Início » Brasil » CNH vai mudar para cartão com chip a partir de 2018

CNH vai mudar para cartão com chip a partir de 2018

Por
06/12/2017 às 13h21
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Em vez do tradicional papel, um cartão com chip para diminuir as fraudes e agilizar a fiscalização. De acordo com uma resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) a ser publicada ainda nesta semana, a nova Carteira Nacional de Habilitação (CNH) será assim. A mudança deverá ser implementada até 1º de janeiro de 2019.

Nova CNH

Nova CNH

A CNH (em papel) passou por algumas mudanças nos últimos meses justamente para reforçar a segurança. Um dos atributos é um QR Code que, quando lido com um aplicativo específico, dá acesso rápido às informações do condutor. A CNH em cartão manterá o QR Code no verso, mas também registrará os dados do motorista no chip.

De acordo com Alexandre Baldy, Ministro das Cidades, o novo formato trará ainda mais segurança e aumentará a durabilidade do documento. A expectativa é a de que o cartão também possa ser usado para outros fins, como pagamento de pedágio, pagamento de transporte público, validação do documento em outros países e identificação biométrica em bancos, órgãos públicos e afins (as digitais ficarão armazenadas no chip).

Nova CNH

Para facilitar a integração com diferentes serviços, a nova CNH deverá ser baseada em tecnologias com protocolos abertos, de forma a permitir que o uso do cartão não dependa exclusivamente de softwares ou equipamentos muito específicos.

O processo de mudança em cada Detran será gradativo, começará já no início de 2018 e terá prazo de um ano para ser finalizado. O Contran avisa, porém, que o cidadão não precisa correr para fazer a troca: a CNH em papel será aceita até a sua data de vencimento. A versão em cartão será emitida na renovação e nas emissões da primeira ou segunda via do documento.

CNH eletrônica

CNH eletrônica

A CNH eletrônica (CNH-e), que deverá estar disponível em todo o Brasil até fevereiro de 2018, também continuará valendo. Com ela, vale relembrar, o cidadão poderá mostrar a CNH às autoridades a partir do smartphone.

Não ficou claro, no entanto, se o novo formato aumentará os custos de emissão do documento, tampouco se haverá alteração nos prazos de emissão.

Mais sobre: ,
  • dmsa2

    Ai o cara vai lá renovar a CNH de papel com validade até 12/2024 e quando chegar em 2019 vai ter que pagar R$300 para trocar o papel pelo “prástico” ¬¬

    • Douglas Souza Luz

      Leu a matéria? A CNH de papel poderá ser utilizada normalmente até a sua validade, não será necessário todos trocarem ela em 2019.

      • dmsa2

        do jeito que tá o Brasil, eles vão forçar a troca e cobrar.

        • Douglas Souza Luz

          Te forçaram a trocar pela nova CNH com QR code que está disponível desde o inicio do ano?

        • Helmut

          do jeito que tá o brasileiro, ele não vai trocar porque acha que tem que pagar.

  • Paulo Stahnke

    Só acho que ela não precisaria ter data de validade né!? Já que os dados podem ser lidos pela máquina da fiscalização, essa informação pode ficar no sistema para que sempre seja usada a mesma carteira, até precisar trocá-la por deterioração ou algum outro caso.

    • Trovalds

      A validade é do exame físico e do psicotécnico (no caso de motoristas que exercem atividade remunerada). E quanto mais avançada a idade menor fica esse prazo.

    • Mickey Sigrist

      A ideia do documento em si não ter validade é bem bacana. A questão da necessidade de renovação dos exames físicos e psicotécnicos do motorista poderia ser controlada também pelo chip. Porém acho que não deve ser tão simples assim, pelo menos não nesse momento onde a transição se iniciará. Quem sabe num futuro próximo, ai sim seria menos uma chateação ter que renovar o documento a cada 4 ou 5 anos mesmo com ele estando em perfeito estado de conservação (e, tendo um chip, a ideia seria justamente armazenar tudo lá e evitar esse tipo de substitução).

    • Felipe de Andrade

      Você acha que o governo vai querer deixar de arrecadar?

      Uma vez fui ao Detran renovar minha CNH, aproveitei pra perguntar como faria para alterar a numeração do meu RG e acrescentar outra numeração na CNH, a moça me cobrou quase R$ 200,00 pra alterar.
      rsrsrsrsrsrsrs…

      Não, muito obrigado!

    • Fabio Santos

      Ah sim, ai acontece alguma patologia com o motorista tipo problemas visuais como fica? No meu ver a carteira deveria ter exames médicos a cada dois anos.
      E colocar a todos exames toxicológicos.

  • Trovalds

    Será que com essa CNH-e eles migram tudo pra esse documento e desistem daquele “registro unificado” em que a CNH não está incluída?

    E de mais a mais: as bases de dados dos detrans são mal sincronizadas. Não existe uma base única. Tanto que tem motorista que está com tanto ponto na carteira que não poderia nunca mais dirigir mas na renovação da CNH consegue fazer sem problema nenhum.

    • Felipe Silva

      provável que vamos ter RIC e CNH separados, não conseguem nem unificar meia dúzia de documentos.

  • Mago Erudito®

    Até onde eu sei está para sair também a nova carteira de identidade, pq diabos não colocam tudo no mesmo cartão e pasmem num banco de dados central???

    É inadmissível que na era do big data e da blockchain existam tantos documentos no papel: carteira de identidade, cpf (o meu já é evoluído, é de plástico), título de eleitor, passaporte, carteira de motorista, carteira de trabalho, cartão cidadão, cartão sus, certificado de alistamento militar…

    Aliás, poderiam disponibilizar esse banco de dados da digital para a polícia também.

    • Vinicius Wagner

      Se botam a CNH na identidade como fica nos casos em que a CNH é suspensa, e você precisa entrega-la ao detran?

      • Alessandro

        Podia ter uma tela digital no cartão e ela mostraria essas alterações, e de quebra podia até mostrar a hora

      • John Smith

        Te respondi mais acima.

        Penso que não seria necessário existir uma CNH propriamente. Bastaria ter a informação armazenada no chip (que você é habilitado à condução de determinadas categorias de veículos) de sua carteira de identidade.

        Se sua CNH fosse suspensa, você seria obrigado a ir ao Detran para atualização dessa informação no chip.
        Se você apresentasse esse documento numa blitz, por exemplo, e não batesse a informação que consta nele com a base de dados do Detran (sua carteira não tem a informação da suspensão que consta no Detran), seria algo tão grave quanto apresentar a carteira suspensa que não foi recolhida.

      • Mago Erudito®

        Acho que deveriam fazer que nem no Reino Unido, se o cara perde a carteira e é pego dirigindo vai preso sem direito a fiança.

        Quanto a sua pergunta, seria o caso apenas de atualizar o banco de dados do Detran e quando parado na blitz acusaria que o motorista não está habilitado como disse o amigo abaixo e iria preso em flagrante.

      • Bruno

        Essa informação tem q ficar no detran e não no documento. Umas simples consulta ao banco de dados do detran deveria te falar se a carteira é valida ou não.

        • Vinicius Wagner

          Acho que um dos motivos dos dados ainda serem impressos é justamente não precisar de dispositivos pra consultar o banco de dados em tudo que é lugar.

    • Eliezer

      Cara nem o documento de identidade é unificado…. vc poder ter 27 números de identidade, isso é um absurdo…

    • Marsupial radical

      Tu esquece que o Brasil não é só o Centrão de SP e estados sulistas. Fala isso pro tio lá no meio da Amazônia, onde nem internet chegou ainda.

      A ideia de um documento único, e todas as informações centralizadas em um único DB é ótima, mas inviável hoje no Brasil.

  • Marcogro®

    Cadê o CU (Cadastro Único)?
    Todos estão de acordo que o CU resolveria todos esses problemas… Na hora de votar, se passa numa Blitz ou simplesmente pra se identificar… Bastaria mostrar o CU.

    • Lucas Carvalho

      Imagina o policial te parando no meio da estrada e falando: “Me mostre seu CU””

    • Vinicius Wagner

      Acho que sempre vai ter de existir dois documentos pelo menos, um de Identificação e outro a CNH, já que esta pode ser suspensa, caçada ou não renovada, então não pode constar em um documento de identidade por exemplo, já que este é permanente.

      • Marcogro®

        Sim, concordo. A CNH deve ser um documento único assim como o título de eleitor… Na verdade esse nem deveria existir.

        • Se você souber sua seção ele se torna inútil.

        • Marco Antonio

          Alguns não deveriam existir, a reservista mesmo deveria constar no rg.

          • Marcogro®

            Nem me fale … Perdi o meu, kkkk

      • John Smith

        Simples. Cria-se uma carteira de identidade com chip, sendo que impressos na carteira ficaram apenas os dados “permanentes”: Foto, nome, CPF, data de nascimento, filiação, naturalidade (também tipo sanguíneo e alguma outra informação médica relevante, talvez?). Demais informações adicionais referente a outros cadastros e documentos que o portador pode ou não ter, ficariam no chip, que poderia ser modificado.

        Não são necessários tantos documentos com tantos números próprios. Bastaria que todo cidadão já tivesse seu CPF feito no nascimento e a partir daí todo cadastro, título, documento posterior ficasse vinculado a seu CPF. Mas é utópico demais pedir isso…

        • Vinicius Wagner

          Claro que seria uma solução, mas ai precisaria sempre algum equipamento pra consultar, e não sei se isso seria permitido.

          • John Smith

            Mas já que é pra pensar em utopias e modernidade, que seja um sistema conectado onde todo policial tem acesso em sua viatura para esse tipo de consulta, hehe.

          • Vinicius Wagner

            De fato, seria bom ter apenas um documento. Mas seguindo esse conceito de precisar sempre de um leitor, seria melhor logo implantar um chip sob a pele, ai acabaria com o problema de esquecimento e extravio de documentos.

          • Helmut

            Aí já envolve cobertura de rede e um monte de outras coisas, mas seria perfeito.

          • Felipe Silva

            Não precisa de rede pra ler o chip, e o equipamento é basicamento o mesmo utilizado para cartão de crédito.

          • Felipe Silva

            Uma maquininha tipo essas de passar cartão de crédito do pagseguro ou do mercado pago, ela tem uma tela de 2 linhas e 12 botões seria o suficiente para ler essas informações dos cartões, pra fabricar sai menos de 100 reais, e nem precisa de conexão com a internet (mas pode ter para consultar um banco de dados central usando um smartphone), então é possível sim ter um cartão com informações no chip.

            O QR code que colocaram é mais complicado de consultar que o chip, exige um equipamento com câmera de pelo menos 5mp e foco automático, celulares de entrada tem problema para ler ele.

    • Rodolpho Camargo

      Essa piada do CU já é tão velha, só mesmo meu tio que acredita em fake news que ainda faz.

      • Marco Antonio

        Mas para algumas moças funciona e sempre funcionou.

      • Marcogro®

        Finja que não leu…

    • Corvo

      “Por favor saia do veículo com as mãos à vista e mostre seu CÚ”

  • xphanton

    Só espero que o tamanho desta nova CNH seja realmente no mesmo padrão de um cartão de crédito e nada de um tamanho personalizado, como é a nossa identidade.

  • Waldecir Faria

    (as digitais ficarão armazenadas no chip)

    Digitais digitais

    • Guilherme

      Digimon Digitais

  • Diogo

    Caramba, olha o tamanho daquele QR-Code!

  • André Almeida Martins

    essa é a primeira vez q eu leio uma notícia no TB q vi antes na televisao..
    HAHAHHA =D

    • Lucas Carvalho

      Verdade

  • Cesar Osvaldo Müller

    Sério, praticamente um Cadastro Único… Se considerar que o Cidadão.br já tem atrelado ao cpf os dados da carteira de trabalho, e que a cnh tem o cpf e as digitais, precisamos só do passaporte em formato de papel…

  • “A expectativa é a de que o cartão também possa ser usado para outros fins, como pagamento de pedágio, pagamento de transporte público, validação do documento em outros países e identificação biométrica em bancos, órgãos públicos e afins (as digitais ficarão armazenadas no chip).”

    Fiquei na expectativa por causa disso, espero que dê tudo certo, e mesmo que o último parágrafo seja verídico (aumentando o valor da emissão), vai valer a pena.

  • Renan

    Um cartão digital que precisa ser trocado porque algum imbecil resolveu escrever datas nele

  • Marcos

    Não é possível que só eu achei estranho as categorias…

  • Corvo

    “Não ficou claro, no entanto, se o novo formato aumentará os custos de emissão do documento”
    haha que inocência pensar que algo nesse país pode não aumentar o preço..

  • Cássio Amaral

    “Não ficou claro, no entanto, se o novo formato aumentará os custos de emissão do documento, tampouco se haverá alteração nos prazos de emissão.”

    Hahaha, boa piada. O Estado tem que inventar alguma justificativa pra arrancar mais granada do contribuinte. Aqui no Ceará o Detran mudou algumas coisas de nada na CNH esse ano, alegando que o novo documento dificultaria as fraudes, e aumentou em 12 reais a renovação em relação ao ano passado. Desculpa mais esfarrapada pra aumentar arrecadação. Aliás, TODAS as taxas do Detran tiveram reajustes consideráveis no começo do ano, até mesmo a taxa de entrega do documento aumentou! Estado rico, população pobre.

  • Leandro Nascimento

    Sinto cheiro de mudanças para gerar gastos ao contribuinte…

  • Eliezer

    Vai ser uma porcaria que não pode carregar na carteira, já quebrei uns 3 cartões de banco na carteira…