em outra dimensão ou planeta hahahahahah.

    • Ruan

      Já aprovaram, mas não entram nele uns 17 documentos…

    • Gertrudes, a Lhama

      Até quem fez o mockup sabe que é Utopia…

    • LessTech

      Ele na verdade se chamará CU (Cadastro Único). E sempre que a RF, Polícia, tabelião, etc, precisar de sua identificação, você mostrará o CU. E eles terão prazer de usar o seu CU no trabalho deles. Apenas precisarão ser treinados para usar o seu CU da forma correta.

      😛

    • phsodre

      E o pior é que essa pohha além de ser patenteada pelo Brasil, já gera dinheiro pra cá, pois alguns países se interessaram pela ideia, pelo fato de ser uma tecnologia até então considerada extremamente segura e já pagam os royaltes por ele. Falta de verba mesmo não é!

      • Bruno

        hein?

      • Gnull

        Sério? Tem fontes?

        • phsodre

          Amigo a única fonte que eu vi concreta, foi a revista científica que um falecido funcionário da Secretaria de Segurança Pública daqui do Estado trouxe de Brasília. Pq ele inclusive era um dos envolvidos no projeto do “RIC”, tendo em vista que o Maranhão já tem RG informatizado a mais de 10 anos. Por isso ele foi consultado e qnd veio de Brasilia trouxe para nós essa revista, que falava sobre a patente e que a Suíça e Rússia já fariam baseada nessa tecnologia!

    • mord4z

      A grande maioria dos brasileiros já possui um cadastro nacional chamado CPF, o governo vem coletando nossos dados biométricos há algum tempo, CNH, passaporte e agora o título, e, se você possui um desses documentos o governo já possui teus dados, se bobear até o número de camisa que você veste…
      Ao invés de inventar um documento novo, porque não unificar todas essas bases de dados e usar o CPF?

      • G. Croft

        O problema é que CPF é documento pra fins fiscais e só. Pra mudar o custo seria maior que do RIC.

        • mord4z

          Discordo totalmente de você. Como eu disse, o governo federal já possui uma bela base com os nossos dados, unir as bases de dados sairá mais barato que inventar documentos novos.
          além disso, o cpf não é documento “pra fins fiscais e só” como você disse, pelo menos não mais, ele também te identifica como uma pessoa única no país, não existem dois cpf com o mesmo número.
          No fim das contas, creio que falta é vontade política e capacidade técnica.

          • G. Croft

            O governo federal não tem uma base com nossos dados suficientes para um registro civil. É necessário unificar as bases estaduais, o que já está sendo feito. SP, por exemplo, existem milhões de documentos que precisam ser digitalizados e isso demorará alguns anos ainda.

          • mord4z

            Adoro o nosso país com toda essa “burrocracia”.

  • Fiquei felizão achando que não teria que sair de casa num domingo quando vi o título, pena que interpretei-o incorretamente.

    • Islan Oliveira

      É que o título dá a entender isso mesmo, na hora que li ele, fiquei descrente. Só lendo o texto que dá pra entender como realmente vai funcionar.

      • O título da matéria fala sobre “E-título”, não “E-urna”

    • Lembro de ter lido que na Estônia (salvo engano) os eleitores votam pela internet. Seria um sonho fazer isso aqui no Brasil, só que a população de lá é menor que a do DF, aí fica fácil.

  • CtbaBr©

    Atualmente, com toda tecnologia disponível, nem haveria necessidade de portar um documento, bastaria um cadastro biométrico, ou algum modo de identificação similar.
    Quando necessário, qualquer leitor de identificação acessaria os dados do individuo para qualquer tipo de finalidade, inclusive para votação.

    Mas no caso de eleições, o problema é justamente as obscuras urnas eletrônicas, tecnologia duvidosa que nenhum “País Tecnológico” usa!

    • Sorriso Colgate

      Quê isso rapá ? O BRasil é um País Tecnológico. 👀

      • CtbaBr©

        KKKKKKK… Se os outros países parassem, e nós começássemos a desenvolver nosso potencial tecnológico, daqui umas quatro décadas talvez chegássemos no nível deles!

    • Vin Diesel

      Voce pode deixar o quanto quiser de dinheiro em um banco e vc só precisa de um app e a biometria… agora no governo, sempre arrumando merda para faturar algum

  • Robert Rey

    Não consegui acessar aqui. Fica dizendo que estou sem internet. Estou conectado no Wifi em um S8 (no 4g dá a mesma mensagem)

    • Vin Diesel

      passa seu endereço, gostaria de ver o seu erro pessoalmente no seu s8

  • Claro que tinha que vir alguém reclamar das urnas eletronicas.

    Aposto que é eleitor do Bolsonaro — que já inventou a desculpa perfeita quando naufragar nas urnas no primeiro turno.

    • Gertrudes, a Lhama

      Volta pro G1

      • Sou leitor daqui desde que o blog existe.

        Volte voce pro buraco de onde saiu.

        • Gertrudes, a Lhama

          Legal, então deveria saber que o TB é um blog de tecnologia, e de qualidade.

          Apenas seria bacana um único lugarzinho na Internet onde se possa frequentar sem ficar vendo menções a Bolsonaro, Lula, ainda mais de maneira generalista e ignorante como você acabou de fazer.

          • Ignorante por que?

            Bolsonaro já disse com todas as letras que “vai estar no segundo turno se não fraudarem as urnas”. E ele e a direita hidrófoba que o apoia inventaram o mito de que as urnas eletronicas são fáceis de fraudar.

            Eu apenas comentei isso, que é a pura verdade.

            Agora, se voce se incomoda com a discussão, existe uma opção muito boa: não ler, não responder, não comentar.

  • Erneston Gonçalves

    Incrível quando se trata de politica eles sempre procuram uma facilidade…. Já que o interesse é dos políticos. Queria ver essa vontade de trabalhar era para facilitar algo para o cidadão.

  • leoleonardo85

    Já dá pra colocar pra votar pelo celular usando Biometria.

  • Christian Hartung

    Pelo visto pessoas que usem Blackberry ou Windows Phone não são cidadãos. Pelo menos não eleitores.

    E aqui não é questão de viabilidade para a empresa. É o governo fazendo algo para a população. Eles mesmos disseram que é uma facilidade para o eleitor.

    É isso, ou não devemos nos preocupar com minorias?

    (Sim, sou o cara do Windows Phone).

    • Vin Diesel

      Faz como os que conheço, assume que errou ao comprar e pega logo um alcatel pixi4 de 199 para nao ficar no preju

      • Christian Hartung

        Sua lógica é a de que o governo devia ter desligado o sinal analógico 5 anos atrás, e todo mundo que não tem antena UHF/conversor que se lasque ou compre essas coisas.

        Ou ainda, você comprou uma casa em um bairro que está começando, mas o lixeiro não passa lá, então sua prefeitura falar para você se mudar.

        • Gertrudes, a Lhama

          Mas você não comprou Windows Phone ciente de que não tinha apps, e, portanto, assumiu o risco?

          • Christian Hartung

            Sim. Assumi o risco de uma empresa não querer lançar o aplicativo. Não tenho problemas quanto a isso. A questão é: Eu sou população, eu sou eleitor, e eu pago impostos, assim como todos vocês (inclusive, mais que muita gente).

            Isso que você disse entra no mesmo esquema de eu ter comprado umas tv sem conversor digital, ou o terreno que citei no outro comentário.

            A questão aqui não é falar de inviabilidade financeira, mas sim de lançar serviço para a população mas deixar uma minoria de fora.

          • Gertrudes, a Lhama

            Entendo cara, mas se for se ater a lançar apenas serviços que vão atingir a população em sua totalidade, nunca haverá progresso.

            Em um país grande como o Brasil e com a grande desigualdade social que tem aqui, não haveria nenhum serviço online, já que tem muita gente sem acesso à internet.

            Só que não da pra deixar de dar um benéfico para 7 pessoas porque 3 não vão poder usar. Desde que essa não seja a única maneira de realizar a operação (que no caso do e-Titulo, não é), você ajuda quem pode, e não prejudica quem não pode.

    • Cara, para com o choro, se sua reclamação fosse 2 ano atrás ok, mas hoje não faz sentido, tem 2 anos que o Windows Phone tá morto. E quem tem um blackberry não-android hoje em dia?

      Aposto que tem mais cadeirante alocado em zona de votação sem acessibilidade do que usuário de Windows Phone no brasil.

      • Christian Hartung

        A função do governo é dar acesso para TODA a população. Se tiver UM cadeirante que precisa desse acesso já que é obrigado a votar, o governo é obrigado a dar acesso.

        Eu paguei por esse aplicativo. E paguei muito mais do que muito usuário de Android por aí.

        Ou você fala assim de toda minoria? Tipo, tem mais cadeirante do que X, então X que se lasque.

        Mais uma vez. A questão aqui não é que empresa tal não lançou o aplicativo. Se fosse o Facebook lançando algo para as demais plataformas, tudo bem. Mas é o governo que me tira mais 600 por mês só de IR.

        Não é mimimi. É questão de direito ao acesso. Aposto que tem muito mais com conversor digital do que sem, ainda assim enrolam para desligar o sinal.

    • mord4z

      Compra um celular com Android

  • Airton Tobaru

    Quase ia pensando que iria votar pelo aplicativo na próxima eleição. hehehe!!

  • estado

    Exato. Eu trabalho no TRE e é exatamente isso que a gente recomenda. Guarda o papelzinho só até o segundo turno, depois disso já liberamos a Certidão de Quitação, aí você pode jogar TODOS os papéis fora! (mesmo porque a Quitação você tira a qualquer momento)

  • Mickey Sigrist

    Parabéns, Governo brasileiro! Agora ao invés de vários documentos físicos, vão ser vários aplicativos. Estão jogando fora a oportunidade de facilitar a vida do cidadão centralizando tudo em apenas um app ou algo semelhante, reduzindo efetivamente a burocracia.

  • Bruno

    Queria saber qual foi o custo de desenvolvimento desse app que provavelmente não é nativo iOS nem Android e deve ter sido feito com webview. Não consigo entender a necessidade de criar firulas quando tem tanta coisa mais séria acontecendo. =(