Início » Internet » Google remove aplicativos feitos para rodar no Chrome

Google remove aplicativos feitos para rodar no Chrome

Felipe Ventura Por

O Google Chrome não é apenas um navegador, como também a base para um sistema operacional. Por isso, ele vai além de sites e extensões: é possível criar aplicativos mais elaborados, que podem até rodar em segundo plano.

Agora, a era dos Chrome Apps está chegando ao fim. Segundo o Ars Technica, a Chrome Web Store removeu as seções “aplicativos” e “jogos” no Windows, Mac e Linux — não é mais possível instalá-los nesses sistemas.

Além disso, desenvolvedores estão recebendo e-mails do Google, lembrando que o Chrome não terá mais suporte a apps no primeiro trimestre de 2018. As extensões, é claro, não serão afetadas.

O Google explicou no ano passado que iria remover esses apps porque basicamente ninguém usa — “aproximadamente 1% dos usuários no Windows, Mac e Linux”. O Chrome OS manterá suporte a esse recurso, pelo menos por enquanto.

Existem dois tipos de Chrome Apps. Os “aplicativos hospedados” são atalhos para sites, algo útil para quem está no Chrome OS e quer acesso fácil a uma página da web. Enquanto isso, os “aplicativos empacotados” são mais poderosos: podem rodar em segundo plano e acessar portas USB.

O Google quer substituí-los por PWAs (aplicativos progressivos para web). São sites que adotam alguns elementos de apps, como uma interface em tela cheia, notificações push e recursos off-line. O Chrome para Android já tem suporte, e a versão para desktop será contemplada “em meados de 2018”, diz a empresa.

Você vai sentir falta de algum Chrome App?

Com informações: Ars Technica.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

JN Marcos
kkkk Tá ok
Kodos Otros
Urrum.
Renan Alves
se eles tirarem a opção de usar o Google keep pelo navegador na mesma hora troco de navegador, pois ter essa facilidade é a unica razão de ainda usar o chrome
JN Marcos
Não é verdade. Há um conjunto de desenvolvedores. Vi mesmo numa página web de suporte do Edge, devs que pediram para a Microsoft acelerar a liberação de extensões para entrada na loja.
JN Marcos
Há álguns apps não oficiais do Hangouts na loja do Windows 10. O GMessenger é um deles.
JN Marcos
Todoist tem app para Windows 10
JN Marcos
Só faltam dizer que baixam o Chrome uma vez por mês agora. kkk Difícil reconhecer que o Edge é um navegador suficientemente bom?
Thalisson Cavalcante
Poxa, eu utilizava os aplicativos. Principalmente o Todoist e o do Google keep
Muriel
Ah, ok, a parte que me deixou confuso foi que o 'alto fluxo de envio' faz com que as extensões do Chrome sejam inferiores(em media obviamente, tem algumas muito boas na loja).
Muriel
Não que eu saiba, mas pra ser considerado tem que abrir o browser pelo menos 1 vez ao mês.
Jean Prado
Felizmente não: https://tecnoblog.net/229476/area-de-trabalho-remota-chrome-web/
Kodos Otros
Eu sei disso, o problema é alguém se interessar nisso.
Joaomanoel
Me referi ao alto fluxo de envios de extensões.
Vitor Mikaelson
Não. Você não pode enviar extensões para a loja simplesmente. Você precisa entrar em contato com a Microsoft, explicando sua extensão, e tal, para dai pensarem em liberar a sua extensão na loja, e ela passar por testes ainda...
Caio Alexandre
Espero que nao lasque com o Remote Desktop do Google, único que eu uso bastante nos apps.
Exibir mais comentários