Início » Negócios » Empresa de tabaco decide mudar de ramo e minerar criptomoedas

Empresa de tabaco decide mudar de ramo e minerar criptomoedas

As ações da Rich Cigar fecharam em alta de 2.200%

Felipe Ventura Por

O bitcoin está quase chegando aos US$ 20 mil, e outras criptomoedas estão passando por uma forte valorização. Cada vez mais pessoas — e empresas — estão atraídas pela promessa de ganhar dinheiro com essa tecnologia.

Isso ficou bem claro depois que a Rich Cigars, uma empresa de tabaco, decidiu trocar de ramo: daqui em diante, ela vai… minerar criptomoedas.

Foto por Marco Verch/Flickr

Fundada em 2011, a Rich Cigars tinha algum reconhecimento porque era associada ao DJ Khaled, que postava vídeos no Instagram pedindo um charuto da marca. No início do ano, ela foi listada na bolsa de valores.

Então, a companhia mudou de dono em novembro, e alterou sua estratégia. Ela se chamará Intercontinental Technology, Inc e atuará em dois setores: venda de produtos patenteados (sem dizer quais), e “operação de diversas máquinas de mineração de criptomoedas”.

A mineração consiste em liberar novas unidades de uma criptomoeda resolvendo cálculos complexos com a ajuda de computadores. Dependendo do caso, esse processo pode ser feito no seu navegador, ou com diversas placas de vídeo trabalhando em conjunto. De um jeito ou de outro, essa atividade é remunerada.

A notícia atraiu atenção o suficiente de investidores. Por muito tempo, as ações da Rich Cigar tinham pouco volume e eram negociadas entre US$ 0,03 e US$ 0,05. Com a mudança de estratégia, esse valor saltou para até US$ 1,00. Ela fechou em alta superior a 2.200%.

Algumas pessoas estão ficando extremamente ricas com criptomoedas: os gêmeos Winklevoss, que processaram Mark Zuckerberg, se tornaram bilionários investindo em bitcoin. No entanto, especialistas alertam que algumas pessoas estão se arriscando demais para entrar nesse jogo, tomando empréstimos e até fazendo hipotecas — elas podem se endividar profundamente ou perder a própria casa.

Com informações: Mashable.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Reny$on

Que coisa. Bom, prefiro ser inteligente mesmo, ao invés de bandido ou Zé Ruela.. vaaleu Zé! Bom parar de perder tempo aqui e ir estudar um pouco pra deixar de continuar sendo um Zé briguentinho de Internet

Renan$o
Que coisa. Bom, prefiro ser inteligente mesmo, ao invés de bandido ou Zé Ruela.. vaaleu Zé! Bom parar de perder tempo aqui e ir estudar um pouco pra deixar de continuar sendo um Zé briguentinho de Internet
Investidor de Medo
Antes zé ruela do que bandido
Reny$on

Isso. Tenho ligação direta com a bandidagem. .huhahaha seu Zé ruela...

Renan$o
Isso. Tenho ligação direta com a bandidagem. .huhahaha seu Zé ruela...
Investidor de Medo
Falou primo do maluf, amigo do aécio e investidor do lula
Reny$on

No problems! Aguardo a visita da receita em New Jersey!! kkkkkkkk

Renan$o
No problems! Aguardo a visita da receita em New Jersey!! kkkkkkkk
Investidor de Medo
Teoricamente o lastro é esse mesmo - o limite de geração de bitcoins e satoshis. Mas bem, ainda não chegou no limite.
Investidor de Medo
a sensação de perda será a mesma.
Guilherme Luiz
Não mesmo, não conto com esse dinheiro para nada... Era só para um trabalho da faculdade mesmo. Já coloquei os 1000 morrendo de medo de levar prejuízo.
Investidor de Medo
Fala isso, mas no fundo se pergunta se há formas de retirar o dinheiro superlucrado antes de um crash. Ou seja, a sensação de perda será a mesma.
Investidor de Medo
Acho que a Receita Federal tem mecanismos. Se ela bater na sua porta, vou ser o primeiro a rir.
Investidor de Medo
Teoricamente, o lastro de moedas oficiais é o "produto interno bruto" do seu país - o que ele produz e faz. Na prática, todas as moedas no mundo tem especulação. Mas ao menos moedas oficiais, ou grande parte delas, tem mecanismos de gerenciamento de crise - se uma especulação sair do controle, simplesmente corta-se a especualção. O chamado "Circuit-Breaker", usado também quando o bitcoin entrou na bolsa de valores.
Investidor de Medo
Bem, o dono da Kalashinkov ajudou diversas guerras pelo mundo. Os caras que fizeram malware de ransonware ajudou a muita gente perder informação. Os babacomentaristas e criadores de sites de notícias falsas que influenciaram eleições pelo mundo. E tem gente que ganhou investimentos de uma empresa financiada por uma igreja, cujo donos tem reputações duvidosas e nos últimos dias, revelaram que os donos adotaram de forma forçada e fraudulenta crianças portuguesas.
Exibir mais comentários