As telas infinitas, com bordas finas para aproveitar o máximo da parte frontal, foram a grande tendência para smartphones de 2017. A Xiaomi saiu na frente com o Mi Mix, e agora está levando displays 18:9 para sua linha intermediária.

O Redmi 5 possui tela IPS de 5,7 polegadas com resolução HD (1440 x 720) e proporção 18:9. Por dentro, temos um processador Snapdragon 450, combinações 2 GB/16 GB e 3 GB/32 GB de RAM e armazenamento, e bateria de 3.300 mAh.

Enquanto isso, o Redmi 5 Plus possui tela IPS de 5,99 polegadas e resolução Full-HD (2160 x 1080), também com proporção 18:9. As especificações são melhores aqui: processador Snapdragon 625, combinações 3 GB/32 GB e 4 GB/64 GB de RAM e armazenamento, e bateria de 4.000 mAh.

Ambos possuem câmera traseira de 12 megapixels com abertura f/2,2 e pixels de 1,25 μm; câmera frontal de 5 MP com flash; leitor de digitais; e carregamento rápido 5V/2A de bateria por microUSB.

O Redmi 5 e Redmi 5 Plus serão lançados inicialmente na China em 12 de dezembro, nas cores azul, rosa, ouro e preto, por valores entre R$ 400 e R$ 640. Claro, eles não devem chegar oficialmente ao Brasil, porque a Xiaomi desistiu daqui há tempos.

Vale notar que, assim como determinadas fabricantes, a Xiaomi vem lançando muitos modelos de smartphone. Em 2017, tivemos pelo menos treze, sem considerar as variantes regionais:

  • Redmi Note 4 (Note 4X na China)
  • Mi 5c
  • Mi 6
  • Redmi 4 (4X na China)
  • Mi Max 2
  • Mi A1 (Android One)
  • Mi Mix 2 (não confundir com o Mi Max 2)
  • Mi Note 3
  • Redmi Note 5A (Note 5A Prime na China, Y1 na Índia)
  • Redmi Y1 Lite
  • Redmi 5A
  • Redmi 5
  • Redmi 5 Plus

E claro, essa estratégia vem dando certo: no terceiro trimestre, as vendas da Xiaomi cresceram 87% em relação ao ano anterior. Segundo a consultoria Canalys, ela esteve em quinto lugar no ranking global de smartphones.

Com informações: Android Authority.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Toledo Chaveiro

comprei um redmi 5 semana passada no mercado livre, 700,00

Dihego Alves

Acho que ao colocar o celular com vista do Horizonte, passa a idéia de "infinito" devido a suas pouquíssimas bordas. Até mesmo quando vai bater uma foto, você tem essa impressão. Já os Samsung com tela curva, realmente são "Infinitos".

Dihego Alves
Dihego Alves

Hélio P25 kkkk

Dihego Alves

Tem muito brasileiro besta mesmo.. Coloca empecilho aonde não tem. Eu, sinceramente, nunca vi um botão de volume estragar. "Ah, mas e se a tela quebrar?" Importe uma nova. Aqui no RJ tem assistência.
Em todo caso, o Custo X Benefício é muitooo mais alto que qualquer smartphone comprado aqui.

Dihego Alves

Xiaomi tá entre as 5 maiores fabricantes de Smartphone no mundo. Fala besteira não.

Natthan Fruche Terzi
Pesquisei bastante, mas infelizmente fui contemplado com uma saroba pra sentar em cima...
felipegcoutinho

Por isso é preciso pesquisar bem antes de comprar, nunca compre por impulso e muito menos um mediaTek. Isso é um verdadeiro lixo. Gastei R$800 no meu rn3p (taxas, aparelho, películas e case), há 1 ano e meio atrás e está aqui até hoje com Android 8.1 fluído. Pesquisei bastante
L.

Felipe Coutinho
Por isso é preciso pesquisar bem antes de comprar, nunca compre por impulso e muito menos um mediaTek. Isso é um verdadeiro lixo. Gastei R$800 no meu rn3p (taxas, aparelho, películas e case), há 1 ano e meio atrás e está aqui até hoje com Android 8.1 fluído. Pesquisei bastante L.
Natthan Fruche Terzi
A única tela que realmente deve ser chamada de infinita é a dos galaxy s8 / s8+ e note 8. Você realmente sente que a tela é infinita, não tem borda nas laterais, não tenho esses aparelhos, só peguei na mão no shopping, e também não gasto mais do que R$ 1500,00 em um aparelho que pode quebrar tão fácil. Mas que realmente são bonitos são.
Natthan Fruche Terzi
Eu importei um smartphone umidigi-crystal 64gb + 4 ram que saia em torno de R$ 500,00 ai paguei mais 200 de imposto, Total R$ 700,00. Analisando as specs achei que estava super no lucro, ai o aparelho chegou, vi que o processador mediatek, mesmo em teoria sendo bom não é fluido, por ele ficar desativando e ativando as frequencias o sistema não roda fluido, ai com 5 dias de uso a tela simplesmente apagou, acende o backlight, mas a tela não da imagem, entrei em contato com a gearbest, que me devolveu 30 dolares. pra arrumar vou ter que importar uma tela nova, que custa R$ 200,00 e pagar 50,00 pra um técnico trocar, ( celular lacrado - melhor mandar no técnico ). Tudo bem que sou azarado, mas pense R$ 950,00 dava pra comprar um ótimo celular aqui no brasil. Importar é um risco muito grande, por que mesmo tendo garantia de 1 ano, pra enviar de volta um aparelho sai muito caro e você fica meses sem o mesmo. Não recomendo a ninguém se arriscar como eu fiz.
André Noia
São celulares muito bonitos, mas todos os reviews que leio dizem que as câmeras são de medianas a decepcionantes. Alguns mostram até que os vídeos que eles produzem não tem estabilização e foco. Daí, acho que não vale tanto a pena ir aoenas por especificações.
@Sckillfer

smartphone com preço infinito*

@Sckillfer

Eu não sei é quem teve a brilhante ideia de olhar prum telefone com tanta borda como qualquer outro... Mas só pq é 2:1 fala que tem menos borda.

Sckillfer
Eu não sei é quem teve a brilhante ideia de olhar prum telefone com tanta borda como qualquer outro... Mas só pq é 2:1 fala que tem menos borda.
Exibir mais comentários